Famalicão contra aumento da taxa de resíduos

A Câmara de Famalicão manifestou ao Ministro do Ambiente e Ação Climática o seu repúdio em relação ao aumento da taxa de gestão de resíduos para o dobro, já a partir de janeiro de 2021. A proposta do Conselho de Ministro, de 17 de setembro, é um aumento de 11 para 22 euros a tonelada.

Uma decisão que desagrada ao município de Famalicão por considerar que a subida vem em contraciclo com a situação de pandemia, que levou ao aumento da despesa por parte dos municípios e a uma diminuição da receita de muitas famílias portuguesas.

«Não será oportuno agravar nesta fase, e desta forma desproporcional, a Taxa de Gestão de Resíduos», frisa o presidente da Câmara no documento enviado ao Governo. Tanto mais que o aumento se vai refletir nos bolsos dos cidadãos e das empresas.

Por isso, o presidente solicita a revisão desta medida, para que não pese sobre a carteira dos municípios e dos cidadãos.

Paulo Cunha entende que o caminho para incentivar a redução de resíduos e o aumento da reciclagem de materiais se faz com mais campanhas de sensibilização e fiscalização, e não com aumento das taxas.

Famalicão: Alterações climáticas juntam jovens de vários países em campo de trabalho

Está a decorrer um Campo de Trabalho Internacional com a participação de 17 jovens de diversos países.

Por iniciativa da YUPI – Associação Juvenil de Famalicão e pela Associação de Deão, com apoio do IPDJ, as atividades de campo decorrem em Famalicão e Viana do Castelo.

Até 7 de setembro, os voluntários desenvolvem atividades no âmbito das alterações climáticas. Em Famalicão colaboram na preparação de um Centro Comunitário para a Transição; em Viana do Castelo removem espécies invasoras, criando melhores condições para a sobrevivência de espécies nativas. Em paralelo, os participantes envolvem-se em atividades lúdicas.

 

 

Famalicão em Transição recebeu sede no quarto aniversário

A Associação Famalicão em Transição celebrou, esta terça-feira, quatro anos de atividade e teve como prenda um espaço para instalar a sua sede.

A Câmara Municipal de Famalicão cedeu, em regime de comodato, o edifício da antiga escola de Bente, onde vão decorrer as obras necessárias para a instalação.

Após um período atípico devido à pandemia, a instituição está a preparar o espaço para que possa ser utilizado quer como sede quer como o local onde se vão desenvolver alguns dos projetos.

«Agradecemos desde já à Câmara Municipal pela cedência do espaço, e à União de Freguesias de Carreira e Bente por todo o apoio que nos tem dado», escreve a associação na sua página do Facebook. Agradecimentos extensivos a todos os associados e amigos «que têm ajudado ou de alguma forma contribuído para a limpeza e reparação do espaço».

Embora o grupo informal Famalicão em Transição exista e desenvolva atividades desde 2011, foi no dia 25 de agosto de 2016 que foi formalizada a Associação Famalicão em Transição que defende uma comunidade mais sustentável e resiliente, centrada nas pessoas e na natureza.

Dia Mundial do Ambiente com debate online

O Dia Mundial do Ambiente vai ser assinalado esta sexta-feira, dia 5 de junho, com uma sessão online do “Ambientar-se”. Está marcada para as 18h30, com a participação, no debate, de todas as Associações parceiras desta iniciativa, que são: AREA -Associação Amigos do Rio Este, Associação Famalicão em Transição, H2Ave – Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave, Vento Norte – Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação dos Tempos Livres e YUPI – Associação para o Desenvolvimento Local. A moderação estará a cargo da Equipa do Parque da Devesa.

O debate partirá da visualização prévia do filme “Os Doze”, para ver em: https://vimeo.com/374476997, que relata a história de
12 líderes espirituais, com sabedorias ancestrais, e que se reúnem em Nova Iorque (2017), a convite da ONU. Cada um deles representa uma força, uma qualidade que, conjugada com a dos outros, mostra-nos um caminho para um futuro e um mundo melhor.
Comum a todos, é o facto de defenderem uma relação de maior proximidade e amor com a “mãe natureza”, que deve ser escutada, acarinhada e respeitada.

O debate, em formato digital, irá acontecer na plataforma Zoom, com participação gratuita mediante inscrição obrigatória, através do formulário goo.gl/tNamg6 até 4 de junho às 18h00 (ou através do email: [email protected].)

Famalicão em Transição cria Centro Comunitário para a Transição

Famalicão em Transição, continuando com o seu processo de mudança de mentalidades para um estilo de vida mais saudável e em respeito pela natureza, vai criar um Centro Comunitário para a Transição.

Será dinamizado por um conjunto de pessoas, apostadas em pensar, planear e desenvolver um espaço de experimentação, de aprendizagem intergeracional e inter-saberes, de capacitação pessoal para a resiliência e iniciativa, reforçadas num sentido de comunidade.

Esta comunidade de aprendizagem destina-se em primeiro lugar a famílias com crianças em idade de 1.º ciclo; a profissionais da área da educação e pessoas com sensibilidade para a sustentabilidade local e economia circular.

Most Popular Topics

Editor Picks