Famalicão: Landim ambiciona casa mortuária e novo parque de lazer

Quase concluída a primeira fase de requalificação do Largo dr. Fonseca Monteiro, no centro da freguesia de Landim, haverá uma segunda fase, ainda sem data para arranque, que implica a construção de um pequeno edifício com bar e biblioteca. Segundo o autarca de Landim, a freguesia «ganha um novo e aprazível espaço de lazer que até aqui Landim não tinha».

O espaço foi um dos vários locais visitados pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, na deslocação que efetuou à freguesia na passada quinta-feira, dia 24. O presidente da Junta aproveitou para chamar a atenção para a falta de uma Casa Mortuária e para a necessidade de um novo parque de lazer.

Em relação ao Largo das Tílias, o presidente da Câmara frisou que «este é um espaço muito frequentado pelos landinenses e um dos mais centrais da freguesia; daí a importância desta obra que vem trazer melhores condições para todos aqueles que utilizam este largo como ponto de convívio e lazer».

A obra contou com um apoio municipal na ordem dos 50 mil euros e vem dar uma nova vida a este espaço central da freguesia que serve de apoio para a realização de vários eventos, como é o caso da festa anual da Senhora das Candeias.

Paulo Cunha, que visitou a freguesia de Landim acompanhado pelo vereador das Freguesias, Mário Passos, e pelo presidente de Junta, foi também ver o trabalho de requalificação efetuado na rede viária, nomeadamente na Rua de Sande, na Travessa da Tapada, na Rua Joaquim Teixeira de Melo e na Avenida do Pinheiro Torto.

Famalicão: O crime foi em 2006, o julgamento em 2020

O Ministério Público acusa um homem de matar outro e de o ter enterrado num pinhal, em Landim. Além de homicídio qualificado agravado, profanação de cadáver, está acusado de detenção de arma proibida.

Os factos já remontam a 2006. Dois alegados amigos foram para um pinhal, isolado, experimentar uma arma. A vítima mortal era toxicodependência e procurava vender uma espingarda caçadeira de dois canos sobrepostos serrados. O arguido acabou por disparar para amigo, quando este se encontrava de costas a não mais de seis metros. Dando conta da morte do amigo, enterrou-o no local do crime.

A investigação nunca apurou o que aconteceu a esta vítima. Foi o próprio autor do crime que confessou o que aconteceu dez anos depois de ter matado o amigo.

Fiscalização rodoviária apanha traficante de droga em Landim

Um homem, de 44 anos, foi detido esta terça-feira, pela GNR de Riba de Ave, por tráfico de droga. A detenção aconteceu durante uma ação de fiscalização rodoviária, na freguesia de Landim. Na abordagem a um carro, com três ocupantes, os militares da GNR encontraram, na posse do condutor, 22 doses de heroína e 14 de cocaína, que foram apreendidas.

O detido, com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, foi constituído arguido.

Landim: Vaga de assaltos a casas durante a noite assusta população

Num espaço de poucas semanas, pelo menos três casas foram assaltadas, no lugar do Sobreiral, na freguesia de Landim, em Vila Nova de Famalicão.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, todos os roubos aconteceram no período da noite, em momentos em que não havia ninguém no interior das habitações. O último assalto aconteceu esta segunda-feira, tendo os autores do crime deixado um rasto de destruição.

Próximo desta habitação, no lugar de Campas, zona de fronteira entre Landim e Avidos, uma outra moradia, que estava para venda, ficou sem parte do recheio que tinha no seu interior. Os assaltantes conseguiram atuar durante a noite, sem que ninguém tivesse dado conta do que estava a acontecer.

Apesar de reportarem todos os casos às autoridades, e uma vez que os assaltantes parecem conhecer muito bem os hábitos de quem ali mora, os populares não se sentem seguros e exigem mais policiamento de proximidade, de forma a afastar os meliantes.

Contactado pela Cidade Hoje, o presidente da junta de freguesia confirmou a existência desta vaga de assaltos, acrescentado que a mesma terá começado “há cerca de três meses e também nas freguesias vizinhas”.

Most Popular Topics

Editor Picks