Pedro Almeida estreia novo carro em Castelo Branco

O campeonato de ralis regressa no próximo fim de semana, com prova em Castelo Branco. Esta jornada conta com Pedro Almeida e Hugo Magalhães que vão ter o primeiro contacto com o novo carro – o Peugeot 208 Rally4 – uma estreia absoluta em competição e, por isso, tudo será novo. «Foi uma longa paragem, há as condições excecionais da corrida em resultado da pandemia e há um novo carro, com o qual não fizemos quilómetros e vamos ter rapidamente de nos adaptar para fazer o rali», assinala o piloto famalicense.

Desde fevereiro sem competição, a dupla foi-se preparando «com algum trabalho físico e especifico, mais vai ser uma corrida de expectativa e de perceber o que pode dar o rali conforme ele vai decorrendo».

Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão testar o novo Peogeot 208 Rally4 esta quarta-feira, um primeiro contacto que será crucial para perceber que afinações podem ser feitas para Castelo Branco.

Castelo Branco marca, assim, o regresso do Campeonato de Portugal de Ralis, depois da interrupção do calendário após o Rali Serras de Fafe. «Tivemos de reformular tudo o que havíamos planeado. Vamos fazer os quatro ralis da Peugeot Iberian Cup, as provas do calendário nacional e, depois, vamos ainda incluir a participação no Rali da Calheta e fazer o Rali de Roma e dos Açores, que pontuam para o ERC». Pedro Almeida diz que o principal objetivo é «elevar o nível competitivo e tirar o máximo partido das provas que podemos realizar».

Pedro Almeida aposta em novo navegador e no calendário internacional

O piloto famalicense já definiu o projeto desportivo para o corrente ano e há novidades. Hugo Magalhães é o navegador; o carro passa a ser o Peugeot 208R2; e o calendário competitivo vai além fronteiras. «É uma mudança radical», avisa Pedro Almeida que trocou de carro «após decisão muito ponderada», mas que acredita ser um passo em frente «e firme na consolidação de aprendizagem que queremos construir».

A escolha de Hugo Magalhães «tem muito a ver com o que queremos fazer, não só neste ano mas no que projetamos para o futuro. Esta época vamos apostar num conjunto de ralis fora de Portugal, quer na Copa Ibérica Peugeot 208 mas também no ERC, e o Hugo, pela experiência e por tudo o que nos pode trazer, acabou por ser a escolha natural para as nossas ambições».

Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão estar em Fafe, no final de fevereiro, na primeira prova do calendário nacional com o novo carro. As provas em Portugal – CPR 2 e CPR Júnior – são parte integrante do calendário de 16 corridas que o piloto tem programadas, porque quer somar quilómetros, «testar limites e novas experiências que no futuro nos vão dar consistência, por isso esta nossa aposta num calendário alargado e internacional», esclarece o piloto famalicense.

Hugo Magalhães vê neste projeto um desafio muito interessante.. «Há um longo caminho pela frente, mas a forma estruturada como o Pedro me apresentou o projeto, a ambição que demonstrou, e o facto de poder fazer um conjunto de provas internacionais, levou a uma rápida identificação com o convite. O Pedro precisa de ter estas experiências sob pena de aqui em Portugal estagnar. Vamos estar junto de outros pilotos, de diferentes graus de competitividade, em novas corridas e em novos traçados, e todas estas coisas novas vão ser experiências positivas e vão contribuir para o crescimento do Pedro como piloto».

Ralis: Solidariedade sobre rodas

O piloto Pedro Almeida e toda a sua equipa visitam, na tarde desta quinta-feira, a Casa de Nossa Senhora da Conceição, em Portimão, instituição de acolhimento de crianças e jovens em risco. Esta é mais uma visita no âmbito do projeto de responsabilidade social que Pedro Almeida lançou esta época, em cada localidade por onde passou o Campeonato de Portugal de Ralis. O piloto famalicense vai estar com os cerca de 30 jovens que estão na instituição.

No plano desportivo, na sexta-feira e sábado, disputa-se a derradeira prova do campeonato nacional, o Rallye Casinos do Algarve. Pedro Almeida volta a ter Miguel Ramalho como navegador e enfrenta a prova como mais uma etapa na sua evolução e «procurar entrar nos pontos que nos permitam fechar de forma positiva este campeonato» diz o piloto do Skoda Fabia R5. Mesmo assim, Pedro Almeida não esconde que a próxima época já faz parte dos seus pensamentos, pelo que «vamos explorar ao máximo a competição para melhorar setup no carro. Os testes dão-nos indicadores, mas na competição tiramos sempre novas referências para o futuro, que serão fundamentais para a evolução que desejamos».

A prova algarvia tem meia centena de pilotos inscritos e, além das decisões do titulo nacional de pilotos, pontua também para o FIA Iberian Rally Trophy .

O Casinos do Algarve começa esta sexta-feira, com o Shakedown e Qualifying Stage logo pela manhã, na zona de Porches, tendo depois 10 classificativas cronometradas, que se estendem até à tarde de sábado.

Pedro Almeida fez estreia com Miguel Ramalho

Pedro Almeida e Miguel Ramalho terminaram o Rali Vidreiro no sétimo lugar da geral do Campeonato de Portugal de Ralis, uma prova que foi de estreia para a dupla dentro do Skoda Fabia R5. O Rali Vidreiro teve lugar no passado fim-de-semana na Marinha Grande.

Para o piloto a estreia com Miguel Ramalho foi positiva.

O Miguel Ramalho foi uma preciosa ajuda e a enorme experiência que tem ajudou a uma rápida adaptação e a um entendimento que nos fez andar dentro das nossas expectativas e a melhorar o nosso registo ao longo do rali

No Rali Vidreiro Pedro Almeida sentiu-se mais confortável com o carro, ao contrário do Rali de Amarante. “Testamos um novo set-up no carro e a escolha acabou por nos dar mais confiança para a estrada. O primeiro objetivo era o de melhorar a performance e conseguimos fazer isso, em especial na parte final do rali, com registos condizentes com o que ambicionamos” acrescentou Pedro Almeida.

Pedro Almeida está já a pensar no Rali do Algarve, a ultima prova do calendário de 2019. “Esta temporada tem sido de grande aprendizagem, em busca de melhorar o rendimento e de chegar mais perto do pelotão da frente do campeonato. É um longo caminho que temos a percorrer, estamos a dar passos nesse sentido e aqui no Rali Vidreiro sentimos alguma melhoria. O expectativa é de na última prova do ano fazer ainda melhor”.

Pedro Almeida e Miguel Ramalho vão voltar a estar juntos na última prova do calendário, nos dias 1 e 2 de novembro no Rali Casinos do Algarve.

Jorge Silva e Miguel Ribeiro entre os nomeados para “Famalicense D´Ouro”

Já são conhecidos os 24 nomeados para os troféus “Famalicense D’Ouro”, cujos vencedores serão conhecidos na noite de 11 de novembro, no Pavilhão Municipal, durante a gala de homenagem às estrelas do desporto famalicense. Os nomeados estão distribuídos por oito categorias: “Associação/Clube Desportivo do Ano”, “Dirigente do Ano”, “Treinador do Ano”, “Atleta Revelação do Ano” (Masculino e Feminino), “Árbitro do Ano”, “Evento Desportivo do Ano” (votação online) e “Prémio Excelência”.

De entre os nomeados, realce para Jorge Silva, presidente da direção do FC Famalicão, no Prémio Excelência; Miguel Ribeiro, FC Famalicão SAD, a Dirigente do Ano; João Marques, treinador de futebol feminino, a Treinador do Ano. O FC Famalicão também é candidato na categoria Associação/Clube Desportivo, juntamente com a AFSA e a Associação Team Baia.

Conheça, aqui, todos os nomeados:

ASSOCIAÇÃO/CLUBE DESPORTIVO DO ANO: Associação Team Baia; AFSA – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão; Futebol Clube Famalicão

DIRIGENTE DO ANO: Gilberto Enes – Associação Papa Léguas de Famalicão; Márcio Sousa – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão; Miguel Ribeiro – Futebol Clube Famalicão

TREINADOR DO ANO: João Marques – Sport Lisboa Benfica; Ricardo Costa – Seleção Nacional do Clero; Rui Baptista – Futebol Clube Famalicão

ATLETA REVELAÇÃO FEMININO: Catarina Martins – Famalicense Atlético Clube; Mafalda Guedes – Escola de Ténis da Maia; Inês Silva – Clube de xadrez A2D

ATLETA REVELAÇÃO MASCULINO: Francisco Silva – Escola Atletismo Rosa Oliveira; Gonçalo Machado – Associação Desportiva de Valongo; Tomás Araújo – Sport Lisboa Benfica

ÁRBITRO DO ANO: João Pinheiro – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão; Teresa Oliveira – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão; Alcides Ribeiro – Federação Portuguesa Alex Ryu Jitsu

EVENTO DESPORTIVO DO ANO (VOTAÇÃO ONLINE): Rali de Famalicão – Associação Team Baia; Torneio Internacional Cidade de Famalicão – Clube de Xadrez A2D; Duatlo de Famalicão – Associação Amigos do Pedal – Famalicão

PRÉMIO EXCELÊNCIA: Sérgio Costa e Rita Almeida – Academia Gindança; Ana Azevedo – Futebol Clube de Vermoim; Jorge Silva – Futebol Clube Famalicão

A escolha dos vencedores cabe agora ao júri da iniciativa, composto por várias individualidades ligadas ao mundo do jornalismo. Exceção para a categoria “Evento Desportivo do Ano” para a qual estão nomeados o Rali de Famalicão, promovido pela Associação Team Baia, o Torneio Internacional Cidade de Famalicão, organizado pelo Clube de Xadrez A2D, e o Duatlo de Famalicão, promovido pela Associação Amigos do Pedal, e cujo vencedor será escolhido através de uma votação online que decorrerá entre os dias 10 de outubro e 10 de novembro, em www.famalicao.pt.

Para além dos “Galardões do Júri”, serão ainda entregues os “Galardões dos Campeões”, atribuídos a todos os atletas e equipas que na época desportiva de 2018 e 2018/2019 tenham vencido competições de nível internacional e/ou nacional e tenham submetido candidatura.

Taça de Portugal de Rally em carros elétricos passa por Famalicão

A primeira edição da Taça de Portugal de Rally em Carros Elétricos vai passar por Famalicão no dia 26 de outubro, na Avenida de França.

A iniciativa conta com o apoio da AMAVE – Associação de Municípios do Vale do Ave e envolve os municípios de Guimarães, Fafe, Vizela, Famalicão e Santo Tirso.

Esta é uma competição reservada a viaturas de série, que vão correr em circuitos citadinos e de rally, além de rampas. Vence quem for mais regular.

Esta Taça de Portugal Novas Energias começa no dia 25 de outubro, em Guimarães, e termina no dia 27, em Santo Tirso.

A apresentação da prova decorreu esta semana, na sede da AMAVE. Esteve presente, o presidente da Câmara de Famalicão. Paulo Cunha disse que o objetivo é provar que se pode ser competitivo e, ao mesmo tempo, amigo do ambiente. «Não escondemos que esta é uma competição com dimensão pedagógica», comentou Paulo Cunha.

Most Popular Topics

Editor Picks