Famalicão: Cemitério do Louro encerrado este fim de semana

A Junta de Freguesia do Louro decidiu encerrar o cemitério este fim de semana.

Esta quinta-feira, numa publicação nas redes sociais, a autarquia dá nota desta decisão, assumindo que a mesma resulta do atual quadro pandémico.

Recorde-se que, com exceção dos cemitérios de Esmeriz e Cabeçudos, todos os cemitérios do concelho encerram pelos Santos. Com as devidas restrições impostas pela DGS, a autarquia de Esmeriz e Cabeçudos vai permitir a entrada das pessoas de forma controlada e com gel para desinfetarem as mãos.

Encerrados apenas no dia 1 de novembro

Os cemitérios da União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz; o cemitério de Cruz; os de Avidos e Lagoa; Oliveira Santa Maria, Oliveira S. Mateus e o Cemitério de Calendário.

Requião O cemitério de Requião encerra nos dias 1 e 2, domingo e segunda-feira. No sábado está aberto até às 19 horas.

Encerrados no fim-de-semana de 31 e 1

Não será possível entrar nos cemitérios de Bairro, Brufe, Castelões, Delães, Fradelos, Gavião, Joane, Landim, Lousado, Mogege, Municipal (Moço Morto), Nine, Pedome, Pousada de Saramagos, Ribeirão, Riba de Ave, Vale São Martinho, Vermoim, Vilarinho das Cambas, União de Freguesias de Antas e Abade de Vermoim, União de Freguesias de Arnoso e Sezures, União de Freguesias de Carreira e Bente, União de Freguesias de Ruivães e Novais, União de Freguesias de Seide, União de Freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei, União de Freguesias de Vale S. Cosme, Telhado e Portela;

Famalicão: Cemitério de Joane com horário alargado

A Junta de Freguesia de Joane decidiu alargar o horário do cemitério, uma vez que o espaço estará encerrado este sábado e domingo.

Até esta sexta-feira o cemitério está aberto das 7 às 20h30, horário que se mantém, também, no dia 2 de novembro.

Para garantir a segurança de todos os que frequentam o espaço, a autarquia local procedeu, temporariamente, ao reforço da iluminação em toda a área.

Famalicão: Cemitério municipal encerra a 31 de outubro e 1 de novembro

A Câmara Municipal de Famalicão decidiu encerrar o cemitério municipal nos dias 31 de outubro e 1 de novembro. A decisão resulta do atual estado pandémico e foi tomada após reunião da Comissão Distrital da Proteção Civil de Braga, que se realizou esta quarta-feira. A autarquia está, ainda, a recomendar aos presidentes das juntas de freguesia do concelho a adotarem a mesma medida nos cemitérios locais.

A medida de prevenção e proteção social tem como objetivo evitar aglomerados de pessoas no mesmo espaço, salvaguardando a saúde pública, numa altura em que os casos de infeção por covid-19 estão a crescer de forma exponencial no país.

Consultada a Comissão Distrital da Proteção Civil e os vários serviços municipais que dão apoio nesta área «considerou-se que não seria possível assegurar as normas de segurança emitidas pela DGS nem no interior, nem nas zonas envolventes do cemitério, pelo que se decidiu pelo seu encerramento naqueles dois dias em que, tradicionalmente, as pessoas se deslocam aos cemitérios», explica o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Para minimizar as consequências da medida e possibilitar o acesso ao espaço, a Câmara Municipal vai prolongar o horário de abertura de verão até 8 de novembro, o que significa que pode ser visitado diariamente (com exceção dos dias 31 de outubro e 1 de novembro) entre as 07h00 e as 20h00.

O acesso e a frequência ao espaço estão condicionados à observância das regras de proteção social emanadas pela Direção-Geral de Saúde sendo obrigatório o uso de máscara, a desinfeção das mãos e o cumprimento do distanciamento social.

Junta de Brufe abre cemitério no Dia da Mãe

Excecionalmente, este domingo, 3 de Maio, Dia da Mãe, a Junta de Freguesia de Brufe abre o cemitério da freguesia, entre as 9 e as 12 horas.

A abertura obedece às recomendações da Direção-Geral da Saúde, com a autarquia a limitar a 50 pessoas presentes, em cada momento, no interior do espaço. Recomenda, ainda, que seja observado o distanciamento social, higiene das mãos e de etiqueta respiratória, bem como a adoção das medidas necessárias para proteger os grupos de cidadãos mais vulneráveis.

Durante o período de abertura, não estará disponível o fornecimento de água nem dos equipamentos para trabalhos de limpeza e manutenção, materiais de uso comum e potenciais fontes de transmissão do vírus. As instalações sanitárias estarão encerradas.

A permanência dos utentes no cemitério deverá resumir-se ao tempo estritamente necessário, para a colocação de uma flor ou de uma vela; o não cumprimento do estipulado pode levar ao encerramento imediato do cemitério.

A Junta de Freguesia de Brufe alerta, por último, que este período excecional de abertura não seja usado para compor as sepulturas.

Cemitério de Gavião fechado e embelezado

A Junta de Freguesia de Gavião, sensível à fase de condicionamento de hábitos e tradições, e uma vez que o cemitério encontra-se encerrado devido às medidas implementadas pelo estado de emergência, procedeu à colocação de vasos e velas.

O espaço está, assim, embelezado em nome de todos os gavienses e em memória dos falecidos.

Most Popular Topics

Editor Picks