Seide apresenta projeto Aldeia Circular

Na manhã do passado domingo, a União de Freguesias de Seide apresentou o projeto “Aldeia Circular”, que compreende um Espaço de Compostagem e uma Horta Biológica, em terreno próximo da Casa-Museu Camilo Castelo Branco, e que nasceu da colaboração de uma rede de parceiros locais. Este projeto foi um dos 10 primeiros aprovados a nível nacional pelo Fundo Ambiental JUNTAr.

A Aldeia Circular convida a comunidade a trazer os resíduos orgânicos para serem transformados em composto orgânico, que será utilizado na horta biológica tratada pelos meninos e meninas do Jardim de Infância e suas famílias. Este composto estará, também, disponível para a comunidade, na troca de livros, os quais serão disponibilizados nos cafés e restaurantes locais.

O presidente da União de Freguesias de Seide, Tomás Sousa, demonstrou o seu orgulho pelo desenvolvimento desta iniciativa que pretende ser um movimento de referência, «quer pelas boas práticas ambientais e de economia circular, quer pelo envolvimento da comunidade, podendo vir a ser exemplo para outros territórios».

O autarca aproveitou para anunciar que a Junta de Freguesia poderá tornar-se a 1ª Eco Freguesia do Município, na sequência de uma nova candidatura em curso.

O presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, também marcou presença no evento. Deu os parabéns à Junta da União de Freguesias de Seide e a todos os parceiros, sublinhando a pertinência da Aldeia Circular pela aposta na defesa do ambiente e pela proposta de envolvência de toda a comunidade.