Famalicão: CDS PP preocupado com o aumento de casos covid-19

A concelhia do CDS PP está preocupada com o aumento de casos covid-19 verificado nas últimas semanas «um indicador preocupante que nos faz redobrar o alerta, tendo ainda em conta que nos próximos dias vamos ter o regresso de milhares de alunos às escolas» sendo este o momento «para repetir conselhos e recomendações para a adoção de comportamentos que permitam minorar o risco de contágio».

Em comunicado, o partido liderado por Ricardo Mendes vê nos dados dos últimos dias a «demonstração de que a propagação do vírus voltou a acelerar e que se exige de cada um de nós responsabilidade».

O CDS fala dos casos verificados nos últimos dias em espaços comunitários do concelho de Famalicão como demonstrativos de que «devemos manter rigor na proteção e continuar a cumprir com todas as regras, como o uso de máscara, a desinfeção e higienização e o distanciamento social possível». Regras básicas que, no entanto, «parecem esquecidas e desvalorizadas, ou até ignoradas a propósito de ajuntamentos políticos como assistimos nos últimos dias».

Ricardo Mendes, que tutela a Proteção Civil na Câmara de Famalicão, garante que o Município «continua a trabalhar e a acompanhar em permanência a situação no concelho e que estará ao lado dos agrupamentos de escolas para o retomar da atividade letiva», mas pede que alunos e pais «sejam rigorosos e exigentes. A educação e o alerta em casa serão fundamentais na prevenção e na adoção de medidas que minimizem o risco de transmissão da doença».

Ainda segundo a nota de imprensa, a concelhia do CDS apela a que o Governo e a administração pública «possam dar exemplo, aprimorando a prestação de serviços e plataformas de ligação da administração com os cidadãos, de forma a que os processos possam continuar a correr e a permitir serviços essenciais e economia funcionar».

JSD Famalicão na nova direção nacional

Seis elementos da estrutura concelhia da Juventude Social Democrata de Vila Nova de Famalicão fazem parte da nova direção nacional presidida por Alexandre Poço, eleita no congresso nacional, realizado este fim de semana, por via digital.

David Carvalho, da união de freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, e Daniel Raposo Padrão, de Fradelos, são vogais da Comissão Política Nacional. Ricardo Mesquita e Matilde Cardona, da união de freguesias de Vila Nova de Famalicão e Calendário, bem como Pedro Oliveira Marques e Ricardo Vieira de Oliveira Santa Maria são conselheiros nacionais.

A JSD Famalicão «congratula os seus militantes eleitos para os vários cargos nacionais, fazendo votos de um bom trabalho».

PS Famalicão ouve empresários

O Partido Socialista continua a promover contactos junto de diversas entidades com o objetivo de aferir os efeitos sociais e económicos da crise provocada pela pandemia Covid-19.

Depois de contactos com instituições particulares de solidariedade social, os socialistas desenvolvem, agora, contactos de cariz empresarial e económico com o objetivo de aquilatar os efeitos da crise e perspetivas para o futuro.

«Ouvir os empresários, perceber as dificuldades e entender as questões de empregabilidade» são, para Eduardo Oliveira, pontos essenciais para que o seu partido «prossiga dois objetivos: encontrar mecanismos que possam ser implementados pela Câmara Municipal, destinados a apoiar as empresas, e agregar informação relevante, que constitua uma visão realista sobre a retoma económica em Famalicão, encaminhando-a a entidades nacionais, a fim de serem implementadas as melhores estratégias para debelar os efeitos desta crise».

O PS de Famalicão continuará a desenvolver contactos com as forças vivas do concelho, para uma avaliação das condições de desenvolvimento do concelho, «em função das quais apresentará as suas propostas e dará os seus contributos para melhorar a qualidade de vida de todos», promete Eduardo Oliveira

A “nova economia” segundo Augusto Lima

A próxima sessão de “Segundas na Sede”, iniciativa da concelhia social democrata, tem como convidado Augusto Lima, vice-presidente do partido e vereador da Economia, Empreendedorismo e Inovação da Câmara Municipal.

A conversa online está agendada para esta segunda-feira, dia 27 de abril, às 21 horas, e terá como tema “Nova Economia: estratégia e resultados”. Trata-se de uma reflexão sobre o impacto que a pandemia de COVID-19 está já a ter na economia e sobre a forma como as empresas se estão a adaptar ao atual contexto.

Esta sessão volta a decorrer na plataforma Zoom, mas com inscrição prévia e com número limitado de participantes, sendo transmitida em direto na página de Facebook do PSD de Vila Nova de Famalicão.

Recorde-se que a conversa da passada segunda-feira, que marcou o regresso das “Segundas na Sede”, foi interrompida devido a um ataque de um hacker com a exibição de conteúdos inapropriados.

Em virtude desta situação, o PSD de Vila Nova de Famalicão procedeu a algumas alterações no funcionamento da iniciativa, garantindo assim que esta se realizará com redobradas condições de segurança.

PSD regressa com “Segundas na Sede” mas online

Em formato online, as conversas das “Segundas na Sede”, promovidas pelo PSD de Vila Nova de Famalicão, regressam na próxima segunda-feira, dia 20 de abril, às 21 horas.

O tema é o teletrabalho, algo com o qual os trabalhadores estão mais familiarizados desde que foi decretado o estado de emergência.

A iniciativa vai decorrer online, com transmissão na plataforma Zoom, através do link https://zoom.us/j/98747906921.

A técnica e formadora na área da Gestão de Recursos Humanos Paula Fernandes é a oradora convidada desta sessão, promovida pelos TSD – Trabalhadores Social-Democratas.

Recorde-se que desde outubro do ano passado que todas as segundas-feiras são dias de debate e reflexão na sede do PSD de Vila Nova de Famalicão, na Rua Adriano Pinto Basto.

A iniciativa é organizada, de forma rotativa, pelas quatro secções do PSD local (ASD – Autarcas Social Democratas, JSD – Juventude Social Democrata, MSD – Mulheres Social Democratas, e TSD – Trabalhadores Social Democratas).

Covid-19: PS propõe desinfeção imediata dos lares

A concelhia do Partido Socialista de Vila Nova de Famalicão propõe que o município transfira, temporariamente, os utentes que se encontram nos lares infetados com Covid-19 para efeitos de desinfeção dos estabelecimentos. Acredita o PS que esta é uma forma de proteger os seniores e controlar a propagação da doença.

«O Município instalou 200 camas em dois pavilhões do Concelho, pelo que nos parece adequado e sensato utilizar temporariamente esses espaços para acolher os idosos que estão nos lares e, desta forma, proceder à adequada desinfeção dos espaços», refere Eduardo Oliveira.

O PS Famalicão considera que todos os colaboradores que trabalham em lares devem ter formação em proteção de risco, para saberem lidar melhor com a problemática.

Most Popular Topics

Editor Picks