Câmara de Famalicão continua a investir no saneamento

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão fechou, esta quinta-feira, o pacote de investimento de quase três milhões de euros apresentado em julho para a ampliação da rede de saneamento básico, com a abertura do concurso público para a última frente de obras nas freguesias de Castelões, Mogege, Vermoim, Requião e Landim e ainda nas Uniões de Freguesia de Esmeriz e Cabeçudos, de Carreira e Bente e de Ruivães e Novais.

A intervenção nas freguesias de Castelões, Mogege, Vermoim e Requião e Esmeriz e Cabeçudos abrange uma extensão de 6,8 quilómetros, com construção de 266 ramais domiciliários num investimento municipal na ordem dos 470 mil euros.

Em Landim e para as Uniões de Freguesia de Carreira e Bente e de Ruivães e Novais, há um investimento de 400 mil euros para 5,7 quilómetros, com a construção de 196 ramais domiciliários.

Recorde-se que nas últimas reuniões do executivo municipal já tinham sido lançadas obras noutras freguesias.

No total, esta nova frente de obra vai servir quase quatro mil habitantes ao longo de cerca de 42 quilómetros de rede. Com esta intervenção a cobertura da rede de saneamento no concelho passa de 83,4 por cento para 88,7 por cento.

Famalicão: Mais saneamento nos vales do Rio Este e Rio Pelhe

Esta quinta-feira foram aprovados, em reunião de Câmara, dois concursos para empreitadas de drenagem de águas residuais.

Uma obra corresponde a sete quilómetros de rede no Vale do Pelhe, nomeadamente nas freguesias S. Cosme, Telhado e Portela. O orçamento é de 494.352 mil euros, com prazo de execução de 260 dias. Permitirá abrir 115 ramais domiciliários, melhorando a qualidade de vida das populações.

A outra empreitada diz respeito a 8 km de rede nas freguesias de Mouquim, Lemenhe, Jesufrei, Gondifelos, Cavalões, Outiz e Louro. Estão previstos 240 ligações a residências. A obra tem um prazo previsto de 260 dias, depois de adjudicada a obra. O custo estimado cifra-se em 544 mil euros.

Há algumas semanas o município aprovou outras empreitadas de drenagem de águas e o presidente da Câmara Municipal de Famalicão promete lançar mais concursos. Paulo Cunha realça a importância das obras para a qualidade de vida das populações e para melhorar o ambiente.

No saneamento básico Câmara «vai de promessa em promessa», acusa o PS

Em comunicado, emitido este domingo, o Partido Socialista de Vila Nova de Famalicão assinala como «positivo» o investimento na rede de saneamento básico aprovado, na última reunião de Câmara Municipal.

No entanto, os socialistas lamentam que Famalicão ainda não tenha uma cobertura de 100 por cento, vendo aqui «que os famalicenses não são uma preocupação máxima do presidente da Câmara, Paulo Cunha».

Eduardo Oliveira, líder concelhio do PS, recorda, nesta matéria, as promessas dos executivos liderados pelos eleitos do PSD e CDS/PP e que já «em 2005, Armindo Costa afirmava que até 2015 o Concelho teria cobertura de saneamento básico a 100%». Promessa que Paulo Cunha, ainda como candidato a Presidente da Câmara Municipal, «assumiu» e que ainda não foi materializada.

Por isso, no comunicado, os socialistas questionam: «Será que os Famalicenses terão de esperar mais uns anos para a concretização destas promessas?».

Mais 40km de saneamento em Famalicão

A Câmara Municipal de Famalicão aprovou, esta quinta-feira, dois concursos para a Rede de Drenagem de Águas Residuais

Um dos concursos diz respeito a uma rede no Vale do Rio Ave, que abrange as freguesias de Fradelos e Vilarinho. Tem uma extensão de cinco km e vai fazer 185 ramais domiciliários.

A outra rede é no Rio Este, com sete km que vai chegar às freguesias de Arnoso, Sezures e Nine, com 224 ligações a residências.

Nas próximas semanas serão lançados outros concursos que farão aumentar a rede de saneamento em 40 km e que farão ligação a 1300 habitações. O investimento é de 3 milhões de euros, inteiramente dos cofres municipais.

O presidente da Câmara, Paulo Cunha, realça que as empreitadas vão garantir uma melhor qualidade de vida das populações, mas lembra também que é um esforço financeiro inteiramente municipal, ao contrário do que aconteceu no passado, em que o financiamento europeu chegou a ser de 100%.

Famalicão: Obras na Avenida Carlos Bacelar até quarta-feira

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão informa que está a proceder a uma reparação na rede pública de saneamento na Avenida Carlos Bacelar até ao final da tarde da próxima quarta-feira.

A intervenção vai provocar alguns constrangimentos e condicionamentos no trânsito, nomeadamente no acesso ao túnel que faz a ligação entre a Avenida Carlos Bacelar e a Avenida Marechal Humberto Delgado e no acesso ao centro da cidade no sentido Braga/Porto.

Most Popular Topics

Editor Picks