VAI UM CHARRO?

HISTÓRIA. No curto prazo, as disputas eleitorais internas fragilizam os grandes partidos políticos. Abrem, inevitavelmente, feridas entre os militantes e, no limite, provocam mesmo algumas cisões. Com o tempo este quadro tende a esbater-se internamente. Já externamente e no médio prazo, a imagem positiva junto dos cidadãos, regra geral, tende a melhorar. Estou confiante que as sondagens se encarregarão de o demonstrar sob a nova liderança do PSD. Mas se um novo ciclo se inicia no PSD, há um outro que se fecha, o de Pedro Passos Coelho. Na hora da sua saída, assaltam-me as palavras do Padre António Vieira: “Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma”. Não são os eleitores que fazem justiça é a História que faz justiça. A História fará justiça a Passos Coelho, como um dos maiores Estadistas da nossa democracia.

MENTIRA. No último debate quinzenal, o primeiro-ministro afirmou orgulhosamente que, no ano de 2017, o seu governo abrira 23 novas Unidades de Saúde Familiares, ficando apenas a duas unidades de cumprir o objetivo anual. No dia seguinte soube-se que, afinal, só tinham aberto cinco unidades e destas nenhuma de forma irregular. O primeiro-ministro voltou a mentir ao país e descoberta a mentira mostrou-se impávido e sereno. A mentira não passou. Desta vez não passou, mas, no entretanto, muitas outras já passaram e vão, infelizmente, continuar a passar. Todas cumprirão a missão de nos oferecerem um país que nada tem a ver com o país real.

LOGRO. É mais ou menos consensual que havendo evidência científica e vantagens do ponto de vista clínico na utilização de cannabis para fins terapêuticos, esta seja legalmente permitida. Muitos doentes já usam ao longo da vida opiáceos de forma medicamente controlada com o objetivo de acalmar a dor ou para tirar sintomas incómodos. Há boleia deste consenso o Bloco de Esquerda avançou com uma iniciativa legislativa, não propriamente para permitir o uso terapêutico da cannabis, mas sim abrir caminho à utilização da cannabis para fins recreativos, sem critério e sem regras. A comunicação social caiu no logro, o Parlamento não.

Jorge Paulo Oliveira

(Deputado do PSD na Assembleia da República)

Famalicão: Hoje há festa de verão e da cerveja em Sezures

Na tarde deste domingo, realiza-se a festa de verão e da cerveja, na Capela de S.Vicente em Sezures, Famalicão.

A iniciativa arranca às 15h com muita animação musical, a começar com grupos de concertinas e a prosseguir com DJ.

Simultaneamente, no mesmo recinto, decorre o primeiro encontro de concertinas.

 

 

 

FC Famalicão perde troféu Teresa Herrera nas grandes penalidades

A equipa do FC Famalicão perdeu, este sábado, o troféu Teresa Herrera, prestigiada competição que, no plano feminino, vai na décima edição.

A equipa famalicense esteve a vencer o RC Deportivo de La Coruña por 2-0, mas a equipa espanhola logrou chegar ao empate que prevaleceu até ao final do tempo regulamentar.

A decisão foi para as grandes penalidades e o Desportivo foi mais certeiro, com vitória 5-3 sobre as famalicenses.

Famalicão: Autarquia conta com equipamento para tratar do novo piso do centro da cidade

Para fazer face a todas as exigências em termos de limpeza do renovado centro urbano, a Câmara Municipal de Famalicão passa a contar com um novo equipamento, um Aspirador Urbano Elétrico.

Numa nota publicada nas redes sociais, a autarquia refere que este é um equipamento amigo do ambiente, com capacidade de armazenamento de 240 litros, apto para lavagens de manchas e sujidade, bem como aspiração de resíduos sólidos de pequena dimensão.

Famalicão: Ana Marinho vence prova em Espanha

Na manhã deste sábado, a atleta da Escola de Atletismo Rosa Oliveira venceu a décima primeira edição da Carreira Pola Praia, na Galiza.

Ana Marinho venceu a geral, cumprindo os 6kms na Praia América à frente de quatrocentos participantes e repete o triunfo da edição anterior.

Ainda da escola joanense Bruna Ortiga venceu em sub-23.

Rosa Oliveira foi a mais rápida entre as veteranas 55.

 

Chuva está de volta na terça-feira

A chuva estará de regresso na próxima terça-feira, avança a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Ainda segundo o IPMA, até quinta-feira as temperaturas em Famalicão não deverão ultrapassar os 28 graus.

Terça-feira será o dia mais fresco da semana, com uma máxima de 22 graus.

Veja a previsão ao detalhe aqui