PJ confirma: Enfermeiro de Braga adormeceu com cigarro aceso que provocou incêndio mortal

André Rebelo, enfermeiro de 36 anos, natural da freguesia de Ferreiros, em Braga, que faleceu no início do mês de Agosto num incêndio no apartamento onde residia em Beja, terá adormecido com um cigarro aceso.

Esse descuido custou-lhe a vida, confirma o relatório da Polícia Judiciária, divulgado este domingo pelo Jornal de Notícias.

Os indícios apontam para que se tenha deixado dormir com um cigarro aceso e terá acordado já intoxicado pelo monóxido de carbono, que não lhe permitiu a reação para furtar às chamas

Relatório da PJ citado pelo JN

A vítima habitava em Beja por estar ao serviço do Estabelecimento Prisional daquela localidade desde o início do ano.

O incêndio terá começado por volta das 5 da manhã e, assim que os bombeiros chegaram ao local, já nada havia a fazer para salvar o enfermeiro bracarense que foi encontrado totalmente carbonizado.

Most Popular Topics

Editor Picks