Famalicão: Riopele tem produção a trabalhar apenas quatro dias por semana

A Riopele, empresa têxtil de Pousada de Saramagos, está a laborar, desde o início de novembro, apenas quatro dias por semana, devido à falta de encomendas, segundo conseguiu apurar Cidade Hoje.

Os trabalhadores da produção estão a folgar à segunda-feira. Não são penalizados no salário e os dias em falta passam a constar de um banco de horas que serão descontadas quando a empresa precisar de trabalho extraordinário.

 

 

Riopele tem o máximo de certificação

A Riopele junta-se a um grupo restrito de empresas têxteis internacionais que atingiram a classificação de nível 3. A atribuição da nota é da associação internacional OEKO-TEX – Produção Têxtil Sustentável. É um selo que indica implementação permanente de processos de produção respeitadores do ambiente, condições de trabalho seguras, saudáveis e socialmente aceitáveis.

Segundo a empresa liderada por José Alexandre Oliveira, «a Riopele ficou classificada no nível máximo e junta-se a um grupo restrito de empresas têxteis internacionais que atingiram a classificação de nível 3 (implementação exemplar das boas-práticas). Face a uma comparação com todas as outras empresas certificadas neste âmbito, a classificação média global é de nível 2 (boa implementação)».

Esta certificação resulta de uma auditoria presencial pelo CITEVE, entidade acreditada em Portugal pela associação OEKO-TEX, que avaliou e auditou a Riopele em seis categorias: Gestão de Químicos, Desempenho Ambiental, Gestão Ambiental, Responsabilidade Social, Gestão da Qualidade e Gestão da Saúde e Segurança. A avaliação destes parâmetros permitiu uma análise abrangente e fiável do grau de gestão sustentável patente no processo produtivo da Riopele.

No que diz respeito ao relatório da auditoria, a OEKO-TEX, responsável pela certificação STeP, emitiu, por um lado, uma série de ações de compromisso que a Riopele deve implementar, e outras de melhorias que a empresa deve analisar e, se justificável, implementar, com vista à melhoria contínua.

Riopele evacuada devido a incêndio

Um incêndio, numa das caves da Riopele, obrigou à intervenção dos bombeiros, que tiveram que evacuar uma das secções da fábrica, em Pousada de Saramagos.

O alerta para o fogo, que deflagrou num dos quadros elétricos da empresa, foi dado cerca das 11h20 desta segunda-feira. Chegados ao local, e em pouco tempo, os Bombeiros Voluntários Famalicenses controlaram o foco de incêndio que não causou feridos.

O incêndio provocou uma densa camada de fumo que se espalhou para o interior dos pavilhões, obrigando os soldados da paz a ventilar o espaço.

Desconhecem-se os prejuízos causados por este incidente.

 

Most Popular Topics

Editor Picks