Vaga de assaltos em Famalicão: Quatro absolvidos e cinco com pena suspensa

Decorreu esta quinta-feira, no Tribunal de Guimarães, a leitura da sentença do processo onde estavam a ser julgadas nove pessoas, por suspeita de envolvimento na vaga de assaltos que assolou o concelho de Vila Nova de Famalicão, no início de 2019.

Segundo avança o jornal Diário do Minho, dos nove arguidos, cinco foram condenados, ficando com penas suspensas que vão até aos três anos e meio.

Os suspeitos atuavam em grupo e de forma organizada e eram praticamente todos familiares entre si. Tinham alvos bem definidos e o arrombamento era o método utilizado.

Antes das detenções, o grupo estava a ser investigado há cerca de três meses. As autoridades apreenderam na altura diverso material furtado, como LCDs, relógios, computadores, chocolates e bolachas.

Foram ainda apreendidos equipamentos do FC Porto, já que a loja deste clube em Famalicão foi um dos alvos.

 

Último dia de 2019 terminou sem vítimas mortais nas estradas

Até às 23:59 de terça-feira, a operação “Natal e Ano Novo” registou 2.793 acidentes de viação, que resultaram em 10 mortos, 47 feridos graves e 715 feridos ligeiros, avançou à Lusa a Guarda Nacional Republicana (GNR).

No âmbito desta operação, que teve início em 20 de dezembro e termina no domingo, a GNR fiscalizou 55.643 veículos até ao final do último dia de 2019, contabilizando 18.134 infrações ao Código da Estrada.

Dos veículos fiscalizados, 51.028 condutores foram sujeitos ao teste do álcool, culminando em 665 contraordenações e 311 crimes, automobilistas que foram detetados com uma taxa de alcoolemia considerada crime, ou seja, igual ou superior a 1,2 gramas por litros (gr/l).

Relativamente à velocidade, a GNR controlou 433.573 veículos, dos quais detetou 8.736 condutores em excesso de velocidade.

Outras das infrações detetadas foram a falta de cinto de segurança e de sistema de retenção para crianças, no total de 408 contraordenações, e o uso do telemóvel durante a condução, com 550 condutores apanhados.

Os dados até ao final do dia de segunda-feira contabilizavam 2.587 acidentes rodoviários, em que morreram dez pessoas e 45 sofreram ferimentos graves.

A operação “Natal e Ano Novo” da GNR arrancou no dia 20 de dezembro, com um reforço do patrulhamento rodoviário nas estradas de maior tráfego do país para prevenir acidentes e garantir a fluidez do trânsito.

Para a operação, que termina no domingo, a GNR mobiliza diariamente cerca de 4.600 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

Durante a operação, os militares da corporação estão “particularmente atentos” ao excesso de velocidade, manobras perigosas, ultrapassagens, mudança de direção e de cedência de passagem, uso do telemóvel durante a condução, não circulação na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares e uso do cinto de segurança.

Na área de atuação da Polícia de Segurança Pública (PSP), a Lusa solicitou um balanço atualizado do número de ocorrências, mas esta força de segurança manteve hoje os dados já divulgados, em que foram registados, entre 18 e 29 de dezembro, 1.832 acidentes que provocaram três mortos e nove feridos graves, remetendo para os próximos dias um balanço final.

F.C.Famalicão: Quase 60 mil foram ao Estádio Municipal em 2019

O Futebol Clube de Famalicão divulgou, na tarde deste domingo, alguns números relacionados com a assistência de jogos no Estádio Municipal, ao longo deste ano que se aproxima do fim.

Em 2019 foram 17 os jogos realizados no Municipal com uma assistência de 59133 adeptos, numa média de 3478 pessoas por jogo.

A subida para o escalão máximo do futebol português, e a liderança do clube na Liga NOS foram fatores que contribuíram para os números agora revelados.

 

Paulo Paula e Jéssica Pontes vencem S.Silvestre de Famalicão com recorde de participantes

Foi em menos de 30 minutos que Paulo Paula, atleta que representa a equipa Run Tejo – CM Socks, completou o percurso de 10kms da S.Silvestre de Famalicão, a par da famalicense Jéssica Pontes, que foi a mais rápida no setor feminino.

A prova decorreu na noite desta segunda-feira, perante mais um recorde de 5 mil participantes.

A organização fez balanço positivo da prova e espera, nos próximos anos, conseguir manter a S.Silvestre de Famalicão no pódio das mais participadas do país, como já tem acontecido.

 

Most Popular Topics

Editor Picks