Próximo ano letivo será mais longo

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, anunciou que o próximo ano letivo será mais longo porque os períodos de férias (Natal e Páscoa) serão mais curtos.

As aulas, como já foi anunciado, arrancam entre 14 e 17 de setembro, sendo que nas cinco primeiras semanas de aulas o trabalho será destinado à recuperação da matéria referente ao terceiro período que terminou recentemente.

Esta sexta-feira, o Ministro deu mais pormenores sobre o funcionamento do próximo ano letivo letivo. Assim, anunciou que estão a ser preparados três cenários: ensino presencial, misto e não presencial, «sendo que a regra será o presencial», afirmou Tiago Brandão Rodrigues.

Todos os alunos e professores devem usar máscara e manter uma distância de 1,5m de distância nas salas de aula.

PS pede plano de ação para o transporte escolar

O Partido Socialista propõe ao Município de Vila Nova de Famalicão a criação «urgente de um plano de acção para o transporte escolar precavendo, desde já, a possível reabertura das aulas presenciais para os alunos do 11º e 12º anos».

Ainda são desconhecidas as diretivas do Ministério da Educação sobre a eventual reabertura das aulas presenciais, mas o PS, liderado por Eduardo Oliveira, garante que é conveniente «que a Câmara Municipal se previna atempadamente para organizar o transporte escolar, promovendo as condições adequadas de distanciamento nos autocarros e, se necessário, reforçar a frequência das viagens».

Já há grelha para a “nova telescola”

O Ministério da Educação acaba de divulgar os horários das aulas do #EstudoEmCasa, para alunos do ensino básico; as aulas vão passar na RTP Memória.

A “nova telescola”, agora #EstudoEmCasa, vai ocupar a grelha das 9 às 17h50, de segunda a sexta-feira, com conteúdos por anos letivos.

Os conteúdos pedagógicos estão agrupados por: 1.º e 2.º anos, 3.º e 4.º anos, 5º e 6.º anos, 7.º e 8.º anos e 9.º ano.

O primeiro-ministro anunciou esta quinta-feira que, até ao 9.º ano, todo o terceiro período prosseguirá com ensino à distância, com avaliação, mas sem provas de aferição nem exames, mantendo-se os apoios às famílias com filhos menores de 12 anos.

As emissões diárias [de ensino à distância] serão transmitidas, a partir do dia 20, no canal RTP Memória, que é acessível não só por cabo ou satélite, mas também através da TDT”.

As aulas pela televisão foi a forma encontrada pelo Ministério da Educação para ultrapassar os constrangimentos provocados pela pandemia covid-19.

Terceiro período começa a 14 de abril sem aulas presenciais

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na tarde desta quinta-feira, que o 3.º período irá recomeçar a 14 de abril, mas ainda sem aulas presenciais.

O mesmo cenário manter-se-á em todos os anos de ensino, à exceção do 11.º e 12.º anos cujas aulas presenciais serão retomadas, logo que possível, para as disciplinas sujeitas a exame nacional. As provas de aferição e exames do 9.º ano estão canceladas. Exames nacionais do ensino secundário foram adiados para julho e setembro.

Principais pontos:

– 3.º período recomeça a 14 de abril sem aulas presenciais para o ensino básico, do 1.º ao 9.º ano;

– Exames e Provas de Aferição do 9.º ano canceladas;

– Exames nacionais do ensino secundário adiados para julho, dias 6 e 23, com segunda fase em setembro, dias 1 e 7.

– Do 1.º ao 10.º ano, todos os níveis de ensino vão finalizar o ano letivo com ensino à distância;

– 11.º e 12.º ano, quando possível, retomarão aulas presenciais nas disciplinas submetidas a exame nacional.

INAC dá aulas em casa

O Instituto Nacional de Artes do Circo não quer que isolamento e distanciamento social sejam sinónimos de sedentarismo e falta de exercício físico para os alunos e todos os artistas de circo. Por isso, o INAC, instituto que tem sede no Lago Discount, em Ribeirão, decidiu iniciar esta terça-feira, um conjunto de aulas online que serão transmitidas através da sua página oficial do facebook .As aulas decorrem todos os dias, serão ministradas pelos professores do instituto às 10h30, preparação física; 17 horas, flexibilidade.

Empresário famalicense oferece meio dia de trabalho aos funcionários para acompanharem o regresso às aulas dos filhos

A empresa famalicense PARTTEAM & OEMKIOSKS, referência a nível mundial no desenvolvimento e fabrico de quiosques multimédia, decidiu oferecer a todos os seus colaboradores uma tolerância de meio dia de trabalho, nesta época de regresso às aulas.

A intenção é, à semelhança do que está a acontecer com os funcionários públicos em virtude da lei aprovada pelo governo em junho deste ano, dar a oportunidade a estes encarregados de educação de estarem presentes no início de mais uma temporada escolar.

Esta foi uma medida que eu quis que fosse válida para todos os funcionários. Mesmo aqueles que não tenham filhos vão poder aproveitá-la, num dia à escolha deles poderão usar essa tolerância.

Miguel Soares – CEO da PARTTEAM & OEMKIOSKS

Uma medida semelhante foi adotada pelo Grupo Bernardo da Costa, do distrito de Braga, e a nível nacional pela Altice.

Neste arranque de ano letivo, a PARTTEAM & OEMKIOSKS vai conceder a todos os colaboradores tolerância de ponto, para que…

Publicado por Partteam & Oemkiosks em Segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Most Popular Topics

Editor Picks