Jorge Paulo Oliveira quer mais informações sobre retirada de amianto das escolas

Jorge Paulo Oliveira, deputado da Assembleia da República, acusa o Ministério da Educação de não dar as informações necessárias sobre a presença de amianto nas escolas famalicenses.

O deputado do PSD diz que o «comportamento do governo é extremamente censurável». Acrescenta que «em democracia, os governos existem para servir os cidadãos; o silêncio ou respostas como aquelas a que tivemos direito são as respostas típicas dos governos que já se esqueceram disto».

Recorde-se que estão a terminar os trabalhos de remoção do amianto na Escola Júlio Brandão. Mas não se sabe quais as escolas que se seguem.

O Ministro Tiago Brandão informou que a Escola Secundária Padre Benjamim Salgado e a EB 2,3 D. Maria II integram a lista de escolas prioritárias para requalificação e monitorização. Já quanto às EB 1,2,3 de Arnoso Stª Maria e de Gondifelos, o Ministério lembrou que têm 1.º ciclo, pelo que os trabalhos terão que ser articulados com as autarquias locais.

Most Popular Topics

Editor Picks