Famalicão: Já visitou a renovada Casa das Artes?

No ano em que soprou as velas do seu 18.º aniversário, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão ficou ainda mais jovem e amiga do ambiente.

O espaço cultural do concelho famalicense está a ser alvo de uma intervenção de manutenção e requalificação que abrange os seus espaços interiores, mas também os exteriores com vista a aumentar a eficiência energética do edifício.

Os trabalhos realizados no interior da Casa das Artes estão praticamente concluídos e implicaram, entre outras intervenções, a colocação de uma nova alcatifa no pavimento do Foyer e do Grande Auditório, a pintura das paredes, tetos e portas e a substituição de azulejos degradados.

Já a intervenção efetuada no exterior insere-se no âmbito do projeto de melhoria da eficiência energética da Casa das Artes. Os trabalhos ainda decorrem e implicam a reabilitação das superfícies exteriores e fachadas existentes em Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior, a colocação de painéis fotovoltaicos e a substituição de diversos equipamentos.

Refira-se ainda que a empreitada implicou um investimento total que ronda os 407 mil euros. Deste valor, cerca de 181 mil foram canalizados para o projeto de melhoria da eficiência energética do edifício, comparticipado em 46% pelo NORTE 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Com estas alterações estima-se uma redução de cerca de 25 mil euros por ano nos consumos de energia e de 40% nas emissões de CO2 do edifício.

No ano em que atinge a maioridade, “a grande prenda da Casa das Artes vai para todos aqueles que a visitam”, refere a propósito o Presidente da Câmara Municipal. “São obras importantes que vão conferir melhores condições de conforto ao público e que vão permitir uma significativa redução do consumo energético”, acrescenta Paulo Cunha.

Refira-se ainda que o espaço cultural famalicense retomou já a sua habitual programação. A quarta edição do Close-Up: Observatório de Cinema, de 12 a 19 de outubro, e o concerto dos Budda Power Blues, no dia 25, são os principais destaques do cartaz de outubro.

Depois de remodelado Parque do Vinhal é novamente palco de atos de vandalismo

Depois de recentemente remodelado pela autarquia famalicense, o Parque do Vinhal voltou a ser palco de atos de vandalismo protagonizados por grupos de jovens que se refugiam neste espaço para o consumo de álcool e tabaco.

Nos últimos dias estes grupos vandalizaram algumas estruturas do parque. A estrutura que separa os passeios do talude, que é feita de madeira, foi partida e algumas partes dela lançada para a linha de água.

Os moradores continuam a queixar-se da falta de policiamento no local, dizem que são avistados carros da polícia a fazer patrulha na rua mas nunca no interior do parque onde acontecem estes repetidos episódios de destruição.

A par das estruturas destruídas, quem utiliza o parque queixa-se do lixo que é deixado pelas pessoas que o frequentam. Garrafas de cerveja, maços de tabaco, embalagens de refeições e sacos de plástico são facilmente encontrados espalhados por grande parte deste espaço verde.

 

Most Popular Topics

Editor Picks