Famalicão: Famalicenses comprovam o seu espírito solidário

A campanha solidária natalícia que a Câmara Municipal lançou em todo o concelho recolheu mais de 7 toneladas de bens alimentares e produtos de higiene, cerca 600 peças de roupa e mais de meio milhar de brinquedos e livros.

Através da Cabana Solidária do Pai Natal, que esteve na Praça D. Maria II de 12 a 24 de dezembro, da campanha comunitária Todos por Todos, lançada com o apoio das Juntas de Freguesia e das Comissões Sociais Inter Freguesia (CSIF) e que decorreu nas sedes das Juntas de Freguesia, nos Agrupamentos de Escolas, estabelecimentos comerciais e empresas, os famalicenses voltaram a mostrar a sua veia solidária a favor das famílias mais necessitadas do concelho.

No âmbito da Campanha de Natal Todos por Todos foram angariados cerca de 5 mil euros em donativos monetários de particulares e empresas que, juntamente com os alimentos e bens doados, vão ajudar mais de quinhentas famílias famalicenses.

Famalicão: Conheça a montra vencedora do concurso de natal

O Concurso de Montras de Natal da Associação Comercial e Industrial de VN Famalicão já tem as votações fechadas e a montra vencedora é da Ourivesaria Augustos Antiquários, cuja fotografia obteve um total de 5320 votos.
O prémio é oferecido pela Valpitravel e a data de entrega e o local serão anunciados em breve pela ACIF.
A 2ª edição do Concurso de Montras de Natal decorreu de 1 a 30 de dezembro de 2020.

Famalicão: Mensagem de Natal do presidente da Câmara Municipal

Natal com afeto

O Natal é e sempre será uma época do ano muito especial, repleta de magia e comunhão familiar.

Neste ano, particularmente difícil e atípico devido à pandemia que assola o mundo, o Natal será, seguramente, vivido de forma diferente por todos.

A pandemia da Covid 19 condicionou as nossas vidas, fez adiar projetos, criou ansiedade e até muita tristeza. Tirou-nos o calor dos afetos.

Por isso, será um Natal diferente, mas não podemos deixar que isso nos esmoreça.

Temos que viver a vida possível, desfrutar do que é possível desfrutar, com responsabilidade e respeito pelos outros.

Sabemos que há muitas famílias que estão a viver momentos de incerteza e preocupação. Mas o Natal é uma oportunidade para celebrarmos a vida, para redobrarmos a esperança num futuro melhor, para reforçarmos o nosso sentido de responsabilidade de compromisso connosco e com os outros.

Vamos acreditar num amanhã melhor e, sobretudo, vamos fazer o que está ao nosso alcance para que isso aconteça.

E ainda que com limitações e condicionamentos, o Natal será sempre a festa da família! Um motivo de união comunitária, de partilha e de valorização do que nos está próximo.

E ajudar os nossos semelhantes pode ser tão fácil.

Comprar no comércio tradicional é proteger os nossos comerciantes.

Aderir às campanhas solidárias é proteger os nossos concidadãos que mais precisam.

Participar nas iniciativas culturais possíveis é valorizar os nossos agentes culturais.

Oferecer produtos famalicenses é proteger os nossos produtores.

 

Um Santo e um Feliz Natal e um Ano Novo com saúde, paz e felicidade.

Paulo Cunha

Presidente da Câmara Municipal

«Vamos continuar este caminho que é o FC Famalicão»

Jorge Silva já transmitiu, nas redes sociais, os votos de boas festas «a esta grande família que é o Futebol Clube de Famalicão».

O presidente do clube fala de um ano «diferente e difícil», que trouxe uma nova realidade «que nos tem afastado daqueles que tanto gostamos e que tantas dificuldades nos tem criado».

Com um voto de esperança, Jorge Silva acredita «que tudo vai passar e juntos vamos continuar este caminho que é o Famalicão, vibrando com os nossos sucessos quer no estádio, quer na academia».

«No Famalicão jogamos sempre com mais do que onze»

Na mensagem de Natal que dirigiu a todos os sócios e adeptos do FC Famalicão, Miguel Ribeiro, presidente da SAD, assume que «a ausência de público não tem contribuído para a afirmação do clube e bloqueou o nosso crescer».

A pandemia trouxe uma nova realidade «que limita muito o desempenho que gostaríamos de ter» e, por isso, a ausência dos famalicenses nas bancadas é uma dificuldade acrescida, porque «no Famalicão jogamos sempre com mais do que onze. Espero que em breve possamos estar juntos para celebrarmos as vitórias do FC Famalicão», frisa Miguel Ribeiro.

Apesar de uma época atípica, com a equipa distante dos patamares que exibiu na temporada passada, o dirigente mantém a meta de «colocar o Famalicão no topo, um clube cada vez maior, mas este não é um processo fácil. Exige compromisso, paixão, sacrifício, trabalho e muito apoio».

Natal com frio e vento

Sol, mas mais frio e vento até domingo. A temperatura começa a descer esta quinta-feira em todo o território continental. Na zona de Famalicão, as temperaturas máximas não vão além dos 13 graus e as mínimas chegam a zero na noite de sábado.

O IPMA prevê ainda a formação de neblinas e gelo matinal. O vento sopra do quadrante leste, mais intenso nas terras altas, onde pode chegar aos 80 km/hora.

É recomendado o uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura e a ingestão de bebidas quentes. Especial atenção para crianças, idosos e pessoas com doenças crónicas. Também aos sem-abrigo e trabalhadores que exerçam a atividade no exterior.

Os condutores devem ter uma condução defensiva em locais de provável formação de gelo.

Atenção especial às braseiras e lareiras porque podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono.

Most Popular Topics

Editor Picks