Famalicão continua amigo das famílias

Vila Nova de Famalicão voltou a renovar o estatuto de “Autarquia Familiarmente Responsável”, uma distinção criada em 2008 pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas.

Esta é a nona vez – a oitava consecutiva -, que Famalicão recebe a bandeira atribuída pelo Observatório dos Municípios Familiarmente Responsáveis que reconhece as boas práticas de apoio às famílias promovidas pelos municípios portugueses.

Da educação à área social, do desporto à cultura, foram muitos os argumentos elencados na candidatura apresentada pela autarquia famalicense, reconhecida não só pelas suas políticas orientadas para todas as famílias do concelho, mas também pelas ações e iniciativas destinadas a agregados familiares mais desfavorecidos económica e socialmente.

Oitenta e um municípios foram distinguidos este ano com a bandeira verde para “políticas amigas da família” na 12.ª edição da iniciativa.

Famalicão: Ruivanense recebe certificação Bandeira da Ética

Não foi só o Clube Desportivo de Lousado, também o Ruivanense Atlético Club recebeu a certificação da Bandeira da Ética, pelo Instituto Português do Desporto e Juventude e pelo Plano Nacional de Ética no Desporto. Em causa o projeto “#Gosto quando dizes”, uma iniciativa conjunta do Ruivanense e do Lousado, levada a cabo em fevereiro de 2020.

“#gosto quando dizes” é um apelo à ética e à participação positiva no desporto, envolvendo atletas, pais e outros agentes do desporto; a ponto de fazer transbordar o projeto para uma dimensão nacional. Isso deixa, naturalmente, orgulhosos os responsáveis do Ruivanense atlético Club porque simboliza o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido.

O Ruivanense já tinha sido reconhecido como entidade formadora desportiva (pela Federação Portuguesa de Futebol) e agora recebe a Bandeira da Ética. Dois planos que «confirmam o reconhecimento, o sucesso e a plena execução do plano desportivo da estrutura do futebol de formação do Ruivanense Atlético Club, em marcha desde a época transata, e que lançam excelentes perspetivas para as medidas e projetos em curso, que esta pandemia mundial fez, momentaneamente, suspender, mas que não irá parar», refere o Ruivanense.

Este clube de Ruivães dá, ainda, nota de que projetos como estes e parcerias como a que foi estabelecida com o CD Lousado são para continuar e podem ultrapassar as fronteiras de Famalicão.

 

Famalicão: GD Joane certificado com a Bandeira da Ética

O Grupo Desportivo de Joane é mais um clube famalicense certificado com a Bandeira da Ética, pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), que consiste na certificação e promoção dos valores éticos no desporto.

O emblema joanense passa, assim, a fazer parte de uma comunidade de instituições comprometidas com a ética no desporto e reconhecidas pelo trabalho que desenvolvem neste âmbito.

 

Famalicão: CD Lousado certificado com a Bandeira da Ética

O CD Lousado foi certificado com a Bandeira da Ética, pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), que consiste na certificação e promoção dos valores éticos no desporto. Assim, o CD Lousado passa a integrar uma comunidade de instituições comprometidas com a ética no desporto e reconhecidas pelo trabalho que desenvolvem neste âmbito.

Esta certificação surgiu através da candidatura com o projeto #GOSTOQUANDODIZES, em parceria com o Ruivanense AC, a quem o clube de Lousado agradece toda a colaboração prestada.

Este projeto foi implementado no escalão de benjamins de ambos os clubes com o objetivo de consciencializar os encarregados de educação, familiares, adeptos e agentes desportivos, para a importância de usar a crítica e reforço positivo em detrimento da crítica negativa durante os jogos ou processos futebolísticos. Desta forma, estão todos os envolvidos a sensibilizar para a mudança de hábitos e posturas, criando um ambiente mais positivo no futebol, tornando-o cada vez mais pedagógico.

Segundo a direção do CD Lousado, «esta distinção, que é um selo de qualidade na certificação e promoção dos valores Éticos no Desporto, reconhece o trabalho desenvolvido e implementado no clube e prestigia e enaltece não só o CD Lousado, como o Associativismo do Município de Vila Nova de Famalicão».

O CD Lousado já é reconhecido, pela Federação Portuguesa de Futebol, como entidade formadora certificada com 3 estrelas.

Famalicão é “Familiarmente Responsável”

Vila Nova de Famalicão está novamente de parabéns. Sem grandes surpresas, o município liderado por Paulo Cunha está entre os “Mais Familiarmente Responsáveis”, preparando-se agora para receber, pelo oitavo ano – o sétimo consecutivo -, a bandeira atribuída pelo Observatório dos Municípios Familiarmente Responsáveis que reconhece as boas práticas de apoio às famílias promovidas pelos municípios portugueses.

Da educação à área social, do desporto à cultura, foram muitos os argumentos elencados na candidatura apresentada pela autarquia famalicense, reconhecida não só pelas suas políticas orientadas para todas as famílias do concelho, mas também pelas ações e iniciativas destinadas a agregados familiares mais desfavorecidos económica e socialmente.

Todos os reconhecimentos são importantes, mas o presidente da autarquia, Paulo Cunha, reconhece que “este tem um significado especial”.

“Este é um galardão que nos deixa muito orgulhosos porque está estreitamente relacionado com a qualidade de vida que queremos proporcionar aos famalicenses e porque reconhece o impacto positivo que as políticas implementadas pelo executivo têm no dia-a-dia das nossas famílias”, referiu o autarca.

Assim, no domínio da educação recorde-se que a autarquia tem em desenvolvimento perto de uma centena de projetos e ações para garantir que a educação seja o grande fator de coesão social do território, constituindo-se como um verdadeiro elevador social para os cidadãos e como plataforma de junção entre estes e o tecido empresarial e institucional famalicense. Entre as várias medidas promovidas, destaque para a oferta dos livros de atividades para todas as crianças do primeiro ciclo, a gratuitidade dos passes escolares para todos os alunos do concelho, desde o ensino básico até ao 12.º ano, e as bolsas de estudo aos estudantes universitários.

Ainda neste domínio, recorde-se que Vila Nova de Famalicão é Cidade Educadora desde 2010 e, ao longo dos anos, tem realizado um trabalho sistemático na educação não formal dos cidadãos.

Na área social destaca-se o Programa Municipal “Casa Feliz” que ajuda as famílias mais carenciadas do concelho a realizarem obras de renovação das suas habitações e que apoia as famílias que mais precisam no pagamento das rendas, assim como os descontos e isenções nas tarifas de água e saneamento para as famílias numerosas e para as mais necessitadas.

Na saúde, destaque para a recente adesão do município ao programa “Saúde Oral Para Todos”.

Em matéria fiscal, é uma reconhecida mais-valia para as famílias a estabilidade fiscal do município ao longo dos anos, a fixação da taxa do IMI próxima do mínimo legal (0,35%) e a existência de um IMI familiar que atribui um desconto no pagamento do imposto tendo em conta o número de dependentes que integram o agregado familiar.

O acesso das famílias à fruição cultural e à prática desportiva tem também merecido uma atenção especial da autarquia que tem instituído o Cartão Jovem Municipal, o Cartão Sénior Feliz e o Cartão do Voluntário com descontos significativos em diversas atividades e no acesso aos transportes públicos no concelho, para além de outros benefícios.

Recorde-se que o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, em parceira com Instituto da Segurança Social, tendo como principais objetivos acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar.

Ao todo, em 2019 o Observatório distinguiu 76 municípios.

38 escolas de Famalicão premiadas no programa “Eco Escolas”

Todas os estabelecimentos de ensino de Vila Nova de Famalicão que se inscreveram no programa “Eco Escolas” foram premiados.

O objetivo da iniciativa é o de encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade, sendo a coordenação feita a nível internacional, nacional, regional e de escola.

Escolas distinguidas:

  • Centro Escolar Luís de Camões
  • Centro Social de Bairro
  • Centro Social e Cultural de Riba de Ave
  • Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão, CRL. – Escola Profissional CIOR
  • Engenho – Associação de Desenvolvimento Local do Vale do Este
  • Escola Básica de Agra Maior
  • Escola Básica de Boca do Monte
  • Escola Básica de Delães
  • Escola Básica de Estalagem
  • Escola Básica de Joane
  • Escola Básica de Lagoa
  • Escola Básica de Oliveira S. Mateus
  • Escola Básica de Pousada de Saramagos
  • Escola Básica de Ruivães
  • Escola Básica Vale do Este
  • Escola EB 2,3 Bernardino Machado Joane
  • Escola EB 2,3 D. Maria II de Vila Nova de Famalicão
  • Escola EB 2,3 Júlio Brandão
  • Escola EB Bairro
  • Escola EB Conde S. Cosme
  • Escola EB de Antas
  • Escola EB de Avidos
  • Escola EB de Castelões
  • Escola EB de Lameiras
  • Escola EB de Landim
  • Escola EB de Quintão
  • Escola EB Seide S. Miguel
  • Escola EB/JI Oliveira de Santa Maria
  • Escola EB1 Carreira
  • Escola EB1/JI Avenida- Riba de Ave
  • Escola EBI de Gondifelos
  • Escola EBI de Pedome
  • Escola Sec. Camilo Castelo Branco
  • Escola Sec. D. Sancho I
  • Escola Secundária Padre Benjamim Salgado
  • Jardim de Infância de Bente
  • Jardim de Infância de Seide S. Miguel

A bandeira representa esta distinção foi entregue aos representantes das escolas, esta sexta-feira, numa cerimónia que decorreu no pavilhão multiusos de Guimarães, na presença de mais de 5 mil crianças de diversos estabelecimentos de ensino do país.

Most Popular Topics

Editor Picks