António Meireles e Bruno Alves na lista candidata à Federação dos Bombeiros do Distrito

António Meireles, presidente da direção dos Bombeiros Voluntários Famalicenses, é candidato a presidente da Assembleia Geral da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga. As eleições realizam-se esta quinta-feira, dia 10, correspondente ao triénio 2021/2023.

A um lugar de vice-presidente da direção está o comandante da corporação dos Bombeiros Famalicenses, Bruno Alves.

Estes são os únicos famalicenses na lista única candidata aos órgãos sociais da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga.

O candidato à Assembleia Geral, António Meireles, assume que o grande objetivo da candidatura «é dignificação do órgão, considerando a sua natureza deliberativa, fiscalizadora e representativa de todas as confederadas».

À direção da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga está Jorge Agostinho Machado, presidente da direção dos Bombeiros de Cabeceiras de Basto; no conselho fiscal é candidato a presidente Eduardo Jorge Ribeiro Reis, presidente da direção da Associação dos Bombeiros de Barcelos; ao conselho consultivo candidata-se Fernando Freitas, presidente da direção dos Bombeiros de Celorico de Basto.

Esta lista propõe uma série de compromissos em defesa dos bombeiros, das corporações que representam e, por conseguinte, das populações da região. Defendem a publicação do Anuário dos Bombeiros do Distrito de Braga; a elaboração de uma campanha de sensibilização para a adesão ao voluntariado nos Bombeiros; continuar a sensibilizar as câmaras Municipais para a aprovação de regulamentos municipais de apoio e regalias ao voluntariado nos Bombeiros; incentivar a formação conjunta de ingresso na carreira de bombeiro; sensibilizar a ANEPC/CDOS para a necessidade da realização de reuniões periódicas de ordem administrativa e operacional, para abordagem de temas de interesse coletivo das associações/corpos de bombeiros; sensibilizar o INEM para a necessidade de aprofundamento de uma cultura de parceria, de relacionamento estreito e de permanente cooperação com os Bombeiros.

Esta lista propõe uma nova lei de financiamento para as associações, a concretização de um Acordo Coletivo de Trabalho para os bombeiros assalariados, a necessidade de revisão e ampliação do protocolo das EIP`s e a revisão dos protocolos PEM – Posto de Emergência Médica e PR – Posto de reserva com o INEM.

Pretende efetuar contatos/encontros/diligências juntos dos diferentes agentes da Proteção Civil do distrito para definir formas concretas de colaboração entre todos, no sentido de melhorar o apoio ao voluntariado nos Bombeiros e a proteção e socorro do distrito de Braga.

Famalicão: Acidente na A3 provoca dois feridos

Ao final da noite desta quinta-feira, um despiste na A3, sentido Braga-Porto, provocou dois feridos ligeiros que foram transportados ao Centro Hospitalar do Médio Ave, unidade de Famalicão.
O acidente aconteceu perto do acesso a Vila Nova de Famalicão.
Os sinistrados foram socorridos pelas corporações de bombeiros da cidade, Famalicenses e Famalicão, que mobilizaram para o local um total de três veículos e 11 voluntários.
A GNR também esteve no local e tomou conta da ocorrência.

Famalicão: Candidaturas a bolsas de estudo terminam domingo

Decorre até domingo, 15 de novembro, o período de candidaturas para a concessão de bolsas de estudo do munícipio aos alunos famalicenses que frequentam o ensino superior (licenciatura e mestrado), público ou privado.

As candidaturas devem ser formalizadas através da plataforma http://bolsas.famalicao.pt/ , no site da Juventude de Famalicão, em www.juventudefamalicao.org, onde está também disponível o regulamento para a atribuição das bolsas de estudo. Para mais informações devem contactar a Casa da Juventude através do e-mail [email protected] ou do contacto 252314582.

Esta medida do município é encarada como mais uma aposta estratégica fundamental nos jovens famalicenses através da criação de condições de igualdade no acesso ao ensino e da criação de motivos para o fortalecimento do sentimento de pertença ao concelho.

Incêndio florestal em Joane

Na noite deste sábado, os BV Famalicenses combateram um incêndio florestal, no Alto das Eiras, na freguesia de Joane.

A corporação de bombeiros teve algumas dificuldades no combate ao foco de incêndio, em virtude dos maus acessos e ao vento forte que se fazia sentir. No local, os Famalicenses estiveram com seis veículos e vinte voluntários.

Testes à Covid-19 devem ser mais abrangentes, pede presidente dos Famalicenses

A Secretária de Estado da Administração Interna anunciou, esta quinta-feira, que as forças e serviços de segurança e os bombeiros são prioritários nos testes à covid-19, uma medida bem recebida, no entanto, redutora, na opinião do presidente da direção dos BV Famalicenses.

António Meireles, em email enviado ao presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, assume que nesta medida deviam, também, ser considerados os membros das direções, pessoal administrativo e auxiliar. Todos «garantem o bom funcionamento das associações humanitárias».

E, embora não seja do âmbito da Liga, Meireles sugere, ainda, que os funcionários da Proteção Civil, o vereador da Proteção Civil e o presidente da Câmara deveriam ser abrangidos pela mesma regra.

Famalicenses que assaltaram moradias e um banco em 2018 começam a ser julgados em março

Está agendado para o início do mês de março, o julgamento de um gangue suspeito de ter sito o responsável por vários assaltos a casas no minho, e um mega assalto ao banco Santander, localizado no centro da cidade de Braga. A informação está a ser avançada pelo jornal online “O Minho”.

Há dez arguidos neste processo, sendo que dois deles são de Vila Nova de Famalicão.

As três primeiras sessões de julgamento serão destinadas aos elementos que terão feito parte deste grupo.

O gangue ficou conhecido por utilizar recursos tecnológicos sofisticados para praticar os assaltos, como inibidores de telecomunicações, de alarmes, e até para neutralizar cães.

 

Most Popular Topics

Editor Picks