Universitários regressam às aulas presenciais gradualmente a 4 maio

Foi dado o prazo de duas semanas para que universidades e institutos politécnicos se prepararem para a possibilidade de recomeçar as aulas presenciais no início de maio, segundo um despacho do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O regresso será gradual sendo que o governo quer que se privilegie as aulas práticas e laboratoriais, que foram as mais afetadas.

As instituições de ensino superior têm autonomia para definir de que forma vão reabrir, tendo duas semanas para elaborar os planos de levantamento das medidas de contenção do novo coronavírus.