F.C.Famalicão derrotado em Braga

O Futebol Clube de Famalicão perdeu na deslocação a Braga por 1-0, um golo marcado pela equipa da casa aos 85’ minutos de jogo, numa partida que foi pautada por equilíbrio e num resultado penalizador para o FC Famalicão.

A primeira parte foi muito cautelosa, com o jogo disputado no meio do terreno e com poucas ocasiões das duas equipas junto das balizas contrárias.

Na segunda parte a partida foi diferente e o FC Famalicão entrou melhor e foi a primeira equipa a estar perto do golo com Zé Pedro a rematar para defesa de Filipe (55’) e depois, a ganhar uma bola na área e a rematar muito perto do poste da baliza da equipa da casa (58’). O Famalicão continuou a ser mais dominador e o SC Braga apenas numa ocasião criou perigo mas Gabriel resolveu segurando o remate do avançado bracarense.

O golo que acabou por fazer a diferença no marcador aconteceu já nos últimos minutos com Jonata a aproveitar um mau alívio defensivo, com a bola a sobrar para o avançado que num remate cruzado bateu Gabriel.

Até final o FC Famalicão ainda tentou chegar à igualdade, resultado que seria o mais justo por tudo o que foi feito ao longo da partida mas o resultado não mais se alterou.

Jogo no Estádio 1º de Maio, em Braga.

Árbitro António Nobre de Leiria.

SC Braga B: Filipe Ferreira, Sílvio, Lucas, Dinis, Simão, Loum, Didi (Crespo, 82’), Ryller (Inácio, 90+1’), Luther Singh, André Ribeiro (Denisson, 66’) e Joanata Bastos.

Treinador: Wender Said.

FC Famalicão: Gabriel, Joel, José Pedro, João Faria, Mendes, Hocko, Fabinho (Anderson, 87’), Vasco (Fred, 82’), Willian, Feliz e Jaime Poulson (Jórdan, 75’).

Treinador: Vasco Seabra.

Ao intervalo: 0 – 0

Resultado final: 1 – 0

Ação disciplinar: cartão amarelo para Willian (37’), Sílvio (42’), Feliz (74’), Filipe Ferreira (90+1’).

Imagem: F.C.Famalicão

O FC Famalicão não está à venda

«Essa notícia não merece comentários». É desta forma que o presidente da direção do FC Famalicão comenta o alegado interesse de dois jogadores brasileiros, conjuntamente com dois empresários, em comprar o clube. Recorde-se que esta quinta-feira o site brasileiro UOL Esportes anunciou o interesse de Fred, avançado do Cruzeiro, e Dani Alves, lateral do PSG, em comprar um clube da 2.ª Liga, sendo o FC Famalicão e o Leixões os dois emblemas anunciados.

Jorge Silva disse, ainda, que o Famalicão nunca se venderá, assumindo que o foco do clube está no campeonato, no centro de formação e na remodelação do estádio. «Estamos a fazer o nosso caminho», finalizou o dirigente.

F.C.Famalicão regressa aos triunfos

O Futebol Clube de Famalicão regressou às vitórias ao vencer em casa o Sporting da Covilhã por 1-0, em jogo da 26.ª Jornada da Ledman LigaPro.

O golo da vitória chegou aos 88’ minutos, num remate de Joel, a ganhar uma segunda bola e a rematar de forma convicta para o fundo da baliza.

O jogo teve quase sempre como sentido único a baliza do Covilhã, que ficou reduzia a 10 depois de expulsão de Fatai aos 22’ minutos. Depois deste momento o SC da Covilhã baixou ainda mais as linhas e só no período de compensação procurou a baliza de Gabriel.

Aos 31’ minutos Deni Hocko esteve perto de inaugurar o marcador com um remate forte, mas o guarda-redes visitante conseguiu defender a dois tempos. Depois, aos 37, foi a vez de Feliz rematar ao lado. Nos descontos do intervalo (45+1) João Faria de cabeça, após passe de Feliz, atirou ao lado, em mais uma oportunidade no primeiro tempo.

Na segunda parte, Igor voltou a ‘travar’ um remate forte de Denni Hocko (49’), repetindo o feito quando Mendes tentou também com força (54’).

A posse de bola foi sempre do Famalicão mas nem sempre com muitas oportunidades já que o Covilhã defendeu sempre com duas linhas, obrigando o formação da casa a variar o (os números de remates, 13 contra 2, espelham isso).

Aos 83’ minutos, Anderson tentou de cabeça acabar com o ‘enguiço’, mas a bola saiu ao lado. Com o Covilhã cada vez mais fechado só o remate de Joel acabou com a resistência serrã, com um remate forte a bater Igor.

Mas Joel aproveitou um mau alívio da defesa do Covilhã e à entrada da área, a um minuto do Só a perder o Covilhã procurou a baliza mas no único lance de perigo Gabriel segurou o cabeceamento de Zarabi.

Jogo disputado no Estádio Municipal de Famalicão.

Árbitro Fábio Piló de Leiria.

FC Famalicão: Gabriel, Joel, José Pedro, João Faria, Denner (Vasco, 38’), Fabinho (Anderson, 65’), Hocko, William (Diogo Cunha, 75’), Feliz, Mendes e Jaime Poulson.

Treinador: Vasco Seabra.

Sporting da Covilhã: Igor Rodrigues, João Dias, Zarabi, Joel Vital, Paulo Henriques, Gilberto (Moses, 90+2’), Makola, Renato, Fatai, Reinildo (Vitó, 90+2’) e Adul Seidi (Amadú Turé, 70’).

Treinador: José Augusto.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Renato (45’), Joel Vital (56’), Reinildo (59’), Gilberto (62’) e Jaime Poulson (87’), Diogo Cunha (90+5’) e Joel (90+6’). Cartão vermelho direto para Fatai (22’).

Imagem: F.C.Famalicão

Jefferson Oliveira reforça o F.C. Famalicão

O Futebol Clube de Famalicão assegurou a contratação do defesa central Jefferson Oliveira, jogador de 27 anos que se encontrava na situação de desempregado e por isso livre para ser inscrito e integrar o plantel.

Jefferson representou em Portugal o Atlético e o Gil Vicente, e antes disso jogou em Itália, entre outros clubes, na Udinese, Vicenza, Salernitana, Perugia, Veneza e Sampdória.

Conhecedor da Segunda Liga, Jefferson diz que vem com o objetivo de ajudar o FC Famalicão e dar um passo na carreira. “Estou perfeitamente integrado porque já conheço o campeonato, pelas experiências que tive quer no Atlético quer no Gil Vicente. O FC Famalicão é um dos clubes de referência da competição e espero ajudar naquilo que são as metas da equipa”.

O jogador já estava a trabalhar com o plantel desde há duas semanas e, depois de concluídas todas as formalidades inerentes às condições de inscrição depois de terminada a habitual janela de transferências, rubricou contrato com o FC Famalicão até final desta temporada.

Imagem: F.C.Famalicão

F.C.Famalicão perde na Póvoa

O Futebol Clube de Famalicão perdeu na Póvoa por 2-0, frente ao Varzim relativo à 25ª jornada da Ledman LigaPro.

O FC Famalicão não foi feliz com um começo do jogo já que no primeiro remate o Varzim fez golo. Corria o minuto 11’ Baba, de cabeça, bateu o guarda-redes Gabriel.

O Famalicão procurou reagir, teve maior posse de bola e procurava chegar por diferentes alternativas à área contrária mas no último o Varzim acabou por não permitir grandes oportunidades de golo.

Esta foi uma imagem que se manteve na segunda parte, com um Famalicão a procurar chegar à área contrária mas o Varzim fechado e a sair em transições para o ataque.

À entrada dos últimos 15’minutos da partida o Varzim chegou ao segundo golo, com um erro coletivo a deixar a bola à mercê de Rúben Macedo, que de longe fez o 2-0. O Famalicão ficou depois reduzido a 10 jogadores por expulsão de Jorge Miguel, o que complicou ainda mais a tarefa da equipa até final.

Jogo no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim.´

Árbitro: João Malheiro Pinto de Lisboa.

Varzim SC: Paulo Vítor, Mário Sérgio, Nélson Agra, Jeferson, Rui Coentrão, Luíz Alberto, Nelsinho, Rúben Macedo (Buba, 80’), Diogo Ramos (Ruan Teles, 71’), Baba Seck (Malele, 59’) e Stanley.

Treinador: Nuno Capucho

FC Famalicão: Gabriel, Joel, José Pedro, João Faria, Jorge Miguel, Fabinho, Pereira (Willian, 59’), Nélson Cunha (Jordán, 70’), Feliz (Vasco, 82’), Mendes e Jaime Poulson

Treinador: Vasco Seabra.

Ao intervalo: 1 – 0

Resultado final: 2 – 0

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jeferson (50′), Fabinho (52′) Jorge Miguel (63′ e 78′), Jaime Poulson (80′). Cartão vermelho por acumulação para Jorge Miguel (78′).

Imagem: F.C.Famalicão

Most Popular Topics

Editor Picks