“Projeto Gritar” é um «bom exemplo» contra a violência

O “Projeto Gritar: Associação para a Erradicação da Violência”, que nasceu há menos de um ano em Joane, recebeu, na manhã desta sexta-feira, a visita de Jorge Paulo Oliveira, deputado à Assembleia da República.

Margarida Oliveira da Rocha, presidente da associação, e Susana Vilarinho, coordenadora geral, deram a conhecer a associação que tem como principal objetivo lutar e travar a violência contra as mulheres, crianças e idosos. Como afirmam, pretendem «travar a violência do zero aos cem».

A associação integra a Comissão Social Inter Freguesia de Joane, Vermoim, Pousada de Saramagos e Mogege e está apostada no combate à erradicação da violência pelo desenvolvimento de ações preventivas e formativas para uma educação de não violência, dirigida aos mais variados atores.

Segundo o deputado social democrata «apesar de todos os progressos alcançados no combate às mais variadas formas de violência, há ainda um longo caminho a percorrer, um caminho que exige o envolvimento de todos e do poder político». Por isso, assinalou, «é uma enorme satisfação verificar que em Vila Nova de Famalicão há cidadãos mobilizados para esta causa, que se associam, que se organizam em rede, que querem ser uma força no combate a este flagelo e uma força na mudança cultural que se impõe. O Projeto Gritar é um bom exemplo dessa determinação, entre outros, cujo trabalho no terreno deve ser valorizado e acarinhado».

Most Popular Topics

Editor Picks