Violência doméstica aumentou para 1838 casos

Violência doméstica aumentou para 1838 casos

Os crimes de violência doméstica aumentaram 2,3 por cento no distrito, tendo passado de 1796 casos, em 2016, para 1838 crimes, em 2017.

Os números avançados pelo Ministério da Administração Interna no Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) precisam que as corrências registadas pela PSP e GNR incluem neste tipo de crime os crimes mais graves como homicídio de cônjuge e/ou familiares, violação física ou psicológica.

«Observa-se que Lisboa (6303 casos de violência doméstica), Porto (4629), Setúbal (2327), Braga (1838) e Aveiro (1698 casos) continuam a ser os distritos onde se registam mais ocorrências, representado, no conjunto, 63 por cento o total» do país, refere o RASI.

O relatório revela que o distrito de Braga foi um dos que registaram as maiores subidas dos crimes de violência doméstica, que oscilaram entre a subida de 0,9 por cento de Lisboa e os 10,2 por cento de aumento confirmado para o distrito da Guarda.

No lado oposto estiveram 11 distritos do Continente e a Região Autónoma da Madeira. Os distritos de Vila Real e Coimbra registaram as maiores descidas (menos 11,4 por cento cada), enquanto que o distritode Aveiro registou a menor descida(menos 0,6%).

Most Popular Topics

Editor Picks