Famalicão: Vencedores do festival de cinema jovem são conhecidos este sábado

O Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão -, dá a conhecer, este sábado, os vencedores da sexta-edição. O festival, promovido pela Câmara Municipal, vai atribuir 2500 euros à melhor das 45 curtas-metragens em competição, numa noite que fica marcada pela entrega do Prémio Carreira ao ator português Nuno Lopes e pela homenagem ao ator mais “hollywoodesco” do Brasil, Rodrigo Santoro.

A sessão de encerramento, que decorrerá no Centro de Estudos Camilianos, em Seide S. Miguel, foi antecipada para as 21 horas, e terá apenas a presença dos jovens realizadores e jurados, sendo transmitida nas páginas de Facebook do Município e do Ymotion.

No ano em que atingiu o número recorde de 183 candidaturas, o Ymotion volta a entregar oito prémios: “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, no valor de 2500 euros, “Prémio Escolas Secundárias” e “Prémio Melhor Documentário”, no valor de 750 euros, “Prémio Melhor Curta de Animação”, no valor de 600 euros, “Prémio do Público”, no valor de 350 euros, e prémios para “Melhor Representação”, “Melhor Direção de Fotografia” e “Melhor Argumento”, no valor de 250 euros.

Até à sessão de encerramento todas as curtas a concurso estão a ser exibidas sessões diárias na Casa da Juventude de Famalicão, nas quais decorrem a votação para a eleição do vencedor do “Prémio do Público”.

Para esta sexta-feira, está agendada a Mostra do Novíssimo Cinema Português, comissariada por Rui Pedro Tendinha e que consiste numa conversa com as atrizes Catarina Wallenstein e Sara Barradas sobre interpretação, e pela exibição das primeiras imagens do filme “Bem Bom” com uma conversa com Tozé Brito e Eduardo Breda, um dos protagonistas do filme inspirado na história da banda Doce.

A tarde de sábado fica marcada pela presença de Ana Rocha de Sousa, autora do filme “Listen. Para além da exibição de uma das suas últimas curtas-metragens, a realizadora vai também estar à conversa com Rui Pedro Tendinha, comissário do Ymotion, que neste mesmo dia estará também à conversa com o ator e realizador Diogo Morgado.

O júri do Ymotion é composto por Tiago R. Santos, argumentista e critico de cinema, pela realizadora Luísa Sequeira, pelo jornalista da RTP e Antena 1, Tiago Fernando Alves, pela diretora de casting Patrícia Vasconcelos, pelo jornalista do Público Samuel Silva, e pelo realizador Pedro Cabeleira, vencedor do Grande Prémio Joaquim de Almeida da última edição do Ymotion.

Famalicão: Dois filmes-concerto na Casa das Artes

Famalicão: Cinema no Jardim da Casa de Camilo

Este fim de semana há cinema nos jardins da Casa de Camilo Castelo Branco, em Seide, com dois filmes: a comédia “A General” e o drama “Amarcord”.

Os filmes são exibidos às 22 horas e para assistir deve inscrever-se através do email [email protected]. Devido à covid-19, a assistência está limitada a 50 pessoas.

Esta sexta-feira, passa o filme “A General”, de Buster Keaton e Clyde Bruckman, de 1926. Johnnie é apaixonado pela sua locomotiva “A General” e também pela bela Annabelle Lee. A partir daqui muitas peripécias se desenrolam, tendo como cenário a guerra civil americana.

No sábado, dia 25, é exibido o filme “Amarcord”, de Frederico Fellini, de 1973. “Amarcord” que significa “eu recordo-me” é um olhar atento do realizador sobre a adolescência e juventude.

A iniciativa cine-esplanada decorre, desde há alguns anos, beneficiando do espaço exterior da casa do romancista de Seide, da envolvência da natureza e do ambiente camiliano. Este ano está inserida no programa de Verão “Anima-te, promovido pelo município famalicense.

“A Idade de Ouro” na quinta edição da Close-Up

O quinto episódio do Close-Up – Observatório de Cinema vai para o ar entre 10 e 17 de outubro. Desta vez é a relação do Cinema com a Cidade, numa habitual conjugação com filmes contemporâneos e a história do cinema.

Um dos destaques são os filmes-concerto, nas sessões de abertura e encerramento do Close-Up. A abertura fica para o rock dos Black Bombaim e para a eletrónica de Luís Fernandes, que apresentam uma banda sonora original e em estreia para a “Idade de Ouro”, o manifesto surrealista de Buñel, com estreia a 10 de outubro.

A Idade de Ouro”, filme francês de 1930, com duração de 65 minutos, para maiores de 12 anos. Anti-clerical, este manifesto surrealista foi proibido após a estreia e só voltou a ser exibido meio século depois.

Esta é uma pista sobre as novidades do Close-Up, mas haverá mais nas várias sessões e atividades, desde cinema nas escolas, filmes comentados, outros com a presença de programadores, académicos, críticos, artistas e realizadores.

Famalicão: Muita música e cinema no Parque da Devesa

O Município de Famalicão apresenta um programa de animação para os meses de Verão, no cumprimento das regras de segurança no âmbito da covid-19. O primeiro a subir ao palco do Parque da Devesa será o fadista Rodrigo Rebelo de Andrade. É já esta sexta-feira, dia 3. No dia seguinte, 4 de julho, às 19 horas, Famalicão recebe Katia Guerreiro A Fadista vai apresentar o seu último álbum, intitulado “Sempre”, o nono projeto discográfico, com direção musical do compositor José Mário Branco, na corrente tradicionalista da artista.

No dia 5, Domenico Lancellotti enche o palco do Anima-te com alguns dos temas que fazem parte dos seus três álbuns, mas o cantor/compositor/violinista/percussionista também vai apresentar alguns inéditos.

Para 8 de julho, quarta-feira, está agendado o início do Cinema Paraíso. A primeira exibição é o filme “Variações” de João Maia.

Depois do cinema volta a música, no dia 10 com o Devesa Sunset. Naquela bonita paisagem atua Noiserv. No dia seguinte é a vez dos Sons do Minho. No domingo, apresenta-se Nuno Campos Quarteto, num concerto inserido no ciclo Porta-Jazz, promovido pela Associação “O Eixo do Jazz”.

Anima-te e Move-te, com desporto. Já a partir do dia 1 com aulas de desporto ao ar livre. O Parque da Devesa continua a ser um dos palcos escolhidos, mas o desporto do Move-te também chega às freguesias, com propostas em diversos locais.

Numa outra vertente da animação, a Praça D. Maria II apresenta street food.

As entradas para os espetáculos, incluindo cinema, exigem a apresentação de bilhete. Os ingressos são gratuitos e poderão ser levantados no local do evento (Parque da Devesa), no período das três horas que antecedem o espetáculo. Uma pessoa poderá levantar até 6 ingressos.

Famalicão: Cinema no Parque da Devesa

Já é conhecida a programação do Cinema Paraíso, iniciativa do Cineclube de Joane e da Casa das Artes de Famalicão. Este ano, devido à pandemia covid-19, os filmes serão apenas exibidos no Parque da Devesa, junto ao lago, sempre às 22 horas

A programação começa a 8 de julho, com Variações, de João Maia, prosseguindo no dia 15, com a versão portuguesa de Mr. Link, de Chris Butler. No dia 22, pode ver 1917, de Sam Mendes.

Para agosto, a programação reserva para o dia 5, O Meu Vizinho Totoro, de Hayao Miyazaki, e no dia 12, de Greta Gerwig, pode ver Mulherzinhas. A programação encerra a 19 de agosto com Parasitas, de Bong Joon Ho.

A entrada para estas sessões é livre, mas carece de levantamento obrigatório de ingresso no próprio dia da projeção, a partir das 15 horas.

Most Popular Topics

Editor Picks