Hospital de Famalicão passou natal sem serviço de ortopedia. Sindicato reclama contratações.

A unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave continua com um número reduzido de médicos especialistas de ortopedia.

O Sindicato Independente dos Médicos diz que, para garantir um bom atendimento, são necessários três profissionais desta área, algo que não se tem verificado desde as primeiras denúncias públicas, em meados de 2016.

O organismo sindical adianta que, desde agosto deste ano, a situação tem piorado, e dá como exemplo o dia de natal, 24 de dezembro, onde não havia nenhum profissional de serviço. Quando estas situações ocorrem os doentes são encaminhados para os hospitais mais próximos, nas cidades de Braga e Porto.

Para o sindicato, o problema só poderá ficar resolvido com a fixação de profissionais no quadros do hospital, um assunto que deverá ser debatido numa reunião entre a administração do CHMA e a estrutura sindical, marcada para a primeira quinzena de janeiro.

A contratação de novos profissionais, para colmatar as necessidades dos hospitais públicos, está sempre pendente de autorização do ministério da saúde, tutelado pelo governo.

Most Popular Topics

Editor Picks