Empresa famalicense inicia requalificação da Linha Oeste

A Gabriel Couto vai arrancar com as obras de requalificação da Linha Oeste, empreitada orçada em 61,7 milhões de euros e que deverá ficar concluída no prazo de dois anos.

A Infraestruturas de Portugal adjudicou a obra ao consórcio Gabriel Couto SA/M. Couto Alves, SA/Aldesa Construcciones SA.

A empreitada, com 43 quilómetros, que liga Sintra a Torres Vedras, prevê a eletrificação integral do troço, a beneficiação de cinco estações e seis apeadeiros e a criação e melhoria dos acessos às plataformas de passageiros para utentes com mobilidade reduzida.

Os comboios passam a ser elétricos, as passagens de nível são suprimidas para a construção de nove passagens desniveladas e a automatização das restantes com instalação de semáforos.

Tiago Couto, diretor da construtora de VN de Famalicão, frisou que a adjudicação a este consórcio, com a liderança da Gabriel Couto, prova que esta empresa se mantém bem cotada no que respeita à inovação e excelência que permite a execução rigorosa dos prazos acordados.

Famalicão: Gabriel Couto vai reabilitar o Teatro de Variedades, em Lisboa

A construtora famalicense Gabriel Couto vai reabilitar o emblemático Teatro de Variedades, no Parque Mayer, em Lisboa.

O contrato da empreitada, adjudicada pela “Lisboa Ocidental, SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana E.M., SA, prevê um investimento na ordem dos cinco milhões de euros e um prazo de 540 dias.

Este projeto, que irá dar uma nova vida ao mítico Teatro de Variedades, é uma intervenção global, de forma a tornar o espaço mais funcional, com melhores áreas técnicas e fáceis acessos.

O projeto geral desta obra engloba a ampliação e remodelação das instalações existentes, através da recuperação e reabilitação da sua sala principal e do palco, da construção de uma nova envolvente às mesmas, e uma intervenção total na cobertura.

Recorde-se que o Teatro de Variedades começou a ser construído em 1924, da autoria de Urbano de Castro. Tornou-se a segunda casa de espetáculos a seguir ao Teatro Maria Vitória. Antes do final do século fechou portas para nunca mais abrir.

Empresa Gabriel Couto garante obra em El Salvador

A empresa Gabriel Couto reforça a sua posição na América Central, ao garantir a construção do posto fronteiriço El Amatilho, em EL Salvador. Uma infraestrutura de vital importância para o país, nomeadamente ao incrementar o fluxo de importações e exportações deste país.

A obra garantida pela empresa famalicense ultrapassa os 15 milhões de euros e compreende a construção de vários edifícios administrativos e técnicos. Na atualidade, ultrapassar a fronteira leva oito horas, com este poste esse tempo pode ser reduzido para 30 minutos.

Para Tiago Couto, diretor da construtora de VN de Famalicão e responsável pelos projetos internacionais e de infraestruturas, esta obra tem uma importância especial por se tratar da entrada num novo país da América Central.

A Gabriel Couto está no mercado há 71 anos, com atividade em Portugal, Angola, Moçambique, Senegal, Zâmbia e Suazilândia, Honduras, Nicarágua e El Salvador. Ocupa o 7º lugar do “ranking” no setor no nosso país.

Most Popular Topics

Editor Picks