Rali: Pedro Almeida em mais uma prova do europeu de ralis

Pedro Almeida e Hugo Magalhães estão em Espanha para disputar o Rally Islas Canárias, pontuável para o ERC – European Rally Championship e ERC Júnior, a realizar desta quinta-feira até sábado. Aos comandos do Peugeout 208Rally4, a dupla procura ganhar conhecimento do rali e crescer na competição.

A época tem sido atípica, «mas temos conseguido conjugar uma série de provas, que vão ser importantes para o futuro. É a primeira vez que vamos fazer o Islas Canárias e, acima de tudo, queremos ter um melhor conhecimento do rali e andar rápido»,disse Pedro Almeida.

O Rally Islas Canárias é mais uma prova de asfalto e também mais uma prova do europeu que o piloto está a concretizar nesta temporada. «O calendário foi completamente alterado e as provas do europeu que estamos a fazer permitem-nos estar em competição, tomar conhecimento de ralis que nunca havia realizado e, assim, estar também melhor preparado para o futuro». O objetivo é, assim, «ganhar consistência».

Esta é também a 200.ª vez que o navegador Hugo Magalhães vai estar à partida de um rali. «Motivo de satisfação mas, acima de tudo, de motivação para dobrar estes números, trabalhando com determinação», disse o co-piloto natural de Fafe, um dos mais experientes do panorama internacional.

O Rally Islas Canarias tem partida oficial esta quinta-feira à noite; já as 17 especiais de classificação disputam-se ao longo dos dias de sexta-feira e sábado.

Rali: Problemas no carro tiram Pedro Almeida do Rali Terras D´Aboboreira

Pedro Almeida e Hugo Magalhães não vão alinhar no Rali Terras D’Aboboreira, depois de no decorrer do Shakedown desta sexta-feira ter sido detetado um problema no Peugeot 208 Rally4.

Nos testes realizados esta manhã a equipa sofreu uma saída de estrada, devido à quebra dos pernos na roda dianteira do carro, situação que já se havia registado no decorrer do teste de preparação.

«Apesar de todos os esforços que fizemos na assistência e por este problema se repetir (o mesmo havia sucedido com outro carro igual em testes realizados recentemente), em conjunto com a The Racing Factory, decidimos que não estavam reunidas as condições para, em segurança, alinhar no Rali Terras D’Aboboreira», explicou o piloto famalicense, momentos antes do arranque do Rali.

Piloto e co-piloto estão já focados no próximo rali, a realizar dentro de uma semana em La Nucia, em Espanha, a contar para a Peugeot Rally Cup Iberica.

Rali: Pedro Almeida e Hugo Magalhães correm em Espanha

Esta sexta-feira e sábado, Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão disputar o Rally Princesa das Astúrias, pontuável para o trófeu Peugeot Rally Cup Iberica.

O piloto famalicense vai apostado em somar pontos «e lutar pelo melhor rali que possamos fazer». A prova, reconhece, «é uma novidade para nós e sabemos que vamos ter pela frente um conjunto de equipas que conhecem melhor o traçado, mas partimos com a confiança de que hoje estamos melhor que há meses atrás e vamos em busca de um resultado que nos permita continuar a estar entre os melhores nesta Peugeot Rally Cup Ibérica».

A prova realiza-se no dia de sábado com 8 especiais de classificação.

Rali: Pedro Almeida conquista terceiro lugar europeu

Pedro Almeida e Hugo Magalhães terminaram na terceira posição o Rally de Montelongo, em Fafe, na categoria ERC3 e ERC3Júnior, prova que trouxe a Portugal os melhores pilotos do European Rally Championship (ERC).

«Aprendemos muito neste rali com inúmeras situações diferentes, de classificativa para classificativa. Ou era o piso ou as condições meteorológicas que se alteravam, que nos obrigaram a uma dinâmica de pneus e de afinações muito desafiante. Chegar ao fim com este resultado deixa-nos muito satisfeitos», revela Pedro Almeida.

O jovem piloto famalicense, ao volante de um Peugeot 208 Rally 4, confessou que «a aprendizagem e crescimento faz-se neste tipo de corridas, com pilotos com um ritmo elevado e com muitas classificativas (foram 18), que nos obrigam a dar o máximo, melhorando a nossa performance».

Assim, no passado fim de semana, num rally difícil e competitivo, o piloto traça um balanço positivo: «não conhecia Fafe em asfalto e gostei muito. Nunca pensei encontrar uma prova tão desafiante. As especiais são muito rápidas, a meteorologia tornou-as escorregadias, e estes ingredientes deram à prova um grau de exigência elevado, em que ao mínimo erro sabíamos que podíamos acabar fora da corrida. Pela primeira vez andámos à chuva com o 208 Rally4 e saímos com confiança pelo comportamento que conseguimos com o carro».

Pedro Almeida e Hugo Magalhães voltam à estrada já no próximo fim-de-semana, desta vez em prova a contar para o Campeonato de Portugal de Ralis e Peugeot Rally Copa Ibérica, com participação no Rali Vidreiro na Marinha Grande. «É prova dos campeonatos que estamos a disputar e onde queremos voltar a lutar pelo melhor resultado. Fafe deu-nos essa confiança» rematou Pedro Almeida.

Pedro Almeida testa ritmo no Rally Fafe Montelongo da ERC

Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão participar no Rally Fafe Montelongo, prova da ERC-European Rally Championship, que se realiza este fim de semana. «O nosso objetivo é andar rápido e próximo dos melhores e mais experientes pilotos do ERC júnior, testar o nível competitivo e melhorar o ritmo ao segundo por quilómetro. É esta determinação que levamos e o desafio que temos pela frente, para um rally muito exigente pela quilometragem, pela sequência de classificativas e pela rapidez do traçado», analisa o piloto.

Recorde-se que Pedro Almeida decidiu este ano fazer um conjunto de provas do ERC, tendo já participado na prova de Roma.

O Rally de Fafe Montelongo, disputado em pisos de asfalto, traz a Portugal os principais pilotos do ERC. Tem seis classificativas, repetidas por três vezes pelos pilotos, num total de 18 especiais contra o cronómetro.

Mesmo participando na prova do ERC, Pedro Almeida e Hugo Magalhães vão disputar, na próxima semana, a prova da Peugeot Rally Cup Iberica e Campeonato de Portugal.

Rali: Pedro Almeida confiante para a Ilha da Madeira

Pedro Almeida e Hugo Magalhães estão confiantes para o Rali Vinho da Madeira e partem com o objetivo de rodar entre os primeiros na sua categoria.

O Rally Vinho da Madeira 2020 tem dezasseis especiais de classificação, divididas pelos dias de sexta-feira e sábado. Os pilotos têm pela frente cerca de 160km cronometrados nas muito rápidas e sinuosas estradas da Ilha da Madeira.

O piloto famalicense reconhece a «dificuldade dessas especiais, muito rápidas, muito técnicas e muito exigentes ao nível da condução». Há duas semanas, a dupla fez o Rali da Calheta, prova em que levou o Peugeot208R4 ao triunfo entre os carros de 2RM. «O Rali da Calheta deu-nos bons indicadores, fizemos acertos importantes no carro, e se ai conseguimos andar bem no asfalto da Madeira, agora queremos repetir a performance, mesmo sabendo que o nível estará mais elevado e a luta ao cronómetro vai ser muito intensa», apontou o piloto.

«Estamos a construir o nosso caminho, temos cada vez mais conhecimento do Peugeot208Rally4 e isso permite-nos evoluir nos registos que temos feito. Óbvio que se conseguir ser o melhor não vou deixar-me ficar atrás de quem quer que seja, mas gostava de deixar claro que o nosso trabalho, meu, do Hugo e da The Racing Factory, é focado em progressão, em melhorar comportamentos e conhecimento como piloto. São estas bases que nos vão fazer estar mais próximos das vitórias», apontou Pedro Almeida.

Toda a equipa aproveitou o dia de terça-feira para os reconhecimentos das SS do Vinho da Madeira e para os últimos testes. «O Peugeot é um carro que nos tem dado bons indicadores e os testes que realizamos permitiram-nos perceber ainda melhor o que podemos tirar da máquina para a exigência do rali e intensidade da corrida», analisou o piloto.

Most Popular Topics

Editor Picks