Alunos da CESPU vão ter hospital escola

O Trofa Saúde Hospital do Senhor do Bonfim, em Vila do Conde, vai permitir que centenas de alunos possam lidar com cenários reais; utilizar tecnologias de ponta; contactar com novos métodos e equipamento hospitalar, bem como interagir com os sistemas informáticos essenciais na prestação de cuidados de saúde.

O novo Hospital Escola, pretende implementar formação para diversas profissões da saúde, com destaque para o ensino da Medicina, entre outros, para que os estudantes e futuros profissionais tenham a possibilidade de experienciar todas as vivências de um grande hospital, interagindo adequadamente com profissionais já formados, utentes e também apoio às respetivas famílias.

O projeto educativo surge na sequência da criação da Associação Ensinar Saúde Norte, no âmbito de uma parceria entre a CESPU – Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário, e o Grupo Trofa Saúde (GTS).

O GTS vai disponibilizar as instalações do Senhor do Bonfim aos estudantes da CESPU para o ensino das profissões da saúde e, por outro lado, a instituição de ensino, que tem um polo em Vila Nova de Famalicão, disponibilizará também recursos humanos adequados ao ensino pré-graduado, integrando-os na dinâmica do hospital.

O anúncio oficial terá lugar na manhã de terça-feira, dia 14, em conferência de imprensa, no âmbito de uma sessão científica, denominada “Ensinar Saúde”, que contará com a presença, entre outros, do ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, da Vice Reitora da Universidad Alfonso X – El Sabio de Madrid, Iris Núñez Trebol, e de vários professores da Faculdade de Medicina do Porto.

O Trofa Saúde Hospital do Senhor do Bonfim tem 570 camas, 7 dos mais modernos blocos cirúrgicos e uma moderna unidade de cuidados intensivos, entre outras valências.

Centro Hospitalar assinala 40 anos do SNS com homenagem a 45 profissionais

O Centro Hospitalar do Médio Ave assinala, este domingo, os 40 anos do Serviço Nacional de Saúde, com uma homenagem a 45 profissionais no ativo que servem o SNS desde o início. Este evento decorre, a partir das 15h15, na entrada principal da Unidade de Famalicão.

No dia seguinte, no salão nobre da Unidade de Santo Tirso e no refeitório de Famalicão, tem lugar um convívio com os profissionais para assinalar o aniversário do SNS com a “família CHMA”. Serão, ainda, realizadas exposições tendo como temáticas “40 anos – 40 fotografias do CHMA”, “SNS em tela – A visão dos Serviços” e “O SNS nas mãos das crianças”, que são trabalhos apresentados por escolas e creches de Famalicão e Santo Tirso.

Famalicão já tem consultas de medicina dentária através do Serviço Nacional de Saúde

Já está a funcionar, na Unidade de Saúde de Delães, em Vila Nova de Famalicão, o gabinete médico dentário, que disponibiliza consultas através do Serviço Nacional de Saúde.

O gabinete que entrou em funcionamento no início deste mês, resulta da adesão do municipio de Famalicão ao programa “Saúde Oral para Todos”, promovido pelo Governo. Com este programa, a autarquia assumiu todos os encargos financeiros com os equipamentos necessários para a criação do consultório, através de um investimento municipal de cerca de 50 mil euros. Por sua vez, o Governo assegura os recursos humanos habilitados (médico dentista e auxiliar técnico), os consumíveis necessários e as adequadas condições de funcionamento do espaço.

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, e a vereadora da saúde, Sofia Fernandes, visitaram o espaço na passada quinta-feira, sendo acompanhados pelo diretor executivo da Unidade de Saúde, Ivo Sá Machado, e pelo diretor clínico, Frederico Salgado.

O autarca mostrou-se muito satisfeito com “a criação desta nova resposta médica e social no concelho”. “Desta forma, conseguimos garantir a toda a população o acesso à prestação de cuidados de saúde essenciais e de proximidade”, adiantou, salientando que “as autarquias desempenham, ao nível local, um papel preponderante, no âmbito do bem-estar das populações, constituindo-se como uma plataforma naturalmente capaz de congregar os vários domínios de atuação das políticas públicas”.

Ivo Sá Machado, por sua vez, destacou “as excelentes condições do gabinete médico” e destacou a importância desta “nova resposta de saúde para a população”.

Uma das primeiras utentes a beneficiar da consulta dentária foi Maria da Conceição, de Riba de Ave, que considerou a medida “muito boa e essencial para uma vida melhor”. “Se estas consultas existissem há mais tempo, não teria chegado ao ponto de gravidade que estou hoje e teria mais qualidade de vida”, salientou.

Para aceder às consultas dentárias, os utentes devem solicitar o serviço ao médico de familia, que faz o reencaminhamento necessário.

Refira-se que o investimento do município surge no âmbito das políticas de apoio social desenvolvidas pela Câmara Municipal, através de uma parceria com a Administração Regional de Saúde do Norte, contribuindo para a promoção de uma política efetiva de combate às assimetrias territoriais e sociais.

Most Popular Topics

Editor Picks