Lateral esquerdo do Famalicão cobiçado em Espanha

O lateral esquerdo do FC Famalicão, Alex Centelles, emprestado pelo Valência até ao final da época, está associado aos espanhóis do Valladolid, do qual Ronaldo, “O fenómeno” é proprietário.

Recorde-se que no início do mês, o jogador de 20 anos, também foi associado ao FC Porto, como uma solução para a eventual saída de Alex Telles.

Diogo Gonçalves e o regresso ao Benfica: «No final da época decide-se»

Diogo Gonçalves esteve “Em direto com…”, do FC Famalicão, respondendo a perguntas de adeptos e até de companheiros de equipa e ex-colegas. Desde logo, vincou que não sabe se regressa ao Benfica, clube a que pertence. «Tenho muita estima pelo Famalicão, mas sou atleta do Benfica e não sei o que vai acontecer. A época ainda não terminou. No final decide-se, mas o Famalicão estará sempre no meu coração».

O jogo que mais o marcou foi o segundo encontro da Taça de Portugal, no Municipal, com o Benfica «pela boa exibição, pelo ambiente, pelo que fizemos e porque discutimos a eliminatória».

A experiência no FC Famalicão «tem valido a pena. Aqui nada nos falta e só estamos empenhados no nosso trabalho e rendimento». O clube «é muito organizado, ambicioso e quer chegar a palcos maiores e tem condições para o conseguir, com o apoio dos adeptos que são incansáveis».

Diogo Gonçalves joga como extremo, mas já foi utilizado a lateral direito, uma posição que não é nova. O jogador não assume preferência, «porque cabe ao treinador decidir onde posso render mais. Tenho que estar preparado para dar o meu melhor, seja em que posição for».

Jogar na primeira equipa da Seleção Nacional «é um sonho» para quem já a representou nos escalões de formação.

Covid-19: Paulo Cunha diz que governo não dá meios nem informações para “luta” eficaz contra o vírus

Em declarações ao jornal Expresso, o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, não poupou criticas ao governo na gestão de recursos e informações da pandemia do Covid-19.

O autarca de Vila Nova de Famalicão queixa-se de haver um grande atraso no rastreio dos possíveis infetados, mesmo nos testes considerados urgentes.

Há uma “enorme dificuldade no acesso à informação para identificar quem está infetado e onde”, o que invalida qualquer estratégia que se queira eficaz de contenção, refere o edil social democrata.

Recordamos que a região norte de Portugal é uma das mais afetadas pelo covíd-19 com perto de 9 mil infetados.

A entrevista do Expresso a vários autarcas do norte pode ser lida aqui.

FC Porto continua a apostar em Famalicão para se reforçar

Depois da imprensa desportiva dar conta do interesse do FC Porto no médio Racic, que joga no Famalicão por empréstimo do Valência, há outro nome na órbita azul e branca.

Trata-se do lateral esquerdo Alex Centelles, também ex-Valência, que pode ser solução para a saída de Alex Telles.

Segundo o programa espanhol Tiempo de Descuento, citado pelo jornal A Bola, o FC Porto está de olho em Centelles que pode ser a solução dos dragões para substituir Alex Telles, que termina contrato e que conta com o interesse de vários gigantes europeus.

No entanto, para além dos dragões, há dois clubes espanhóis interessados em Centelles: o Valladolid e o Granada.

Nehuén Perez quer afirmar-se no Atlético de Madrid

O central Nehuén Perez esteve “em direto com” os adeptos e sócios do FC Famalicão, a quem respondeu às perguntas.

Nesta iniciativa do clube, o central argentino está muito «contente» por estar ao serviço do FC Famalicão e por jogar na 1.ª Liga, mas não esconde que quer «regressar e afirmar-se no Atlético de Madrid», clube a que pertence.

Cedido pelo emblema madrileno, o jovem Perez tem, ainda, o sonho de representar a equipa principal do seu país num campeonato do Mundo.

Equipas da 1.ª Liga podem regressar aos treinos ainda durante o estado de emergência

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, pondera a possibilidade do regresso aos treinos das equipas da 1.ª Ligas ainda durante o estado de emergência – em vigor até 17 de abril. Uma possibilidade que carece, no entanto, de autorização do Governo, avança a imprensa desportiva.

A ideia passa por uma preparação mínima de 30 dias para que os jogos possam voltar a ser disputados, sendo que a previsão, nesta altura, para o regresso da 1.ª Liga é para o último fim de semana de maio.

Recorde-se que até 3 de agosto têm que ser enviados para a UEFA o nome dos clubes que vão disputar as competições europeias. O FC Famalicão, no sétimo lugar, é um dos clubes que pode integrar a lista de “nomeados”.

Most Popular Topics

Editor Picks