Câmara de Famalicão justifica alteração da feira semanal para garantir limpeza do recinto

O vereador das Feiras e Mercados, Ricardo Mendes, explica que a decisão de passar a feira semanal para os domingos, dias 22 e 29 de dezembro, tem a ver com a limpeza do recinto.

A empresa que procede à higienização do espaço não trabalha nos dias de festa. Quer dizer que se a feira fosse nos dias 24 e 31, o recinto ficaria sujo durante dois dias seguidos.

Mesmo perante a disponibilidade manifestada por alguns feirantes de que limpariam o seu espaço após a realização da feira, a Câmara entendeu que uns comerciantes não podem responder por todos.

Sem garantias de que o espaço ficaria limpo, a autarquia resolveu antecipar a feira semanal para o domingo.

Ricardo Mendes esclarece, ainda, que a feira não ficou para a segunda-feira, por conveniência dos próprios feirantes.

Além da questão da higiene e saúde, o vereador Ricardo Mendes realça a má imagem da cidade e a impossibilidade de utilização do campo para estacionamento durante esses dias de festa.

Câmara de Famalicão vai monitorizar a qualidade do ar

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em parceria com a Universidade Lusíada de Famalicão, vai instalar no concelho dez estações meteorológicas para monitorização da qualidade do ar no território.

Os equipamentos serão implementados ao longo do próximo ano no Centro Escolar de Ribeirão, EB1 de Oliveira S. Mateus, Centro Escolar de Joane, Centro Escolar do Louro, EB1 de Cabeçudos, EB1 de Gondifelos, EB1 de Landim, na Universidade Lusíada, na Casa do Território, no Parque da Devesa, e na EB1 Vale do Este.

Serão recolhidas e analisadas as seguintes variáveis: velocidade do vento, direção do vento, quantidade de chuva, temperatura, humidade relativa, pressão atmosférica e inicio ao estudo da variável de dióxido de carbono.

Refira-se que o projeto está enquadrado na política de educação ambiental e, simultaneamente, educativa da autarquia famalicense, uma vez que os equipamentos instalados vão permitir a recolha de dados com o envolvimento de estudantes e docentes no processo.

Foi de resto, nesse sentido, que nos últimos dias os agrupamentos de escolas participantes no projeto estiveram envolvidos num conjunto de iniciativas formativas com a Universidade Lusíada para uma boa exploração dos equipamentos a instalar.

Refira-se ainda que a parceria com a Universidade Lusíada de Famalicão permitirá a aquisição, monitorização, tratamento e divulgação dos dados recolhidos à comunidade.

Contribuir para uma melhor compreensão e gestão das variáveis associadas ao meio ambiente é um dos principais objetivos deste projeto de monitorização da qualidade do ar, que terá a duração de três anos.

Câmara de Famalicão distribuiu 3600 cabazes de natal às famílias carências do concelho

A Câmara Municipal de Famalicão procedeu, esta terça-feira, à entrega dos cabazes de Natal às Juntas de Freguesia, que depois procederão à entrega às famílias mais carenciadas de cada localidade.

Esta semana começam a ser distribuídos 3600 cabazes. O mesmo número do ano passado. Para o presidente da Câmara, Paulo Cunha, este é um ato simbólico para um Natal mais feliz dos famalicenses. O autarca lembrou que o Natal é um momento que fomenta a solidariedade, mas que a Câmara tem, ao longo do ano, outras ações solidárias ao nível do apoio à renda, aos transportes, à ação social, entre outras ajudas.

Os cabazes levam aletria, azeite e bacalhau. Os principais ingredientes do Natal. Depois, as Juntas de Freguesia completam com outros alimentos. Estela Veloso, presidente da União de Freguesias de Famalicão/Calendário, afirmou que estes cabazes são muito importantes, porque representam também um ato de carinho. O mesmo acontece na freguesia de Bairro. Rui Alves referiu que outras instituições locais ajudam a rechear este cabaz que será entregue a todos aqueles que precisam, «procurando que ninguém fique para trás».

Famalicão: Dia 24 há “Porto de Encontro” com rabanadas e vinho do porto

A estimativa para a quarta edição do Famalicão Porto de Encontro é que mais público participe na iniciativa. O evento, que decorre das 16 às 20 horas do 24 de dezembro, tem vindo em crescendo, em público e bares aderentes.

Aquela que começou por ser uma iniciativa espontânea de alguns comerciantes que se reuniam nas tardes da véspera de Natal para confraternizar, com uma rabanada e vinho do porto, está agora com organização da Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF).

«O ano passado tivemos um número significativo de pessoas, este ano acreditamos que teremos muitos mais», antevê o presidente da ACIF, Fernando Xavier Ferreira.

A Câmara Municipal de Famalicão apoia a iniciativa que vê como mais uma oportunidade para dinamizar o comércio de Famalicão e para projetar o nome do concelho. O vereador do Turismo, Augusto Lima, considera o Famalicão Porto de Encontro como um dos momentos mais altos desta campanha de Natal.

Associadas ao Famalicão Porto de Encontro estão as iniciativas Famalicão Solidário e Famalicão Porto Seguro. No primeiro caso, a ACIF associa-se ao Clube Motard Os Escorpiões e ajuda na entrega de bolo-rei a quem nesse dia tem que trabalhar; o Famalicão Porto Seguro consiste numa campanha de sensibilização das forças de autoridade para beber com moderação se vai conduzir.

Câmara de Famalicão avança com poda de árvores na Av. de França

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão informa que irá proceder à realização de podas nos carvalhos da Avenida de França e que a logística inerente a esta operação provocará alguns condicionamentos na circulação do trânsito, podendo mesmo haver necessidade de corte em algumas situações.

Esta é uma intervenção que deverá arrancar na próxima quinta-feira, dia 12 de dezembro, estendendo-se a 27 deste mês.

Most Popular Topics

Editor Picks