Famalicão assinala Dia Internacional da Cidade Educadora

O Município de Vila Nova de Famalicão assinala na próxima segunda-feira, 30 de novembro, o Dia Internacional da Cidade Educadora. A comemoração será simbólica, com o hastear da bandeira e o presidente da Câmara fará uma comunicação pública sobre a efeméride que, este ano, assinala 30 anos.

Todas as iniciativas se desenvolvem à volta do tema: “Cidades Educadoras: 30 anos a transformar cidades e pessoas para um mundo melhor”.

No Portal da Educação (www.famalicaoeducativo.pt) está disponível uma série de pequenos vídeos que têm sido transmitidos diariamente ao longo do mês com 30 aprendizagens sobre o que são as Cidades Educadoras bem como a Carta das Cidades Educadoras com a sua nova redação.

Outras iniciativas estão a ser preparadas para comemorar o Dia Internacional da Cidade Educadora. Será editado um Boletim da Educação dedicado ao tema; durante o corrente mês, às terças e quintas-feiras, a Biblioteca Municipal e Polos de Leitura (sessões online) realiza a iniciativa “ODS: juntos mudamos o mundo”; esta quarta e quinta-feira, dias 25 e 26, são realizados dois webinar: um sobre “Cidadania Ativa: Poder Local, no âmbito do Parlamento Jovem da Assembleia da República” e outro sobre “Educação e Saúde em tempos de Pandemia”, que serão transmitidos através da página de facebook do Famalicão Educativo.

As duas rádios de Vila Nova de Famalicão – Fama Rádio e Cidade Hoje Rádio – associam-se às comemorações e, durante o dia 30, difundem rubricas com os 20 princípios da Carta das Cidades Educadoras.

As escolas do concelho também se associaram às comemorações através da divulgação da Carta das Cidades Educadoras e dos respetivos vídeos, através de palestras, workshops, canção das Cidades Educadoras, sites, redes sociais, etc. Foi proposta a elaboração de cartazes, pinturas, desenhos sobre os princípios das cidades educadoras, a exploração dos materiais: Jogo “Memória dos Opostos da Cidade Educadora” e Origami “Eu Me Comprometo”, entre outras iniciativas.

Famalicão: Alunos em isolamento profilático andam na rua a brincar

A direção do Agrupamento de Escolas de Pedome, em publicação nas redes sociais, alerta que há alunos de escolas da sua área de influência em isolamento profilático, devido à covid-19, mas que andam na rua.

«Temos conhecimento de que alguns alunos de turmas em situação de isolamento profilático têm sido vistos nas ruas das suas localidades a correrem e a brincarem em violação frontal ao cumprimento do isolamento profilático que lhes foi determinado».

Perante «esta irresponsabilidade e leviandade, com que este assunto é tratado pelas famílias», a direção do Agrupamento diz-se forçada a comunicar à GNR «a violação do isolamento profilático em causa para os devidos efeitos e com as consequências inerentes, nos termos da legislação aplicável».

Famalicão: Agrupamento de Escolas D. Maria II vence prémio nacional

As vencedoras do Prémio Nacional eTwinning 2020, na categoria do 3º Ciclo do Ensino Básico, são as professoras Lucinda Fernanda Cardoso, Ana Maria Cruz, do Agrupamento de Escolas Gaia Nascente, e Elisa Saraiva, do Agrupamento de Escolas D. Maria II, de Vila Nova de Famalicão, que colaboraram no projeto “Chemistry Behind Bread”.

Os vencedores do prémio nacional 2020, foram anunciados esta segunda-feira, pelo Serviço Nacional de Apoio eTwinning, integrado na Direção-Geral de Educação (DGE), e pela rede portuguesa de embaixadores.

O projeto vencedor já tinha recebido o Selo Nacional de Qualidade e foi considerado muito relevante segundo vários critérios avaliados: inovação pedagógica, integração curricular, colaboração entre escolas parceiras, utilização das tecnologias, resultados, impacto e documentação.

A entrega dos prémios será organizada pelo Serviço Nacional de Apoio eTwinning, integrado na DGE, e decorrerá online no dia 15 de dezembro.

O eTwinning é a maior comunidade de escolas da Europa, contando com mais de 770.000 professores inscritos. Este projeto tem como principal objetivo a criação de redes de trabalho colaborativo entre as escolas europeias, com recurso às TIC, de forma a desenvolver o espírito de cidadania europeia.

 

Famalicão: 142 projetos distinguidos com o selo Escola Amiga da Criança

Cento e quarenta e dois projetos educativos de vários estabelecimentos de ensino do concelho de Famalicão foram distinguidos com o selo Escola Amiga da Criança.

Trata-se de um reconhecimento às escolas pelo trabalho desenvolvido, num processo que envolve professores, alunos, pais, funcionários, diretores e associações de pais.

Escola Amiga da Criança é uma iniciativa da CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá.

A iniciativa visa distinguir escolas que concebem e concretizam ideias extraordinárias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz e integral da criança no espaço escolar, fruto da partilha de boas práticas.

 

Famalicão: 131 mil euros para a Escola Digital

No Plano de Transição para uma Escola Digital, apresentado pelo Governo, o concelho de Famalicão recebe quase 131 mil euros para equipar as escolas com computadores.

O vereador da Educação, Leonel Rocha, diz que o valor é muito pequeno tendo em conta que o «parque informático das escolas está muito obsoleto». O autarca diz que a pandemia veio demonstrar esta lacuna e nessa altura teve que ser a autarquia a garantir os meios mínimos para o ensino à distância.

Os 130.962 euros a que o concelho de Famalicão tem direito deste Plano de Transição só chegam para comprar cerca de 300 computadores portáteis que serão distribuídos às escolas do 2.º e 3.º Ciclos.

A distribuição dos computadores terá em conta o número de alunos da ação social escolar (escalões A e B). Serão destinados apenas às escolas do 2.º e 3.º Ciclos, porque, segundo o vereador, são as escolas que apresentam mais carências a este nível.

O vereador da Educação garante que para renovar o parque informático de todas as escolas seria necessário meio milhão de euros. Leonel Rocha afirma que o município de Famalicão não tem verba para se pode substituir ao Estado, que é a entidade a quem compete equipar as escolas com meios informáticos.

Famalicão: Câmara cria zonas para largada e tomada de alunos

Em virtude das obras da rede pedonal e ciclável, em curso junto à zona escolar, a Câmara Municipal vai criar áreas específicas para a largada e tomada de alunos juntos às escola da cidade, com o objetivo de garantir mobilidade e segurança.

A placa “Toca a andar” indica que está num ponto de paragem para deixar ou pegar as crianças. Há sinalização vertical, pintura da via e policiamento.

São cinco pontos:

– Avenida de França, junto à rotunda do Lions

– Avenida de França junto ao campo de futebol da Escola Júlio Brandão

– Avenida de França junto à PSP

– Campo da Feira (exceção da quarta-feira)

– Rua Adolfo Casais Monteiro, junto ao cruzamento com a Rua Barão da Trovisqueira.

«É nossa intenção que estas zonas exclusivas para a largada e tomada de alunos se fixe na cidade e perdure para além das obras em curso», refere o presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha.

 

Most Popular Topics

Editor Picks