Autarcas de Famalicão arrancam 2020 com desejos de superação

“Em 2019 demos um passo em frente no desenvolvimento do município e o objetivo para 2020 é o da superação de forma a terminarmos o ano um passo à frente do momento em que nos encontramos hoje”. Em poucas palavras, é este o balanço de 2019 e, simultaneamente, o desejo do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, para 2020, que partilhou ontem, 6 de janeiro, com os presidentes de junta do concelho no tradicional jantar de Reis que todos os anos junta a família autárquica famalicense.

Mostrando-se “honrado” pela “equipa de autarcas e de vereadores” que o acompanha na gestão dos destinos do concelho, Paulo Cunha, assinalou que “há unanimidade e reconhecimento público nacional de que estamos a trabalhar bem e isso é resultado do trabalho, da ambição e da exigência de todos”.

Com os olhos em frente, o autarca famalicense sugere desde já a palavra do ano para os autarcas do concelho: “superação”. O desafio, diz, “terá que ser sempre o da superação, o da ambição permanente de querer fazer sempre mais e contem comigo para vos acompanhar neste nível de exigência com presença e disponibilidade”.

Sentimento partilhado pelos presidentes de Junta do concelho que se mostraram imbuídos do mesmo espírito do presidente da autarquia, revelando uma cumplicidade na família autárquica que transcende cores partidárias e interesses pessoais.

Isso mesmo ficou bem visível na surpresa que um grupo de presidentes de junta preparou para a noite, interpretando de forma calorosa e bem-disposta um conjunto de cantares dos Reis que marcou a noite de forma inesquecível.

Museus fechados na terça-feira

A realização do IV Encontro da Rede de Museus de Famalicão obriga a que o Museu Bernardino Machado, a Casa Museu Soledade Malvar, o Museu da Indústria Têxtil e o Museu de Arte Sacra da Capela da Lapa encerrem ao público no dia 26 de novembro (terça-feira), a partir das 12 horas.

O que é um Museu no Século XXI? Quais são os seus desafios? O que procura o seu público? Como responde às demandas da contemporaneidade, da tecnologia, da globalização? – são algumas das questões a que a Rede de Museus de Vila Nova de Famalicão pretende dar resposta no decorrer do IV Encontro da Rede, que decorre no Museu Ferroviário de Lousado.

Most Popular Topics

Editor Picks