Seis famalicenses infetados, dez aguardam resultados das análises

Estão confirmados seis famalicenses infetados pelo coronavírus, enquanto que 10 aguardam o resultado das respetivas análises. Esta informação foi prestada ao CIDADE HOJE por responsável oficial.

Esta fonte CIDADE HOJE confirmou, ainda, a criação nas unidades de saúde de um “corredor de acesso a pessoas com problemas respiratórios”, que são doentes prioritários. A criação deste mecanismo de acesso determinou a reorganização dos serviços e espaços internos de várias unidades de saúde. Esta reformulação levou ao fecho dos centros de saúde de Gondifelos, S. Cosme e Ruivães.

Os clínicos destes espaços foram transferidos para outras unidades, a fim destas poderem dar a melhor resposta possível sempre que solicitada.

Um dos casos alvo de reorganização interna é em Delães. A unidade de saúde está apta a receber quem sinta os sintomas do COVID-19, para uma primeira triagem, razão pela qual não está a receber os utentes habituais (consultas de rotina). Esta limitação, garante a fonte Cidade Hoje, nada tem a ver com a suspeita de médicos (dois) infetados nesta unidade. A enfermagem está a funcionar, bem como outros serviços.

No entanto, a suspeita de que dois médicos estão infetados determinou que vários funcionários e utentes desta unidade de saúde estejam de quarentena e sob vigilância pela Saúde 24.