Selo de qualidade para Escola de Artes de Famalicão

A ACE – Escola de Artes de Famalicão foi distinguida com o Selo de Qualidade, em conformidade com o Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e a Formação Profissionais (Quadro EQAVET). Uma avaliação válida para os próximos três anos.

A ACE (Porto/Famalicão) foi alvo de uma auditoria em setembro por parte da entidade competente, a ANQEP. No decorrer desta ação, foram ouvidos intervenientes e apreciada documentação.

O EQAVET é um instrumento através do qual se pretende documentar, desenvolver, monitorizar, avaliar e melhorar a eficiência da oferta da Educação e Formação Profissional e a qualidade das práticas de gestão. Tem como objetivos promover a empregabilidade das (os) alunas (os) recém-formadas (os), o equilíbrio entre a oferta e a procura das suas competências e qualificações, a par do acesso inclusivo à educação.

 

Famalicão: Selo Europeu de Qualidade para Agrupamento D. Sancho I

O Agrupamento de Escolas D. Sancho I foi distinguido com o Selo Europeu de Qualidade pelo projeto “United Europe”, orientado pelas professoras Ama Maria Azevedo e Ana Isabel Santos.

«Continuaremos num caminho de desenvolvimento de Projetos eTwinning, por acreditarmos numa forma de trabalhar diferente e no contributo para o desenvolvimento de competências estruturantes nos alunos. Todos os envolvidos, professores e alunos, aprendem muito com a metodologia de projeto, através da partilha de práticas com colegas de outras escolas e de outros países, da planificação e realização de atividades conjuntas, da utilização das ferramentas web 2.0, tornando-se mais abertos e recetivos a novas formas de aprendizagem motivadoras e promotoras do perfil do aluno à saída do Ensino Secundário», analisa a diretora do Agrupamento, em nota à imprensa, recordando que o projeto já tinha recebido dois selos nacionais de qualidade a distinguir o mesmo projeto.

 

Famalicão: Serviços Municipais de Ação Social, Ambiente e Piscinas Municipais com qualidade certificada

Os serviços de Ação Social, Ambiente e Piscinas Municipais estão certificados conforme a norma internacional ISSO 9001. A Câmara Municipal de Famalicão viu também renovada a certificação da qualidade dos serviços prestados pelo Balcão Único de Atendimento, serviços de gestão urbanística e da juventude.

Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, «esta aposta é muito importante para que possamos prestar um serviço público de qualidade aos famalicenses. Precisamos de ferramentas que nos ajudem a atingir esses patamares, de um olhar externo, de alguém que nos ajude a encontrar melhores caminhos para o exercício da função para que fomos mandatados».

Além de elogiar o trabalho dos colaboradores municipais, o autarca famalicense revela a ambição e que outros serviços municipais venham também a receber este selo de qualidade.

Câmara de Famalicão vai monitorizar a qualidade do ar

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em parceria com a Universidade Lusíada de Famalicão, vai instalar no concelho dez estações meteorológicas para monitorização da qualidade do ar no território.

Os equipamentos serão implementados ao longo do próximo ano no Centro Escolar de Ribeirão, EB1 de Oliveira S. Mateus, Centro Escolar de Joane, Centro Escolar do Louro, EB1 de Cabeçudos, EB1 de Gondifelos, EB1 de Landim, na Universidade Lusíada, na Casa do Território, no Parque da Devesa, e na EB1 Vale do Este.

Serão recolhidas e analisadas as seguintes variáveis: velocidade do vento, direção do vento, quantidade de chuva, temperatura, humidade relativa, pressão atmosférica e inicio ao estudo da variável de dióxido de carbono.

Refira-se que o projeto está enquadrado na política de educação ambiental e, simultaneamente, educativa da autarquia famalicense, uma vez que os equipamentos instalados vão permitir a recolha de dados com o envolvimento de estudantes e docentes no processo.

Foi de resto, nesse sentido, que nos últimos dias os agrupamentos de escolas participantes no projeto estiveram envolvidos num conjunto de iniciativas formativas com a Universidade Lusíada para uma boa exploração dos equipamentos a instalar.

Refira-se ainda que a parceria com a Universidade Lusíada de Famalicão permitirá a aquisição, monitorização, tratamento e divulgação dos dados recolhidos à comunidade.

Contribuir para uma melhor compreensão e gestão das variáveis associadas ao meio ambiente é um dos principais objetivos deste projeto de monitorização da qualidade do ar, que terá a duração de três anos.

Most Popular Topics

Editor Picks