SEF deteve brasileiro procurado por homicídio 6

SEF deteve brasileiro procurado por homicídio 7

Foi presente ao Tribunal de Esposende, no sábado, um cidadão brasileiro que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve no centro da cidade de Braga e que era procurado pela Interpol pelo homicídio de um cidadão iraniano.

Com 25 anos de idade, Thaylan Padilha Palomanes, juntamente com o irmão Thaunn de 31 anos, era procurado pela justiça brasileira desde 2014 pelo espancamento e esfaqueamento de Millad Mille Hosseini Ballaai, então com 35 anos. Thaylan, que entretanto se converteu ao islamismo, estava a viver em Braga há mais de um ano e era frequentador de serviços religiosos da comunidade islâmica, onde acabaria por ser detetado pelo SEF.

Segundo a imprensa brasileira, o crime está relacionado com a recusa de Millad Ballaai albergar os irmãos no Hostal Casa Alto Vidigal, onde trabalhavam na cozinha em troca de abrigo, depois de este ter descoberto que andavam a traficar droga no hostal instalado no Morro do Vidigal.

Os irmãos, naturais de São Paulo, acabaram por regressar àquela unidade hoteleira dias mais tarde e, segundo a Polícia Brasileira,
acabariam por matar Millad Ballaai, depois de o iraniano ter resistido ao confronto físico, mas não resistindo aos golpes contundentes de uma faca.

A Delegacia de Homicídios rapidamente suspeitou dos irmãos e os tribunais brasileiros acabaram por decretar a prisão temporária contra os suspeitos, que entretanto desapareceram. Ainda é desconhecida a ligação de Thaylan Palomanes a Portugal, mas este conseguiu instalar-se em Braga e foi descoberto.

Este vai ser presente esta segunda feira ao Tribunal da Relação de Guimarães para ser avaliada a extradição.

Most Popular Topics

Editor Picks