Câmara de Famalicão continua a investir no saneamento

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão fechou, esta quinta-feira, o pacote de investimento de quase três milhões de euros apresentado em julho para a ampliação da rede de saneamento básico, com a abertura do concurso público para a última frente de obras nas freguesias de Castelões, Mogege, Vermoim, Requião e Landim e ainda nas Uniões de Freguesia de Esmeriz e Cabeçudos, de Carreira e Bente e de Ruivães e Novais.

A intervenção nas freguesias de Castelões, Mogege, Vermoim e Requião e Esmeriz e Cabeçudos abrange uma extensão de 6,8 quilómetros, com construção de 266 ramais domiciliários num investimento municipal na ordem dos 470 mil euros.

Em Landim e para as Uniões de Freguesia de Carreira e Bente e de Ruivães e Novais, há um investimento de 400 mil euros para 5,7 quilómetros, com a construção de 196 ramais domiciliários.

Recorde-se que nas últimas reuniões do executivo municipal já tinham sido lançadas obras noutras freguesias.

No total, esta nova frente de obra vai servir quase quatro mil habitantes ao longo de cerca de 42 quilómetros de rede. Com esta intervenção a cobertura da rede de saneamento no concelho passa de 83,4 por cento para 88,7 por cento.

“Programar em Rede” com candidaturas abertas

Estão abertas as inscrições para a quinta edição do “Programar em Rede”, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão destinada a apoiar, com um montante até 10 mil euros, um projeto cultural que seja promovido em conjunto por várias associações e instituições do concelho.

As candidaturas devem ser apresentadas por email para o endereço eletrónico [email protected] até 31 de julho de 2020, após preenchimento da ficha de inscrição disponível em https://www.famalicao.pt/programar-em-rede.

O objetivo é envolver os vários agentes culturais do concelho na concretização de um evento que se diferencie pela inovação e criatividade, pela capacidade de articulação com outros agentes culturais, pela capacidade de mobilização e atração de público e que contribua para a descentralização da atividade cultural no concelho. O projeto vencedor deve ser concretizado entre 1 de janeiro e 30 de julho de 2021.

Podem candidatar-se ao “Programar em Rede” as entidades com atividade no domínio cultural que tenham sede em Famalicão ou que, sendo de fora, promovam atividades de interesse municipal e sejam pessoas coletivas legalmente constituídas.

As entidades que apresentem candidatura podem optar pelas áreas artísticas e de criação que assim entenderem, sendo mais valorizados os projetos que apresentem cruzamentos disciplinares e apostem na formação de públicos.

Caberá à divisão de Cultura e Turismo do município a verificação da conformidade das candidaturas, a avaliação e decisão do projeto vencedor será da responsabilidade do Conselho Municipal da Cultura.

Recorde-se que a iniciativa “Programar em Rede” arrancou em 2016, com a Fundação Cupertino de Miranda a arrecadar o prémio com o projeto cultural “Museus Ilustrados em Rede”. Em 2017, a grande vencedora foi “A Casa ao Lado” com o projeto de arte urbana intitulado “Traço”. O vencedor da edição de 2018 foi a Associação Dar-as-Mãos com o projeto “Poesia Invade a Cidade” e em 2019 venceu a Associação de Moradores das Lameiras, com o projeto “[email protected], Intervenção pela Arte & Cultura – Pela Coesão Comunitária”.

Mau tempo: Circulação na Linha do Minho com “bastantes atrasos e perturbações”

A circulação ferroviária na Linha do Minho entre Nine, Viana do Castelo e Valença está a sofrer “bastantes atrasos e perturbações” devido ao mau tempo que se faz sentir na região, disse esta quinta-feira fonte da CP.

Contactada pela agência Lusa, fonte da CP justificou aquela situação com os “constrangimentos” que se verificam no troço eletrificado daquela ligação ferroviária, entre Nine, no distrito de Braga, e a cidade de Viana do Castelo, e que se “repercutem no troço não eletrificado, entre Viana do Castelo e Valença, causando atrasos em cadeia”.

Fonte da Infraestruturas de Portugal (IP) disse à Lusa que, face ao mau tempo que se tem feito sentir nas últimas horas, os comboios que ligam Nine (Braga) a Barroselas (Viana do Castelo), no troço eletrificado da Linha do Minho, foram obrigados a “circular a diesel”.

A catenária está cheia de folhas e de ramos de árvores, dificultando a tração elétrica. Nesse sentido, os comboios que ligam Nine a Viana do Castelo estão, desde as 8h, a circular com tração a diesel. A IP está a proceder à limpeza da linha, operação que deverá ser resolvida hoje apesar de estar previsto novo pico de mau tempo para a tarde”, explicou a fonte da IP.

No que diz respeito à circulação rodoviária no distrito de Viana do Castelo, nas estradas sob gestão da IP, a fonte explicou que “apenas a Estrada Nacional 101 (EN101), que liga Arcos de Valdevez a Monção, apresenta “alguns condicionalismos devido a uma derrocada ocorrida durante a madrugada“.

“Cerca das 4h da manhã a estrada esteve cortada devido ao deslizamento de terras. Ainda apresenta pequenos condicionalismos que deverão ficar resolvidos até cerca das 12h”, especificou a fonte.

Há mais uma luz verde para a criação da rede de transportes entre Famalicão, Santo Tirso e Trofa

A Área Metropolitana do Porto (AMP) aprovou na última sexta-feira, por unanimidade, o memorando de entendimento sobre as linhas intermunicipais que atravessam concelhos de Famalicão, Santo Tirso e Trofa e que possibilita a constituição de uma rede de transportes entre os três municípios. A CIM do Ave já havia dado luz verde à pretensão dos três municípios que avançaram para a criação da MobiAve.

A Associação de Municípios MobiAve vai gerir a rede de transportes públicos rodoviários dos concelhos de Santo Tirso, Vila Nova de Famalicão e Trofa, dando corpo a um projeto que começou a ganhar forma em 2017 e cujos responsáveis autárquicos acreditam que vai contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, contribuindo para o aumento da utilização dos transportes públicos em detrimento de viatura própria.

A nova rede de transportes públicos intermunicipal, que será gerida pela MobiAve, foi alvo de um estudo de planeamento sobre a mobilidade de passageiros na área territorial dos três concelhos, tendo em vista a organização de futuras concessões de serviço público de transporte à população, que terá uma população estimada em cerca de 250 mil habitantes para servir.

O Presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, participou como observador convidado na reunião da AMP e agradeceu o voto de confiança, sublinhando que o projeto em causa vai representar uma melhoria das condições de acessibilidades para os habitantes não só daqueles três municípios, como também dos que diariamente se deslocam para aquele território por motivos profissionais.

Carreira, Oliveira S. Mateus, Delães e Bairro com corte na rede de água esta quarta

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão informa que devido a uma intervenção de manutenção da rede de água haverá um corte de abastecimento em toda a freguesia de Carreira e em parte das freguesias de Oliveira S. Mateus, Delães e Bairro, esta quarta-feira, 13 de novembro.

A previsão da interrupção será entre as 22h00 até às 05h00 da madrugada O município pede a compreensão da população.

Apagão na NOS: Serviços começaram a ser repostos

Milhares de clientes da operadora NOS estiveram, durante grande parte da manhã e início de tarde desta terça-feira, sem acesso a uma série de serviços na rede móvel e fixa.

Apesar de não existir nenhuma comunicação oficial por parte da operadora, há relatos de clientes que já conseguiram fazer o uso dos serviços, embora os mesmos se encontrem a funcionar de forma intermitente.

Há registo de falhas em todo o país mas, e de acordo com o site “down detector”, os problemas intensificaram-se mais na região norte de Portugal e nos grandes centros urbanos.

Most Popular Topics

Editor Picks