Famalicão: Webinar sobre o programa de formação Jovem + Digital

Na próxima quinta-feira, 3 de dezembro, decorre um webinar de informação sobre o Programa Jovem + Digital, projeto de formação para jovens adultos tendo em vista a aquisição de competências na área digital.

O webinar, promovido pela Câmara Municipal, em parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), está agendado para as 14h30, via ZOOM e também no facebook da página do Famalicão Educativo, em https://www.facebook.com/famalicaoeducativo.

A iniciativa visa esclarecer e informar os jovens e adultos desempregados, dos 18 aos 35 anos, interessados em realizar percursos formativos na área digital disponíveis em Vila Nova de Famalicão, a desenvolver nas instalações da Casa da Juventude, ou através da modalidade online.

Luís Ribeiro, da Delegação Regional Norte do IEFP, João Cortinhas (SWONKIE), e Filipe Portela (IOTECHIS), são os convidados. Para mais informações os interessados devem contactar o mail [email protected].

O Programa Jovem + Digital integra os apoios à Formação Profissional previstos no âmbito do Programa de Estabilização Económica e Social, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros, que visa a aquisição de competências na área digital dirigido a jovens e adultos desempregados dos 18 aos 35 anos, inscritos no IEFP, com habilitação de nível secundário ou superior. Pretende reforçar a adequação da formação profissional às necessidades reais do mercado de trabalho e deste modo melhorar a empregabilidade.

Este programa está, também, disponível para os jovens adultos, com idade igual ou superior a 18 anos e menor ou igual a 35 anos, inscritos no IEFP como desempregados, que não tenham concluído o ciclo formativo de nível secundário ou estejam a realizar processos de reconhecimento, validação e certificação de competências de nível secundário.

Famalicão: Estão abertas as candidaturas de apoio à renda

As candidaturas ao programa da Câmara de apoio à renda estão abertas e os candidatos podem habilitar-se a esta ajuda até 15 de janeiro. Cada candidato deve comprovar, através de documentação, a sua situação económica.

Para se candidatarem devem aceder ao portal online do município disponível em https://www.famalicao.pt/apoio-as-rendas.

As condições de candidatura, bem como o formulário e os documentos necessários para o processo, são os regulados pelo Código Regulamentar sobre Concessão de Apoios.

Os beneficiários recebem apoios por um período de um ano, em três escalões: de 100, 75 e 50 euros mensais. Este ano foram beneficiadas 274 famílias, que recebem apoio municipal de 280 mil euros, no total.

Refira-se que para além deste apoio a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão tem em vigor um programa excecional de apoio à renda Covid-19, com as candidaturas a decorrerem online em https://rendas.famalicao.pt/.

A medida extraordinária, lançada em abril pela autarquia, pretende apoiar os famalicenses que perderam rendimentos por força da Covid-19 no pagamento de rendas com a habitação.

Recorde-se que este apoio é mensal, tem que ser requerido mensalmente, tramitando nos serviços sociais da Câmara Municipal, e pretende evitar que a despesa financeira do agregado familiar com o pagamento da renda para habitação própria e permanente, após o início da pandemia, seja superior a metade da remuneração do mesmo agregado. Isto é, o montante será atribuído para ajudar a diminuir a taxa de esforço das famílias estando excluídos os agregados cuja taxa de esforço, após a perda de rendimentos, seja inferior a 50% do rendimento bruto mensal. A medida aplica-se a todo o tipo de rendimentos – trabalhadores por conta de outrem e profissionais liberais.

Famalicão: Município entrega equipamentos de proteção individual a hospitais, bombeiros, Juntas e IPSS

A Câmara Municipal de Famalicão continua a apoiar as instituições de saúde e sociais com equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas e viseiras, óculos de proteção, batas e fatos protetores. São contempladas as Corporações de Bombeiros, o Núcleo da Cruz Vermelha de Ribeirão, as forças de segurança, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Juntas de Freguesia, Centro Hospitalar do Médio Ave, Hospital Narciso Ferreira e Agrupamentos de Centros de Saúde do Ave – Famalicão.

Algum do equipamento resulta de dádivas que foram feitas ao município, enquanto outro foi adquirido. A título de exemplo, o Centro Hospitalar do Médio Ave, Hospital Narciso Ferreira e ACES recebem: luvas – 38660, cobre botas – 900, batas – 3753, aventais – 120, máscaras cirúrgicas – 9030, máscaras P2/N95 – 478, óculos – 35, toucas – 5800, viseiras 107, fatos descartáveis – 6, fatos reutilizáveis – 17, manguitos – 2300, máscaras laváveis – 70. As IPSS são também das que mais equipamentos vão receber.

Mas também há equipamento que foi adquirido e que será entregue às instituições,

Este apoio faz parte da agenda da Câmara Municipal de Famalicão que vai a reunião esta quinta-feira.

Famalicão: “Todos podem ser heróis contra a covid-19”

O município de Famalicão continua a apelar à população para se proteger contra a covid 19 e, neste sentido, lançou mais uma campanha de sensibilização junto do público, assente na ideia de que qualquer cidadão pode ser um super-herói contra «o maior vilão dos tempos modernos».

A campanha surge em forma de animação, com ilustrações de Theresa Campos. Incita à proteção com o uso de gel desinfetante, máscara de proteção e distanciamento social.

Na campanha, há referência a todas as faixas etárias, sublinhando que todos podem ser um super-herói neste combate à pandemia.

A campanha vai desenvolver-se nas plataformas do município, na comunicação social local e regional e em espaços de outdoors de Famalicão.

 

 

Famalicão: Luto municipal pela morte de Cruzeiro Seixas

A Câmara Municipal de Famalicão decretou, esta segunda-feira, dia de luto municipal pelo falecimento de Artur Cruzeiro Seixas, artista plástico e poeta, um dos nomes do surrealismo português que, embora não sendo famalicense, deixou grande parte da sua obra à Fundação Cupertino de Miranda.

Artur Cruzeiro Seixas faleceu este domingo, aos 99 anos de idade, em Lisboa. «Partiu um amigo de Famalicão. Um artista único cuja obra vai permanecer viva em Famalicão. O município estar-lhe-á eternamente agradecido pela projeção cultural e artística que trouxe a Vila Nova de Famalicão. Aos seus familiares e amigos expresso as minhas mais sinceras condolências», afirma Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Em 2015, foi-lhe atribuída a medalha de honra do município de Vila Nova de Famalicão; em 2013, Cruzeiro Seixas foi homenageado com a atribuição do seu nome a uma das principais ruas de acesso ao Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão.

Em outubro tinha sido distinguido, pelo Presidente da República, com a Medalha de Mérito Cultural, pelo «contributo incontestável para a cultura portuguesa».

Cruzeiro Seixas, que viveu uns anos na cidade de Famalicão, estará sempre ligado a esta cidade em virtude do seu espólio se encontrar na Fundação Cupertino de Miranda.

Artista plástico, poeta, Cruzeiro Seixas esteve ligado ao grupo “Os surrealistas”, ao lado de António Maria Lisboa, Mário Cesariny, Mário Henrique Leiria e Pedro Oom, entre outros. Foi consagrado, em 1989, com a atribuição do Prémio Artista do Ano, e com a edição de um álbum integrando numerosos testemunhos.

 

Famalicão: Cemitério municipal encerra a 31 de outubro e 1 de novembro

A Câmara Municipal de Famalicão decidiu encerrar o cemitério municipal nos dias 31 de outubro e 1 de novembro. A decisão resulta do atual estado pandémico e foi tomada após reunião da Comissão Distrital da Proteção Civil de Braga, que se realizou esta quarta-feira. A autarquia está, ainda, a recomendar aos presidentes das juntas de freguesia do concelho a adotarem a mesma medida nos cemitérios locais.

A medida de prevenção e proteção social tem como objetivo evitar aglomerados de pessoas no mesmo espaço, salvaguardando a saúde pública, numa altura em que os casos de infeção por covid-19 estão a crescer de forma exponencial no país.

Consultada a Comissão Distrital da Proteção Civil e os vários serviços municipais que dão apoio nesta área «considerou-se que não seria possível assegurar as normas de segurança emitidas pela DGS nem no interior, nem nas zonas envolventes do cemitério, pelo que se decidiu pelo seu encerramento naqueles dois dias em que, tradicionalmente, as pessoas se deslocam aos cemitérios», explica o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Para minimizar as consequências da medida e possibilitar o acesso ao espaço, a Câmara Municipal vai prolongar o horário de abertura de verão até 8 de novembro, o que significa que pode ser visitado diariamente (com exceção dos dias 31 de outubro e 1 de novembro) entre as 07h00 e as 20h00.

O acesso e a frequência ao espaço estão condicionados à observância das regras de proteção social emanadas pela Direção-Geral de Saúde sendo obrigatório o uso de máscara, a desinfeção das mãos e o cumprimento do distanciamento social.

Most Popular Topics

Editor Picks