Renovação do pavimento no centro da cidade condiciona trânsito

Está a decorrer, desde esta quarta-feira, a renovação do pavimento no centro urbano da Cidade de Famalicão, que vai prolongar-se até ao dia 17 de Abril.

As obras determinam trânsito condicionado na Rua S. Julião, Rua D. Sancho I, Av. Rebelo Mesquita, Av. de França (entre a Rotunda D. Sancho I e a Rotunda Lions), Av. Marechal Humbeto Delgado (parte do piso no sentido norte/sul) e piso junto à Rotundo Santo António e acesso à Av. Carlos Bacelar (dois sentidos) também no acesso à Rua Senador Sousa Fernandes (sentido sul/norte).

A Câmara Municipal pede a compreensão de todos pelos incómodos causados.

Último dia de 2019 terminou sem vítimas mortais nas estradas

Até às 23:59 de terça-feira, a operação “Natal e Ano Novo” registou 2.793 acidentes de viação, que resultaram em 10 mortos, 47 feridos graves e 715 feridos ligeiros, avançou à Lusa a Guarda Nacional Republicana (GNR).

No âmbito desta operação, que teve início em 20 de dezembro e termina no domingo, a GNR fiscalizou 55.643 veículos até ao final do último dia de 2019, contabilizando 18.134 infrações ao Código da Estrada.

Dos veículos fiscalizados, 51.028 condutores foram sujeitos ao teste do álcool, culminando em 665 contraordenações e 311 crimes, automobilistas que foram detetados com uma taxa de alcoolemia considerada crime, ou seja, igual ou superior a 1,2 gramas por litros (gr/l).

Relativamente à velocidade, a GNR controlou 433.573 veículos, dos quais detetou 8.736 condutores em excesso de velocidade.

Outras das infrações detetadas foram a falta de cinto de segurança e de sistema de retenção para crianças, no total de 408 contraordenações, e o uso do telemóvel durante a condução, com 550 condutores apanhados.

Os dados até ao final do dia de segunda-feira contabilizavam 2.587 acidentes rodoviários, em que morreram dez pessoas e 45 sofreram ferimentos graves.

A operação “Natal e Ano Novo” da GNR arrancou no dia 20 de dezembro, com um reforço do patrulhamento rodoviário nas estradas de maior tráfego do país para prevenir acidentes e garantir a fluidez do trânsito.

Para a operação, que termina no domingo, a GNR mobiliza diariamente cerca de 4.600 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

Durante a operação, os militares da corporação estão “particularmente atentos” ao excesso de velocidade, manobras perigosas, ultrapassagens, mudança de direção e de cedência de passagem, uso do telemóvel durante a condução, não circulação na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares e uso do cinto de segurança.

Na área de atuação da Polícia de Segurança Pública (PSP), a Lusa solicitou um balanço atualizado do número de ocorrências, mas esta força de segurança manteve hoje os dados já divulgados, em que foram registados, entre 18 e 29 de dezembro, 1.832 acidentes que provocaram três mortos e nove feridos graves, remetendo para os próximos dias um balanço final.

Estrada Nacional 14 inundada e cortada ao trânsito na zona da Trofa

Encontra-se cortada ao trânsito a estrada nacional 14, que liga Vila Nova de Famalicão ao Porto.

O corte acontece na zona da Trofa, nas proximidades da Câmara Municipal, e está relacionado com o temporal que se tem vindo a fazer sentir ao longo das últimas horas na região norte do país.

Uma vez que o sistema de escoamento das águas não foi eficaz, a N14 acabou por ficar alagada e intransitável para a maioria dos carros.

O corte deverá manter-se até que estejam reunidas as condições mínimas de segurança para os automobilistas.

EN14 encerrada ao trânsito ligeiro junto à Câmara Municipal

Publicado por TrofaTv em Quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Imagens: Trofa TV

Câmara inverte sentido do trânsito frente à Júlio Brandão durante dois dias

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão informou que, esta quarta-feira, vai realizar, a partir das 09h00, uma intervenção na rede pública de saneamento na Rua Barão da Trovisqueira (União de Freguesias de Famalicão e Calendário), logo após o entroncamento com a Rua António Silva Rega, implicando o corte total de parte da via.

Esta intervenção, com duração prevista de dois dias, levará o trânsito a circular pela Rua António Silva Rega e pela Rua Padre António Carvalho Guimarães cujo sentido de trânsito será alterado no decorrer dos trabalhos.

Most Popular Topics

Editor Picks