Todos por Todos: Famalicenses já juntaram mais de 2500€ e três toneladas de alimentos para ajudar mais desfavorecidos

Mais de cem famílias do concelho de Vila Nova de Famalicão já beneficiaram da campanha solidária “Todos por Todos” lançada pela Câmara Municipal no início de junho, para ajudar os famalicenses que estão a passar por dificuldades devido aos efeitos da pandemia da Covid 19, mas também para estimular o comércio tradicional e os produtores locais.

Ao todo, já foram angariados mais de 2500 euros em donativos feitos por particulares e por empresas e recolhidas mais de três toneladas de alimentos.

O apoio desenvolve-se no âmbito das Comissões Sociais Inter-Freguesias (CSIF’s), através do programa municipal Famalicão Comunitário, uma lógica de economia solidária, isto é, a ajuda parte dos próprios famalicenses e beneficia toda a comunidade local.

Para além dos famalicenses que ajudam de uma forma anónima e particular, a campanha conta já com o apoio de mais de 15 empresas desde o setor têxtil ao setor alimentar, do sector dos transportes à indústria ligada ao sector automóvel, passando pela área do desporto. São empresas como a Coindu, SCOP (Oliveira Sª Mª), Transportes Nogueira, Salsa, Olbo&Mehler, SoaresPack, Ambicalendário, Hidrofer, Continental, Têxtil Nortenha, Aesacademy, Franol, NHClima, Campicarn, Comifrio, Luppi e Ginásio Strong Wolf’s Gym.

Segundo o Plant Manager da Coindu Portugal, Nelson Cunha, a campanha Todos por Todos “é uma iniciativa que devemos louvar e que permitirá minimizar o impacto causado por esta pandemia (COVID 19).

Com este tipo de gestos, devemos transmitir às gerações mais novas a importância da solidariedade e deixar de uma forma bem vincada o significado da mesma”.

Por sua vez, as responsáveis da comunicação e recursos humanos da Coindu, Odete Martins e Ana Pereira destacam o espírito solidário da comunidade da Coindu, referindo que se trata de “uma maravilhosa iniciativa, que nos propõe ser proativos e a pôr em prática o conceito pleno e total de solidariedade e cidadania. Esperamos, assim, chegar ao maior número de pessoas possível: a um vizinho, a um amigo, a um familiar, a um anónimo.”

Os interessados em ajudar, sejam particulares ou empresas, podem adquirir junto dos estabelecimentos comerciais da comunidade vales que serão depois distribuídos pelas famílias identificadas como beneficiárias, pelas várias CSIF’s. Os vales poderão ser trocados por bens nos comerciantes e produtores locais identificados com a imagem associada à iniciativa “Todos por Todos”.

Neste momento existem mais de 57 locais aderentes, em todo o concelho, entre mini e supermercados, mercearias, padarias, talhos, peixarias e farmácias.

A medida é concretizada no terreno através das dez CSIF’s existentes no concelho com o apoio dos vários parceiros sociais, cobrindo todo o território do município.

Refira-se que paralelamente decorrerá uma campanha de angariação de bens, que serão também distribuídos pelas famílias.

A campanha enquadra-se no Plano de Reação Epidémica e de Intervenção Social e Económica do município como forma de contribuir para a mitigação das consequências da pandemia da Covid 19.

Most Popular Topics

Editor Picks