Concelho

“Verão Quente em Famalicão – Vitimas e Processos”

Tem lugar na sexta-feira, 18 de maio, pelas 21h00, no Auditório da Junta de Freguesia de Famalicão e Calendário, na Avenida de França, uma conferência intitulada “Verão Quente em Famalicão – Vitimas e Processos”. Um debate sobre um dos momentos mais controversos e conturbados após a Revolução dos Cravos (25 de Abril de 1974) e as suas repercussões na vida dos portugueses de então, com especial atenção para a realidade famalicense que, no plano nacional, terá sido uma dos concelhos onde os ânimos e susceptibilidades mais se exacerbaram num proclamar da liberdade.
Esta é uma iniciativa organizada pelo Movimento “Justiça para com a Memória de Laurentino Leitão de Carvalho”, falecido em Agosto de 1975 vítima de uma bala perdida naquele que ficou conhecido como o “Cerco à Sede do PCP”, na altura localizado no antigo Colégio Camilo Castelo Branco, actual Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão.
Esta iniciativa que promete trazer novos dados e reflexões sobre este período revolucionário contará com os conferencistas: Artur Sá da Costa, consagrado historiador local, e Durval Ferreira. A moderar o debate estará o jornalista Francisco Mesquita.
A entrada é livre
Previous post

Oficina sobre Comunicação Positiva e Eficaz

Next post

Radares da VCI vão voltar a multar

Cidade Hoje