Famalicão: Homem detido por tráfico de droga

Esta quarta-feira, pelas 12 horas, na Rua Castela, em Calendário, a PSP deteve um homem, de 47 anos, por tráfico de estupefacientes.

A detenção aconteceu durante uma missão de serviço na prevenção e combate à criminalidade. O detido tinha na sua posse heroína suficiente para 51 doses, que lhe foram apreendidas, bem como uma pequena quantia em dinheiro.

Famalicão: Jovens de 19 e 20 anos detidos por tráfico de droga

No decurso de uma investigação que decorria desde maio passado, o Núcleo de Investigação Criminal de Barcelos deteve, esta quinta-feira, dois jovens, de 19 e 20 anos, por tráfico de droga em Pousada de Saramagos.

Os militares da GNR realizaram duas buscas domiciliárias e apreenderam seis doses de haxixe; três doses de folhas de canábis; dois telemóveis; e 259,5 euros em numerário.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Famalicão: Prisão preventiva para traficante de droga

O Tribunal de Guimarães decretou prisão preventiva para um homem, de 35 anos, por tráfico de droga em Famalicão.

Recorde-se que que o homem foi detido, em flagrante delito, esta segunda-feira, pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Barcelos. O indivíduo já havia sido detido, em julho passado, no decurso de uma investigação.

Na altura, ficou sujeito a apresentações periódicas em posto policial da área de residência. Entretanto, e no decurso de novas diligências policiais, foi novamente detido em flagrante delito enquanto vendia a droga na via pública. A GNR procedeu, ainda, a busca domiciliária tendo apreendido 401 doses de haxixe; uma faca; dois telemóveis; e 150 euros em numerário.

Começou o julgamento de 16 arguidos acusados de tráfico de droga

Já começou, no Tribunal de Braga, mais concretamente no pavilhão desportivo de Maximinos, o julgamento de 16 arguidos, acusados de tráfico de droga em diversos concelhos, incluindo Famalicão.

Estão acusados de vender canábis, heroína, cocaína e MDMA, para consumo ou revenda.

Sete dos arguidos estavam em prisão preventiva, mas passaram para domiciliária com pulseira eletrónica, por causa da pandemia.

Um dos principais arguidos vendeu drogas entre 2014 e 2018, fazendo-o a partir de telefonemas e das redes sociais, usando linguagem codificada, com expressões como “tomar café, beber um fino, traz tabaco e arranja peixe”.

A GNR apreendeu quatro carros, telemóveis, tablets, computadores, drogas, dinheiro, munições e artefactos ligados ao tráfico. O MP quer que sejam declarados como perdidos a favor do Estado.

O processo conta com 161 testemunhas: 31 militares da GNR e 130 consumidores.

Grupo que traficava droga vê julgamento adiado devido à pandemia

Devido à falta de espaço, o Tribunal de Braga adiou o julgamento de 16 arguidos acusados de tráfico de droga em vários concelhos, incluindo em Vila Nova de Famalicão.

Os arguidos são acusados de consumo e venda de estupefacientes, nomeadamente cocaína, cannabis, heroína e MDMA.

O processo esteve a cabo do Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Póvoa de Lanhoso, depois de escutas telefónicas e vigilâncias.

Além dos detidos, foram apreendidos computadores, tablets, dinheiro, carros, munições, droga e artefactos ligados ao tráfico de droga.

Sete dos arguidos estavam em prisão preventiva, mas passaram a domiciliária, com pulseira, devido à pandemia.

É também devido à pandemia pela covid-19 que o julgamento foi adiado, porque é necessária uma sala que garanta um distanciamento de dois metros entre os elementos presentes.

Jovem detido por tráfico de droga

Um jovem de 18 anos foi detido, no passado sábado, em Famalicão, por tráfico de estupefacientes. No âmbito de uma operação especial de prevenção criminal, os militares da GNR ao abordar um veículo sentiram um forte odor a droga, acabando por encontrar 148 doses de MDMA, 40 doses de cannabis e uma balança de precisão na posse do suspeito. Foram, ainda, elaborados dois autos de contraordenação por consumo a dois ocupantes do veículo.

Most Popular Topics

Editor Picks