Famalicão: Quatro cabazes de produtos locais para saborear neste natal

Neste Natal pode oferecer “produto que é nosso”. A sugestão é da Câmara Municipal de Famalicão e dos empreendedores locais que fazem parte do projeto Famalicão Made In.

Há quatro tipos diferentes de cabazes: sabores doces, sabores clássicos, sabores ancestrais e sabores tradicionais.

A partir desta sexta-feira, dia 27 de novembro, os cabazes já estão disponíveis em 15 pontos de venda: três supermercados, oito espaços de comércio local e quatro espaços de venda de produtos locais.

Podem também ser encomendados através dos números 926 984 666 e 252 111 884 ou do email [email protected].

A este projeto “produto que é nosso” estão associados 80 produtos de 30 empresas locais, desde vinhos verdes, enchidos, compotas, queijos, etc. Todos eles produtos de qualidade e que preenchem os critérios de qualidade do regulamento do projeto Made in.

Segundo o presidente da Câmara, «é uma excelente sugestão para este Natal. Oferecemos um presente saboroso com produtos de qualidade, ao mesmo tempo que apoiamos os produtores e a economia local»

Pontos de venda disponíveis para consulta em www.famalicaomadein.pt

 

Famalicão: Made In já ajudou a criar 150 empresas e mais de 1800 postos de trabalho

InaFoi inaugurada esta terça-feira, dia 20 de outubro, a terceira incubadora made in que fica no polo de ensino superior de Vale S. Cosme, denominado CIIES – Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior.

Esta incubadora surge pela necessidade de implantar mais projetos que entraram no Gabinete de Apoio ao Empreendedor. As outras duas incubadoras (Riopele e Globus) são mais vocacionadas para projetos ligados à indústria e serviços, a de S. Cosme é sob o mote da sustentabilidade e da economia circular. «O balanço dos bens que consumimos e os que ficam para as gerações vindouras é extremamente importante», realça o presidente da Câmara.

Passam já seis anos desde o início do Made In e da criação das incubadoras. «Seis anos de sucesso na relação entre o município e os empreendedores. Os números ajudam a demonstrar: as mais de 150 empresas criadas, os mais de 180 milhões de euros de investimento, os mais de 1800 postos de trabalho. São números relevantes neste processo», destaca Paulo Cunha.

Ao logo deste tempo, e apesar da crise provocada pela pandemia, o gabinete Made in não tem sentido uma diminuição no número de projetos, como referiu o vereador do Empreendedorismo, Augusto Lima. «Até 30 de setembro deste ano entraram no gabinete 370 novos projetos, mesmo com esta situação que estamos a viver». A tendência continua a ser os negócios tradicionais, nomeadamente ao nível dos serviços, mas com tendência para o comércio eletrónico.

A incubadora de S. Cosme tem capacidade para doze projetos e neste momento estão já instalados três. Rita Duro, com um projeto ligado ao calçado, encontrou o espaço que precisava para impulsionar o seu negócio.

Joana Fraga lançou um projeto de consultoria estratégica para o desenvolvimento de negócios no âmbito de atividades sustentáveis.

O empreendedor Vítor Silva criou a Translasiberica, que apresenta soluções de extração de fumos de soldadura.

Famalicão: “Produto que é nosso” no Supermercado Bandeirinha

A promoção dos produtos famalicenses está, agora, no supermercado Bandeirinha, na Rua Conselheiro Santos Viegas. A montra “produto que é nosso” está patente até 30 setembro, em lugar central e visível ao público.

Mais uma vez, estão disponíveis produtos de fumeiro, queijo, carnes frescas, padaria e doçaria, vinhos e licores, compotas, geleias e mel. Por exemplo, pode comprar os queijos Senras Dairy e Dom Villas, o Pão-de-Ló Burguês e os frescos da Quinta de Moldes.

A este projeto já estão associados 78 produtos de 29 produtores locais. Integram-se neste programa, os produtos do setor agroalimentar, agrícolas e transformados, que se enquadram na tipologia de produtos e nos critérios de avaliação e reconhecimento estabelecidos no regulamento.

Recorde-se que a promoção destes produtos já passou por outros hipermercados do concelho, sempre com o objetivo de promover o que é local e incentivar os produtores locais, alguns dos quais nascidos no âmbito do Made In, programa da Câmara Municipal de Famalicão.

 

Famalicão: Produto que é Nosso no Intermarché

Os produtos famalicenses da campanha “Produto que é nosso” estão em evidência, até 16 de setembro, no hipermercado Intermarché.

A campanha mostra ao consumidor o que de melhor há em Famalicão, desde produtos frescos, fumeiro, queijos, carnes frescas, padaria, doçaria, vinhos, licores, compotas, geleias e mel. Todos eles produtos “Made In Famalicão – Produto que é nosso”.

Além da valorização dos produtos famalicenses, “Produto que é nosso” tem por objetivo mitigar os efeitos da crise económica provocada pela covid-19.

Depois do E. Leclerc e, agora, do Intermarché, a campanha, promovida pela Câmara Municipal, segue depois para o supermercado Bandeirinha, onde fica de 17 a 30 de setembro.

Famalicão: “Produto que é nosso” no Intermarché

Produtos famalicenses da campanha “Produto que é nosso” estarão em evidência no hipermercado Intermarché de Calendário. A campanha, que decorrerá de 3 a 16 de setembro, mostra ao consumidor o que de melhor há em Famalicão, desde produtos frescos, fumeiro, queijos, carnes frescas, padaria, doçaria, vinhos, licores, compotas, geleias e mel. Todos eles produtos “Made In Famalicão – Produto que é nosso”.

Estão associados ao projeto 65 produtos de 27 produtores locais, certificados e com garantia de qualidade. Muitos deles nascidos no seio do Made In Famalicão, programa municipal que ajudou ao nascimento de várias empresas.

Além da valorização dos produtos famalicenses, “Produto que é nosso” tem por objetivo mitigar os efeitos da crise económica provocada pela covid-19.

Depois do E. Leclerc e, agora, do Intermarché, a campanha segue depois para o supermercado Bandeirinha, onde fica de 17 a 30 de setembro.

 

Famalicão: “Produto que é nosso” no E. Leclerc até 23 de agosto

Foi prolongada até 23 de agosto a campanha de divulgação e comercialização dos produtos locais, que terminaria esta semana, no E.Leclerc. O prolongamento da campanha é, para a Câmara Municipal, sinal do sucesso alcançado.

Trinta produtores famalicenses cujos produtos ostentam o selo “Made IN Famalicão – Produto que é Nosso” estão a vender no hipermercado E. Leclerc, fruto do protocolo estabelecido entre o município e algumas das principais superfícies comerciais do concelho.

A ilha “Produto que é Nosso” está numa área central do hipermercado e oferece ao consumidor desde produtos frescos ao fumeiro, queijos e carnes frescas, passando pela padaria e doçaria, pelos vinhos e licores e compotas, geleias e mel. Depois do E. Leclerc, a campanha segue para o Intermarché, de 3 a 16 de setembro, e para o Supermercado Bandeirinha, de 17 a 30 de setembro.

Most Popular Topics

Editor Picks