Suspensão de aulas por 15 dias será compensada no calendário letivo

O primeiro-ministro António Costa, após o anúncio da suspensão das aulas por 15 dias, avisou que este período será «devidamente compensado» no calendário escolar, da forma que o ministro da Educação vier a determinar e que pode passar pelo encurtamento de período de férias.

Pese embora o fecho das escolas, mantém-se abertas as de acompanhamento de pais sem serviços especiais;; os pais de crianças até 12 anos vão ter faltas justificadas e apoio financeiro idêntico ao de abril.