Feira de Famalicão em pleno a 3 de junho

Famalicão com sistema de informação em tempo real para automobilistas e passageiros de transportes públicos

O número de lugares disponíveis nos parques de estacionamento públicos da cidade de Famalicão vai estar acessível, em tempo real, aos condutores. Uma informação que ajudará a impedir a acumulação de veículos no centro da cidade.

O sistema, adquirido no âmbito de um concurso lançado pelo Quadrilátero Urbano, contempla painéis informativos nas principais entradas da cidade com o objetivo de informar e encaminhar os condutores para o parque mais adequado.

Os painéis serão instalados na Avenida Eng. Pinheiro Braga e na Avenida 9 de Julho, com orientação para os parques de estacionamento do E.Leclerc e da Casa das Artes; na saída da Variante para a Nacional 206 e na Avenida do Brasil, com orientação para o parque de estacionamento da Devesa (CITEVE e Casa do Território) e do Auchan; na Alameda Caminhos de Santiago e na Avenida Marechal Humberto Delgado com orientação para os parques de estacionamento do campo da feira e da Estação Rodoviária de Passageiros; na Avenida dos Descobrimentos, na Nacional 204 (Santo Tirso – Sul2) e na Rua Alberto Sampaio, com orientação para o parque de estacionamento do campo da feira.

Os trabalhos para a implementação deste projeto já arrancaram e serão instalados nove painéis com informações relativas a seis parques com mais de 2000 lugares de estacionamento gratuitos.

Ainda sobre este sistema de informação ao público nos municípios do Quadrilátero Urbano, Famalicão também vai ter painéis informativos nos principais terminais e paragens de transporte público coletivo para informar, em tempo real, os passageiros. Será instalado um painel no Centro Coordenador de Transportes e 19 nas várias paragens de autocarro da cidade.

Covid-19: 270 funcionários das creches vão ser testados

Os funcionários das creches de Vila Nova de Famalicão começam a ser testado esta quinta-feira, dia 14 de maio.

Vão ser testados ao abrigo do programa nacional de rastreio aos grupos mais expostos aos riscos da propagação de contágio da covid-19.

O presidente da Câmara, depois de pedir informações ao Governo, adianta que serão testados em Famalicão 270 funcionários das creches.

A recolha das amostras biológicas será feita por uma equipa especializada da Cruz Vermelha Portuguesa.

Entretanto, a Câmara Municipal vai reforçar o programa “Proteger Famalicão” junto desta comunidade profissional com a oferta de duas máscaras de proteção comunitária a todos os colaboradores das creches e do pré-escolar.

Recorde-se que no âmbito deste projeto, a autarquia famalicense está a entregar uma máscara de proteção comunitária a todos os cidadãos famalicenses, a fornecer às equipas de primeira linha de intervenção equipamentos de proteção individual e a sensibilizar a comunidade para a adoção de comportamentos cívicos responsáveis sob o lema “cuide de si e dos outros”.

Assembleia Municipal reúne em videoconferência

Na noite desta sexta-feira, dia 15 de maio, às 21 horas, decorre uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Vila Nova de Famalicão. Devido à atual situação pandémica, o plenário recorre ao formato de videoconferência através da plataforma Zoom.

No entanto, e à semelhança das últimas sessões, a reunião terá transmissão online no portal do município, em https://www.famalicao.pt/transmissao-em-direto.

Da ordem de trabalhos constam várias propostas, entre as quais a discussão do Relatório de Gestão 2019 e Documentos de Prestação de Contas, do Regulamento do Mercado Municipal, do Protocolo de Geminação entre o Município de Vila Nova de Famalicão e a Região Autónoma do Príncipe e da adjudicação das obras da primeira fase dos eixos 1, 2, 3 e 4 da Rede de Ciclovias.

Trezentos jovens em reflexão sobre o Dia da Europa

A Câmara Municipal de Famalicão assinala o Dia da Europa, que se comemora no sábado, dia 9, com uma reflexão sobre o tema “A participação juvenil em tempos de distanciamento social”.

Desta sexta-feira a domingo cerca de 300 jovens participam neste debate, sempre através de plataformas online. Foram 19 fóruns de discussão, envolvendo jovens do 8.º ao 12.º anos, dos Agrupamentos de Escolas e Escolas Profissionais de Famalicão.

Nestes fóruns, promovidos pelo programa “Ser Europa”, do pelouro da Educação, serão discutidos os deveres e os direitos dos jovens europeus no atual contexto, as mudanças a que foram obrigados e os ajustamentos que estão a ser feitos e que cada um teve que passar. Os debates são orientados pelos técnicos do programa “Ser Europa”, professores convidados e antigos jovens do programa que se encontram agora a trabalhar ou na Universidade e são considerados modelos de envolvimento social. Em alguns grupos estarão presentes jovens que estão em Portugal a fazer Serviço Voluntário Europeu e envolvidos em projetos do Corpo Europeu de Solidariedade.

Os vários fóruns de discussão darão origem a um documento comum que será partilhado com as associações de estudantes do concelho de Vila Nova de Famalicão.

Nas palavras do vereador da Educação, Leonel Rocha, «é fundamental que no atual contexto de pandemia, em que se exigem respostas europeias ao nível da solidariedade entre países, que os jovens sejam envolvidos e auscultados».

Apesar da atual situação de confinamento, o programa Ser Europa manteve a sua capacidade de resposta. Todos os grupos de capacitação do projeto que trabalham a partir dos princípios da Pedagogia Participativa e Educação para a Cidadania Global continuam a reunir de forma semanal a partir das plataformas online. Assistiu-se, inclusive, a uma maior participação dos jovens a quem o projeto chega.

Este trabalho tem sido feito em coordenação com os Agrupamentos de Escolas, Escolas Profissionais e restantes parceiros institucionais do programa.

Biblioteca abre serviços de forma condicionada

Os serviços da Biblioteca Municipal começaram a funcionar de forma faseada e condicionada. Está a acontecer na Biblioteca Municipal e nos polos de leitura.

O atendimento presencial é só para a atividade mais urgente, no restante estão a receber livros/documentos que se encontrem em empréstimo domiciliário, para que lhes seja dado o devido tratamento de higienização e de quarentena a que estes documentos manuseados têm, obrigatoriamente de ficar sujeitos. Esta 1.ª fase será assegurada na modalidade “ao postigo”, à porta de entrada das bibliotecas, com todas as regras de higiene e distanciamento asseguradas.

A biblioteca estima que, a partir de 18 de maio, seja possível iniciar os empréstimos domiciliários sob reserva antecipada. Para usufruírem dos empréstimos domiciliários, os leitores terão que, previamente, consultar o catálogo bibliográfico online, em http://famalicaogib.bibliopolis.info/opac/, verificar a disponibilidade do documento que pretende requisitar, efetuar a reserva e por fim contactar a sua biblioteca, por telefone, para informar da data e horário, nos dois dias subsequentes, em que pretende recolher o documento. Esta 2.ª fase, será também assegurada na modalidade “ao postigo”, à porta de entrada das bibliotecas.

Depois de 1 de junho, data em que se celebra o dia mundial da criança, os 28 anos da inauguração do atual edifício da Biblioteca Municipal e a data da morte do seu patrono, o escritor Camilo Castelo Branco, a Biblioteca de Famalicão prevê abrir finalmente as suas portas para pesquisa e consulta presencial dos documentos nas diferentes salas. A entrada e circulação de leitores dentro das instalações das bibliotecas deverá acontecer no estrito cumprimento das Regras de Atividade Pós-Contenção (plano de mitigação de riscos) e será condicionada à lotação de cada biblioteca e de cada sala, respeitando as regras de distanciamento entre pessoas e com recurso ao uso obrigatório de máscaras pelos leitores. O acesso às salas será orientado pelos técnicos da biblioteca, assim como o acesso às estantes para retirar os livros ou documentos será feito em exclusivo pelo técnico da biblioteca ao serviço. Após a consulta, os livros ou documentos manuseados deverão ser entregues ao técnico para cumprimento dos cuidados posteriores. A permanência nos espaços das bibliotecas será por tempo determinado e para o estritamente necessário.

Apesar do encerramento dos serviços presenciais em todas as bibliotecas desde o dia 11 de março, durante este período, foram sempre mantidos e assegurados os serviços de atendimento telefónico e de atendimento eletrónico a todos os leitores. Para além disso, as bibliotecas disponibilizaram diversas atividades online, como os “Contos à Quarta”, com momentos de leitura para toda a família, visitas virtuais a exposições, entre muitas outras.

Most Popular Topics

Editor Picks