Câmara de Famalicão apoia várias coletividades desportivas

Na reunião de Câmara desta quinta-feira, foram aprovados apoios para várias coletividades desportivas, sendo que o realce vai para os 210 mil euros destinados ao Futebol Clube de Famalicão, para apoio à concretização de obras para a instalação do relvado sintético do campo de futebol 11, na segunda fase da construção da Academia.

O FC Famalicão conta atualmente com quatro centenas de atletas federados nos escalões de formação, que dá origem a 12 equipas que participam em competições oficiais de âmbito regional e nacional.

A Associação Cultural e Desportiva de S. Martinho de Brufe vai receber 7.500 euros e o GRAL – Grupo Recreativo de Avidos e Lagoa conta com 10 mil euros para colocação do sistema de iluminação. Foram também autorizados apoios para ajuda a atividades de várias agremiações desportivas, assim como o pagamento de seguros e inscrições federativas dos atletas de várias modalidades.

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, realça a importância destas ajudas financeiras: «temos procurado apoiar as nossas coletividades; no caso do FC Famalicão são intervenções infraestruturais, o clube tem realizado um avultado investimento nas suas infraestruturas desportivas, em relvados sintéticos, balneários, equipamentos sociais para as muitas centenas de jovens que praticam desporto, entre rapazes e raparigas».

Em tempo de pandemia, que tem consequência ao nível desportivo, nomeadamente inatividade das equipas, o Município de Famalicão garante que tem acompanhado os problemas, através de uma monitorização, para que corram riscos de fechar portas. «As associações, clubes, empresas e as famílias passam por dificuldades, mas os cidadãos sabem da nossa vocação para ajudar», realça Paulo Cunha.

FC Famalicão reforça segurança e saúde com novos equipamentos de combate à covid-19

No atual contexto de pandemia, o F.C. Famalicão vai reforçar a segurança de atletas de todos os escalões, técnicos, staff, fornecedores e adeptos integrando nas suas instalações equipamentos certificados, especificamente concebidos para este efeito – esterilizador de roupa e objetos; esterilizador de ar; e dispensador contactless de álcool gel – equipamentos Made in Famalicão desenvolvidos pela MTEX NS.

Deste modo, o emblema famalicense robustece a segurança desportiva e saúde de toda a sua estrutura.

Esta parceria com a MTEX NS de combate ao SARS-CoV-2, é apresentada na manhã desta sexta-feira, na Academia do FC Famalicão, na presença de representantes da empresa, e dos presidentes do clube e da SAD, Jorge Silva e Miguel Ribeiro, respetivamente. Augusto Lima, vereador da Economia, Empreendedorismo e Inovação da Câmara Municipal de Famalicão, também marca presença na cerimónia.

FC Famalicão reúne em Assembleia para votar contas

O Futebol Clube de Famalicão reúne na noite de sexta-feira, dia 25 de setembro, às 20h30, no pavilhão da Academia, em Meães, para discutir e votar o relatório de contas e parecer do Conselho Fiscal, relativos ao social fundo.

Da ordem de trabalhos consta, ainda, a alteração da morada da sede social e a discussão de outros assuntos de interesse para o clube.

Câmara apoia requalificação da residência da Academia do Famalicão

O FC Famalicão vai receber da Câmara Municipal um apoio de 40 mil euros para a requalificação da residência para atletas, na Academia do clube.

Este apoio diz respeito à primeira fase das obras.

A segunda fase da Academia decorre a bom ritmo e deve estar apta a receber os muitos atletas no início da nova época.

Com o futebol masculino e feminino, o clube passa a dispor de mais espaços para treinos e competição.

Tal como na primeira fase das obras, também nesta o clube espera o apoio da Câmara Municipal, que tem sido parceira fundamental na promoção do desporto para todos.

Secretário de Estado do Desporto «impressionado» com a Academia do FC Famalicão

O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, visitou a Academia do Futebol Clube de Famalicão ao final da tarde desta terça-feira. Veio conhecer as novas instalações do clube, em particular uma aplicação de cortiça no relvado sintético.

O governante ficou «muito satisfeito» com as condições que o clube oferece aos atletas. «É um equipamento de primeira. Sabemos o quanto custa fazer um investimento de base e apostar na formação, porque os resultados não aparecem de forma imediata, mas esta é a receita de sucesso do nosso futebol», enalteceu o Secretário de Estado.

«Estou verdadeiramente impressionado. O desporto precisa destas condições porque o desporto é o braço-armado da sociedade também no seu desenvolvimento social e económico»

Acompanhado pelo presidente do Futebol Clube de Famalicão, Jorge Silva, e pelo vereador do Desporto, Mário Passos, João Paulo Rebelo visitou, ainda, as obras da segunda fase deste complexo, que contempla dois campos de futebol onze e respetivos balneários, além de outras infraestruturas de apoio. «Estou verdadeiramente impressionado. O desporto precisa destas condições porque o desporto é o braço-armado da sociedade também no seu desenvolvimento social e económico», vincou.

Referindo-se à aposta na formação, o governante frisou que clubes como o Futebol Clube de Famalicão, «estão a formar o futuro e a incutir em tenra idade princípios essenciais e uma prática desportiva que se quer de alto rendimento». Por isso, concluiu, «faço um elogio aos dirigentes do Futebol Clube de Famalicão porque mostram capacidade para fazer deste um grande clube».

As principais dificuldades passam por fazer muito com pouco dinheiro.

O vereador do Desporto espera, agora, que esta visita resulte num apoio concreto ao desenvolvimento do projeto da Academia. Para Mário Passos, «a visita do senhor Secretário de Estado quer significar que ele reconhece esta capacidade instalada e reconhece que Vila Nova de Famalicão é um concelho e um território com clubes e gentes que merecem um acompanhamento do Governo».

Jorge Silva explicou ao Secretário de Estado o tipo de projeto que o FC Famalicão quer aplicar neste espaço de Esmeriz. «As principais dificuldades passam por fazer muito com pouco dinheiro. É um terreno complexo que obriga a movimento de terras e muros de suporte porque os desníveis são grandes. Tudo isto fica muito caro», realça o presidente do clube.

Pese embora as dificuldades, a segunda fase da obra «decorre em bom ritmo», com a colocação do relvado sintético num dos campos. «Tudo isto para os nossos 400 e tal atletas», explicou Jorge Silva. Os diversos escalões de formação vão ocupar estes campos, incluindo os dois escalões femininos. As sub-19 treinam, atualmente, em Gavião (Escola D. Maria II) e as seniores em Arentim, Braga. «Esta é a nossa casa. Queremos treinar aqui com todos os nossos escalões», acrescentou o dirigente.

O Futebol Clube de Famalicão arranca esta época com o projeto do futebol feminino, a iniciar na Segunda Divisão. O objetivo é ter todos os escalões. «Tem sido uma aposta arrojada. Entramos com vontade de vencer e tentamos criar as condições para que assim aconteça», avança Jorge Silva.

O vereador da Câmara Municipal reconhece o esforço e a importância do futebol feminino na promoção do desporto entre as mulheres. Por isso, prometeu, «a Câmara Municipal está disponível para continuar a apoiar».

Most Popular Topics

Editor Picks