Atletas de dezasseis países correm na Meia Maratona de Famalicão

O número de atletas estrangeiros inscritos na Meia Maratona de Famalicão, que vai para a estrada na manhã do próximo domingo, tem vindo a aumentar. Para a edição deste ano, a prova conta com participantes de 16 países, entre eles Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Holanda, Turquia, Brasil, Canadá, Venezuela, Estados Unidos da América, Argélia, China, Israel e Austrália. Esta será, assim, a mais internacional das já realizadas.

A prova, que inclui uma Mini Maratona, terá mais de 2500 atletas e, na linha da frente, a lutar pelos melhores lugares, estão confirmados José Moreira (Sporting CP), segundo classificado em 2015, Mihail Lalev (SC Braga), Hélder Lopes, Jéssica Pontes (SC Braga), terceira classificada em 2018, Marisa Barros (SC Salgueiros), Diana Almeida (SC Braga) e Carla Machado (UD Várzea).

A Meia Maratona vai para a estrada no próximo domingo, com partida marcada para as 10 horas, na Avenida do Brasil. Os atletas seguem para o interior da cidade e retomam a Nacional 206, no sentido de Guimarães, entrando, depois, na estrada de acesso a Vale S. Cosme, correndo até Telhado, onde se dá o retorno de volta a Famalicão (parque de estacionamento junto ao Citeve, no Parque da Devesa).

Ainda são possíveis inscrições de última hora, este sábado, na Casa do Território, com um custo de 15 euros, para a Meia Maratona, e 8 euros para a Mini Maratona.

A prova é uma organização da Runporto, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Sexta edição da Meia Maratona de Famalicão é a mais internacional de sempre

O número de atletas estrangeiros inscritos na Meia Maratona de Famalicão, que vai para a estrada na manhã do próximo domingo, tem vindo a aumentar e, para a edição deste ano, a prova já regista participantes de 16 países, entre eles Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Holanda, Turquia, Brasil, Canadá, Venezuela, Estados Unidos da América, Argélia, China, Israel e Austrália. Esta será, assim, a mais internacional das cinco edições já realizadas.

A prova, que inclui uma Mini Maratona, foi apresentada na tarde desta quarta-feira, na Casa do Território, no Parque da Devesa, com a presença de Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal, e Jorge Teixeira, diretor-geral da Runporto, empresa responsável pela organização.

Dos mais de 2500 atletas esperados, na linha da frente e a lutar pelos melhores lugares estão confirmados José Moreira (Sporting CP), segundo classificado em 2015, Mihail Lalev (SC Braga), Hélder Lopes, Jéssica Pontes (SC Braga), terceira classificada em 2018, Marisa Barros (SC Salgueiros), Diana Almeida (SC Braga) e Carla Machado (UD Várzea).

Jorge Teixeira agradeceu o apoio da Câmara Municipal como «um sinal de confiança», porque, anotou, «somos uma equipa em prol de Vila Nova de Famalicão». O dirigente confia que esta edição será, novamente, um sucesso, perspetivando ver as ruas de Famalicão cheias de atletas e de muitos populares a assistirem à corrida de 21 km e aos 6km da mini maratona, aberta a toda a família.

Para Paulo Cunha, que tem feito os 21km desde a primeira edição, este é um evento para toda a comunidade porque passa pelo centro da cidade, mas também segue pela periferia, numa mistura de ambiente urbano e rural que levará os atletas até Telhado, onde acontece o retorno de volta ao Parque da Devesa, onde termina a prova principal. «Como sempre espero muito apoio e incentivo nas ruas para os atletas», pediu o autarca que, mais uma vez, falou da promoção da qualidade de vida da comunidade «pela prática desportiva que é, cada vez mais, intensa e visível entre os famalicenses».

A Meia Maratona de Famalicão é já uma referência na região norte do país. A edição deste ano vai para a estrada no próximo domingo e tem partida marcada para as 10 horas, na Avenida do Brasil e chegada no parque de estacionamento junto ao Citeve. É uma prova composta por duas distâncias, a Meia Maratona com 21 km e a Mini Maratona com 6 km.

Castanhas e massas nos Dias à Mesa

Novembro combina com castanhas e esse é o principal ingrediente do programa municipal Dias à Mesa. Desta sexta-feira a domingo, as castanhas são as convidadas especiais das ementas dos restaurantes aderentes que são o Alfa, o Bisconde, o Fondue, o Ganesh Club, o Moutados de Baixo, O Prato, o Patéo das Figueiras, o Torres e a Vinha Nova.

Esta é também uma forma de Vila Nova de Famalicão se associar à festa de S. Martinho, que se comemora no dia 11 de novembro.

Nos restaurantes, são apresentadas propostas doces ou salgadas, onde a castanha é rainha. Tudo bem harmonizado com o bom vinho verde da região. Já diz o ditado, pelo S. Martinho, “Vai à adega e prova o vinho”.

Entre os dias 21 e 24 de novembro são as massas quem mais ordena, num complemento com a Meia Maratona, que se realiza no domingo, dia 24. Procurando associar as massas ao desporto, o município de Famalicão desafia todos, desportistas ou não, a experimentarem as propostas gastronómicas à base de massas. A boa cozinha regional associa às massas uma enorme variedade de outros produtos, conferindo-lhe um intenso colorido e um sabor irresistível. São aderentes o Bubbles, o Fusilli, a Massa & Café, o Moutados de Baixo, o Refresco e o Torres.

Associado ao programa Dias à Mesa está o alojamento famalicense, nomeadamente a Casa Ana Monteiro, Casa das Cortinhas, Casa de São Brás, Casa do Laranjal, Country House, Hotel Moutados, Saladestar, Villa Prime Hotel, Vitória’s House, Vivenda Mendes, Vivenda Mendes 2 e Wake Up Famalicão, com a oferta de 10% de desconto durante a realização da iniciativa.

Refira-se que os Dias à Mesa, propostos pelo município de Famalicão, tiveram início no Carnaval. Foram oito fins-de-semana gastronómicos que conjugaram os melhores paladares com uma agenda cultural e desportiva.

Most Popular Topics

Editor Picks