Famalicão: Engenho distinguida com o Prémio BPI “la Caixa”

A Engenho é uma das entidades distinguidas com o Prémio BPI “la Caixa” Seniores, sendo a única famalicense entre as 24 selecionadas em todo o país.

No total são distribuídos 750 mil euros, o que dá à Engenho a quantia de 31.250 euros.

Os prémios inserem-se na política de responsabilidade social do BPI e são financiados pela Fundação ”la Caixa”, entidade que desde 2018 impulsiona iniciativas de carácter social, científico e cultural.

Estes prémios BPI “la Caixa” destinam-se a promover a integração social e o envelhecimento ativo de pessoas em vulnerabilidade social. Por isso, vários dos projetos distinguidos atuam nos domínios dos serviços domiciliários, de combate ao isolamento social e do apoio às demências.

No total, os projetos selecionados vão apoiar 3.300 beneficiários diretos.

Este ano, que vai na 8.ª edição, foram recebidas 214 candidaturas, que foram sujeitas a avaliação segundo critérios de qualidade, sustentabilidade e relevância dos projetos.

Prémio de História Alberto Sampaio será entregue em Famalicão

Francisco Duarte Mangas vence Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco

O escritor Francisco Duarte Mangas venceu o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, com a obra “Pavese no café Ceuta”, editado pela Teodolito.

A decisão foi tomada pelo júri, composto pelas professoras e investigadoras Isabel Cristina Mateus e Maria de Lurdes Sampaio e pelo escritor Liberto Cruz.

O prémio instituído em 1991 é atribuído em conjunto pela APE e pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, contando com um valor de 7.500 euros.

Francisco Duarte Mangas nasceu em 1960, em Rossas, no concelho de Vieira do Minho, sendo jornalista, poeta e ficcionista, com obra publicada desde a década de 1980.

(Foto: Augusto Baptista)

Helena Buescu vence Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho

A ensaísta Helena Buescu venceu por unanimidade o Grande Prémio de Ensaio da Associação Portuguesa de Escritores (APE) com a obra “O poeta na cidade – A literatura portuguesa na História”, publicada em livro em 2019 pela Imprensa Nacional Casa da Moeda.

Helena Buescu, de 63 anos, professora catedrática de Literatura Comparada na Universidade de Lisboa, tem mais de uma centena de ensaios publicados, em livro e em periódicos.
Foi fundadora e diretora do Centro de Estudos Comparatistas, da Universidade de Lisboa.

O Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho, atribuído pela APE em conjunto com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, tem um valor monetário de 7.500 euros.
O júri desta edição foi composto por Cândido Oliveira Martins, Joana Matos Frias e Manuel Frias Martins.

Desde 2010, o prémio já distinguiu Victor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil, Manuel Frias Martins, José Carlos Seabra Pereira, Isabel Cristina Rodrigues, Helder Macedo e Joana Matos Frias.

Famalicão: PASEC vence prémio BPI “La Caixa”

A PASEC foi uma das instituições vencedoras do Prémio BPI “la Caixa” 2020. O montante a distribuir é de 750 mil euros por 31 projetos, e a PASEC vai receber 20 mil euros.

O foco dos projetos é o trabalho com as crianças em situação de vulnerabilidade social e o reforço das competências parentais. Como é do conhecimento público, a PASEC trabalha em vários bairros da cidade de Famalicão, usando a dança, o teatro e a música como ferramentas de integração e capacitação social.

Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho com candidaturas abertas

Os interessados no Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho devem apresentar os livros a candidatura até 30 de junho.

Este prémio, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, tem um valor monetário de 7.500 euros.

O regulamento indica como válidos ensaios literários, em português e de autor português, publicados em livro, em primeira edição, no ano anterior ao da entrega ao concurso.

Most Popular Topics

Editor Picks