Famalicão: PS diz que há falta de condições em alguns espaços de saúde

A concelhia do Partido Socialista visitou espaços de saúde em Famalicão e verificou que existe falta de condições físicas.

O PS constatou que os profissionais de saúde trabalham em espaços exíguos e improvisados, sem sala para material obsoleto e não usado.

A concelhia do PS, liderada por Eduardo Oliveira, visitou Unidades de Saúde Familiares, Equipas de Cuidados Continuados Integrados, de Saúde Escolar e de Saúde Materno Infantil.

Esta visita, que aconteceu no dia 18, esteve incluída no Roteiro pela Saúde que tem levado os socialistas a vários espaços. Além da passagem por estes espaços de saúde, a equipa socialista esteve reunida com o coordenador da Unidade de Apoio à Gestão nas Unidades de Saúde, liderada por Nuno Silva.

«Perante a contingência que esta pandemia acarreta, o desafio tornou-se acrescido para a equipa de profissionais que, apesar das vicissitudes, faz o seu melhor», sublinha Eduardo Oliveira, que se mostra reconhecido aos profissionais de saúde pelo trabalho desenvolvido.

Os socialistas prometem reivindicar junto da ARS Norte e do Ministério da Saúde por melhores condições.

Famalicão: Jorge Paulo Oliveira exige intervenção na Avenida 9 de Julho

Jorge Paulo Oliveira, deputado famalicense, dirigiu-se hoje, dia 3 de fevereiro, ao Ministro das Infraestruturas e Habitação denunciando a falta de manutenção na Avenida 9 de Julho. Este acusa ser uma circunstância que se arrasta há vários anos. “O piso está muito degradado, tem vários buracos ao longo da sua extensão, as marcações no piso estão a desaparecer, a iluminação pública está inativa em partes da via, as passadeiras não são percetíveis, sobretudo à noite e a sinalização rodoviária vertical está deteriorada”.

Jorge Paulo Oliveira, esclarece o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que a Avenida 9 de Julho, que integra a N204, e estando sob a responsabilidade da “Infraestruturas de Portugal, não foi alvo de intervenção ao contrário de toda a extensão da N204 que liga Barcelos a Famalicão. Esta mesma intervenção na via pública terminou na “Rotunda do Marco”. O mesmo aconteceu com a restauração levada a efeito na N206 que igualmente se iniciou na “Rotunda do Marco”, mas apenas em direção à Póvoa de Varzim

O deputado acrescenta que “no ano passado, a Avenida 9 de Julho ficou marcada pela sua elevada sinistralidade, com inúmeras colisões de viaturas, atropelamentos de peões e abalroamento de ciclistas, dos quais resultaram perda de vidas humanas e vários feridos graves”.

Apesar do clamor das populações e dos sucessivos alertas e solicitações de intervenção por parte dos autarcas, Jorge Paulo Oliveira pede ao Governo que justifique a exclusão da Avenida 9 de Julho, na intervenção que foi levada a efeito na N204 e que esclareça quando é que a mesma terá lugar.

Aviso amarelo para a região devido ao mau tempo

Doze distritos do continente vão estar na quinta-feira sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, queda de neve e precipitação, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o instituto, os distritos de Viseu e Vila Real vão estar sob aviso amarelo entre as 9h e as 21h de quinta-feira por causa da previsão de chuva persistente e por vezes forte.

Os distritos do Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga vão estar sujeitos ao mesmo aviso amarelo devido à chuva (entre as 9h e as 21h de quinta-feira), mas também por causa da agitação marítima (entre as 0h de quinta-feira e as 6h de sábado).

O IPMA emitiu também aviso amarelo para os distritos de Faro, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja e Coimbra, mas só por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 5 metros (entre as 0h de quinta-feira e as 6h00 de sábado).

Os distritos de Castelo Branco e da Guarda estão também sob aviso amarelo mas por causa da queda de neve entre 1 entre a 10 centímetros nos mil a 1600 metros (entre as 3h e as 12h de quinta-feira).

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e é emitido quando as condições meteorológicas representam um “risco para determinadas atividades”.

Vermoim: Câmara Municipal avança com obras na Escola da Estalagem

Arrancam em breve as obras de reparação do edifício escolar da Estalagem em Vermoim. A obra implica um investimento municipal de cerca de 190 mil euros e foi adjudicada à empresa L J S Construtores, Lda., com um prazo de execução de 5 meses.

A educação é uma área que exige a nossa atenção permanente e o parque escolar tem que estar ao nível da excelência que ambicionamos para as nossas crianças. A manutenção, preservação e melhoramento dos espaços escolares são, portanto, uma ação dinâmica e intensa que está em constante mudança

Presidente da Câmara Municipal de Famalicão – Paulo Cunha

O edifício de estilo centenário vai ser remodelado de forma a melhorar as condições de conforto e bem-estar das crianças, e de todo o pessoal administrativo. Também no exterior serão executados melhoramentos, nomeadamente com a aplicação de paredes em tijolo de vidro para fecho parcial do recreio coberto. Serão ainda criadas rampas de acesso a pessoas com mobilidade reduzida.

Most Popular Topics

Editor Picks