Famalicão: Feiras de Joane, Landim, S. Mateus e Riba de Ave também se realizam

Segundo despacho do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, as feiras e mercados de levante realizados em Joane, Landim, Oliveira S. Mateus e Riba de Ave, também se podem realizar, desde que verificadas as condições de segurança e o cumprimento das orientações definidas pela Direção-Geral da Saúde, designadamente a existência de um Plano de Contingência devidamente divulgado.

Nestas feiras e mercados a fiscalização do cumprimento das regras de funcionamento compete, em primeira instância, à GNR e à Polícia Municipal.

Os presidentes de Junta de Freguesia devem solicitar a estas forças de segurança o reforço do dispositivo de prevenção e fiscalização da utilização de máscara no espaço público, do distanciamento social e demais medidas de segurança definidas quer no Plano de Contingência, quer nas orientações da Direção-Geral de Saúde

Famalicão: Câmara mantém realização da feira semanal e mercado

A feira semanal de Vila Nova de Famalicão, que se realiza todas as quartas-feiras, vai continuar a realizar-se. Na sequência da publicação em Diário da República esta segunda-feira, da resolução do Conselho de Ministros n.º 92-A/2020, que concede aos municípios a responsabilidade de autorizar a realização das feiras e mercados de levante nos seus territórios, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, através de despacho emitido na manhã desta terça-feira, autorizou a realização da feira semanal e o funcionamento do mercado municipal por estarem «verificadas as condições de segurança e o cumprimento das orientações definidas pela Direção Geral de Saúde».

No mesmo despacho, Paulo Cunha assume que quer na feira, quer no mercado será solicitado à Polícia de Segurança Pública e à Polícia Municipal um reforço da prevenção e fiscalização da utilização de máscara no espaço público por parte dos consumidores e vendedores, verificação do distanciamento social e outras medidas de segurança definidas quer no Plano de Contingência, quer nas orientações da Direção Geral de Saúde.

Sobre as feiras e mercados de levante realizados em Joane, Landim, Oliveira S. Mateus e Riba de Ave, a posição da Câmara Municipal é similar, ou seja, é autorizada a sua realização, verificadas que estejam as condições de segurança e o cumprimento das orientações definidas pela DGS, designadamente a existência de um Plano de Contingência devidamente divulgado.

Nestas feiras e mercados a fiscalização do cumprimento das regras de funcionamento compete, em primeira instância à GNR e à Polícia Municipal.

Os presidentes de Junta de Freguesia devem solicitar à GNR e à PM um reforço do dispositivo de prevenção e fiscalização da utilização de máscara no espaço público por parte dos consumidores e vendedores, verificação do distanciamento social e demais medidas de segurança definidas quer no Plano de Contingência, quer nas orientações da Direção Geral de Saúde

Os plano de contingência para a Feira e Mercado de Famalicão podem ser consultados aqui: https://www.vilanovadefamalicao.pt/codigos-planos-relatorios-e-regulamentos

Famalicão: Feira das Cebolas de Gondifelos decorre este domingo

A tradicional e secular Feira das Cebolas decorre este domingo, no Parque de Lazer de Gondifelos. Como património histórico da freguesia, esta é uma das maiores e mais antigas feiras das cebolas do país.

Em tempos de pandemia, a Junta da União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz promove esta feira com todos os cuidados, respeitando as recomendações da Direção-Geral de Saúde.

O certame conta com a exposição e venda da “rainha cebola” e de diversos produtos agrícolas, por uma dezena de produtores e vendedores locais e de concelhos vizinhos como Barcelos, Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

 

Famalicão: este ano não há Feira de Artesanato e Gastronomia

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão cancelou a edição deste ano da Feira de Artesanato e Gastronomia, devido à pandemia da Covid 19.

A salvaguarda da saúde pública, que impede a concentração de pessoas, é a razão para o cancelamento do certame, que já decorre há 36 anos entre o final de agosto e o início de setembro.

Entretanto, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, adianta que o município está a preparar para este verão um programa de animação, com vários momentos, «que promoverá a retoma económica, cultural e turística da cidade e que decorrerá em condições de segurança, em consonância com a DGS».

Feira de Famalicão em pleno a 3 de junho

Adiado regresso da feira de Joane

Estava previsto, para este sábado, o reinício da feira de Joane. No entanto, a autarquia local acaba de anunciar que a feira só regressa a 23 de maio.

A decisão decorre da necessidade de proceder a algumas adaptações no espaço de modo a garantir a segurança e saúde de todos.

Além das regras aplicáveis aos feirantes, os visitantes também terão de cumprir regras, nomeadamente o uso de máscara, a higienização das mãos e manter a distância social, com controlo de entradas.

Most Popular Topics

Editor Picks