Famalicão: Empresa cria sapatilhas produzidas com borra de café

Jovens empreendedores famalicenses mostram que todo o tipo de materiais pode ter uma segunda vida. O conhecimento académico e a imaginação levaram Rui Monteiro a conceber e a executar umas sapatilhas produzidas a partir de borras de café, borracha reciclada, fibras naturais de coco e de ananás, sem descurar o design e o conforto. A startup Re-Coffee criou, assim, a marca Coffee Leather.

O pioneirismo da marca valeu-lhe já o reconhecimento municipal com a atribuição do selo Famalicão Visão 25, na categoria Famalicão Made IN, e mereceu a visita do presidente da Câmara na passada segunda-feira, 26 de outubro, no âmbito do Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão. «Deixo um rasgado elogio à iniciativa. Estão a aplicar de forma sublime a tese da economia circular, caminhando para o ideal de eliminação total de resíduos no processo produtivo», disse Paulo Cunha não escondendo o orgulho de ver no seu concelho «germinar um projeto com este rasgo empreendedor por gente jovem e criativa».

O mentor do projeto é Rui Monteiro, estudante de Engenharia de Materiais na Universidade do Minho, e que já trabalha na direção de qualidade de uma empresa, a mesma que lhe deu a oportunidade para passar as suas ideias para a prática.

Foi no café, à mesa com os amigos, que lhe surgiu a ideia de integrar e valorizar as borras de café em materiais. «Não foi um processo fácil, foi preciso perceber como secar e esterilizar as borras para neutralizar a substância, mas descobri um mundo de possibilidades».

O projeto Re-Coffee foi implementado em outubro de 2019 com o lançamento da primeira linha de sapatilhas com materiais recicláveis. O revestimento da sapatilha é feito através da matéria-prima nova desenvolvida por Rui Monteiro e batizada de coffee leather, combinando 50% de borra de café e 50% de borracha reciclada. A sola possui 30% de borra de café e 70% de borracha reciclada. São borras de cerca de 33 cafés expressos em cada par de sapatilhas que estão à venda no Facebook e Instagram da Re-Coffee e no site da Etsy. O autor garante dois anos de garantia e muito uso.

 

Assaltantes de café em Fradelos detidos pela GNR em tempo recorde

A GNR conseguiu, num curto espaço de tempo, localizar e deter a dupla que, ao início da tarde desta quarta-feira, assaltou um café na freguesia de Fradelos, em Vila Nova de Famalicão.

Depois de cedidas as imagens das câmaras daquele estabelecimento, e de passada a matrícula do carro que utilizaram para fugir, as autoridades foram encontrar a dupla já no concelho de Matosinhos, no Porto.

Todos os bens levados do café de Fradelos, e de um outro em Balasar, na Póvoa de Varzim, foram recuperados.

Estes homens encontravam-se armados, e poderão ser os responsáveis por outros crimes do género que aconteceram na região.

Fradelos: Dupla assalta café em plena luz do dia, funcionária foi ameaçada

O café Atryum, na freguesia de Fradelos, em Famalicão, foi alvo de um assalto levado a cabo por dois homens.

A situação aconteceu cerca das 12h00 e o proprietário decidiu divulgar as imagens do momento nas redes sociais.

Ao que nos foi possível apurar, e de acordo com as informações avançadas pelo jornal O Minho, os assaltantes atuaram de cara destapada, tendo ameaçado a funcionária que se encontrava de serviço, namorada do proprietário daquele estabelecimento.

A dupla levou o dinheiro que estava em caixa e alguns artigos do café.

A Cidade Hoje tentou, sem sucesso, falar com o responsável daquele estabelecimento.

Imagem: Reprodução Facebook (via O Minho)

Autoridades apanham homem que assaltou café em Famalicão

A GNR deteve, nas últimas horas, o responsável por vários furtos a pastelarias e cafés da região do minho.

O homem, com 30 anos, terá sido o autor do furto a um café na freguesia de Arnoso, no decorrer deste mês de outubro. Atuava de cara tapada e fazia-se acompanhar de uma arma branca.

Foi intercetado pelas autoridades em Braga, depois de mais um roubo a um estabelecimento comercial, tendo a GNR conseguido recuperar todo o dinheiro que este havia subtraído, cerca de 100€.

O detido foi constituído arguido e irá ser presente esta terça-feira ao Tribunal Judicial de Guimarães, para aplicação de medidas de coação.

 

Arnoso: Homem assalta café mas antes deixa os jornais que trazia na mesa

Um homem assaltou, na madrugada deste sábado, um café localizado na Avenida do Altinho, em Arnoso Santa Maria.

O indivíduo, chegou ao local a pé e com um capuz na cabeça, cerca das 05h30, e com a ajuda de um objeto não identificado, forçou a entrada até partir a porta de vidro.

No interior do espaço, e de forma tranquila, o sujeito colocou os dois jornais que trazia consigo numa das mesas, indo direto à caixa para pegar em todo o dinheiro que encontrou.

No momento em que tudo aconteceu, ninguém terá dado conta do roubo. A GNR e a Polícia Judiciária estiveram no local para a recolha de provas e o caso encontra-se agora a ser investigado.

No sábado passado, e a cerca de 1,5kms deste estabelecimento, um outro café do mesmo proprietário foi assaltado.

Most Popular Topics

Editor Picks