Trabalhadores ao serviço da Continental pela Rangel ameaçam com greve

Cerca de 400 trabalhadores da empresa Rangel, que estão a prestar serviços na multinacional Continental Mabor, com instalações localizadas em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, ameaçam entrar em greve como forma de protesto contra aquilo que dizem ser más condições de trabalho.

Em declarações à Cidade Hoje, Ricardo Pires, delegado sindical, adiantou que está marcado para as próximas horas um plenário, onde vão ser discutidas formas de luta para reivindicar melhores condições de trabalho e igualdade salarial.

O sindicalista espera que, do outro lado, a administração das duas empresas envolvidas no processo (Rangel e Continental Mabor) estejam recetivas a ouvir os trabalhadores e, dessa forma, evitar uma futura greve.