Militares famalicenses recebidos hoje por Marcelo Rebelo de Sousa

Dois militares famalicenses chegam hoje a Portugal de uma missão de paz na República Centro-Africana e serão recebidos pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Hugo Oliveira e Celso Gomes são dois jovens de Arnoso Sta.Maria. Hugo é tenente, com especialidade de cavalaria, e foi comandante de pelotão nesta missão ao serviço das Nações Unidas, Celso é sargento e já serviu Portugal numa missão no Kosovo.

Estes dois famalicenses, que integraram a 5ª força nacional destacada naquele país africano, serão rendidos por um novo contingente do qual faz parte outra famalicense, neste caso, a médica Joana Ramalho.

FAMALICENSE FAZ PARTE DO CONTINGENTE MILITAR QUE PARTIU PARA A REPÚBLICA CENTRO AFRICANA

MÉDICA FAMALICENSE NO GRUPO DE MILITARES QUE VAI PARA O REPÚBLICA CENTRO-AFRICANAJoana Ramalho médica/tenente é uma das 11 mulheres que fazem parte deste grupo de militares. A missão tem uma duração prevista de 6 meses e tem por objetivo assegurar a paz e a ordem neste país africano.Imagens: TVI

Publicado por Cidade Hoje em Quinta-feira, 12 de setembro de 2019

 

 

Trabalhadores de aeroportos realizam concentração na quarta-feira para exigir estacionamento

A iniciativa conta com a participação das comissões de trabalhadores (CT) da Portway e da TAP, além da da Grounforce, e com o Sindicato dos Técnicos de Manutenção e Aeronaves (Sitema) e o Sindicato dos Trabalhadores dos Aeroportos, Manutenção e Aviação (STAMA).

Segundo fonte da CT da Grounforce, os trabalhadores vão concentrar-se, em plenário, junto à entrada do metro no aeroporto de Lisboa, cerca das 11:00, deslocando-se de seguida para o Ministério das Infraestruturas e Habitação, para entregar ao ministro Pedro Nuno Santos o abaixo-assinado “Estacionamento nos Aeroportos, Para os Trabalhadores” com cerca de 2.000 assinaturas.

“Vamos entregar o abaixo-assinado ao Sr. Ministro e exigir a suspensão do pagamento de estacionamento nas zonas limítrofes aos aeroportos até que se encontre uma solução definitiva, bem como o pagamento de indemnização aos trabalhadores pelas multas de estacionamento suportadas desde a privatização da gestão dos aeroportos portugueses”, lê-se num comunicado divulgado pela CT da Grounforce.

Segundo explicou um elemento da CT à agência Lusa, “a ação é transversal a todos os trabalhadores dos aeroportos” e foram convidadas a aderir 17 estruturas representativas dos trabalhadores do setor da aviação e aeroportos.

“A maioria” dos funcionários dos aeroportos trabalha por turnos e, durante a noite, não há transportes públicos e os parques de estacionamento “são caríssimos e estão vazios”, disse a mesma fonte, afirmando que a situação está a dificultar a contratação de pessoal.

Funcionário da Ryanair morre atropelado no aeroporto de Lisboa

Um funcionário da Ryanair morreu, esta segunda-feira, atropelado no aeroporto de Lisboa por um veículo da mesma empresa.

O homem, de 47 anos, morreu no local. Fonte da PSP confirmou ao JN que o acidente aconteceu às 13.05 horas.

“Um agente de pista da Groundlink foi vítima de um acidente fatal durante uma manobra de estacionamento de um autocarro vazio numa zona designada para o efeito no aeroporto de Lisboa”, explicou fonte da Ryanair.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse à Lusa que estiveram no local “uma viatura do Hospital São José, uma ambulância e uma unidade móvel de intervenção psicológica”.

Fonte: JN

Most Popular Topics

Editor Picks